Desporto

Os 10 melhores jogadores da Saudi Pro League em Agosto de 2023

Vários craques fizeram a transição do futebol europeu para a Saudi Pro League durante a janela de transferências do Verão, resultando numa surpreendente exibição de talentos rumo ao Médio Oriente. São grandes as expectativas de que intervenientes ainda mais proeminentes irão para a nação rica em petróleo num futuro próximo e nos próximos anos.

  • Consequentemente, o conjunto de talentos na liga da Arábia Saudita irá aprofundar-se, elevando a competitividade geral do futebol na sua primeira divisão. Taxas de transferência lucrativas e ofertas salariais substanciais vão continuar a atrair clubes e jogadores, à medida que procuram garantir a estabilidade financeira para as gerações vindouras.

     

    1. Cristiano Ronaldo

    O único jogador que poderia ter disputado o primeiro lugar desta lista seria Lionel Messi, caso não tivesse optado pela transferência para a MLS.

    Ronaldo é amplamente considerado um dos maiores jogadores da história do futebol, independentemente da sua passagem atual pela Saudi Pro League.

    O seu notável registo de 838 golos na carreira diz muito para o ícone português, que passou para a nova liga um pouco à frente dos outros jogadores europeus.

     

    2. Karim Benzema

    O mundo do futebol ficou surpreso quando foi revelado que o atual vencedor da Bola de Ouro, Benzema, se iria transferir para o Al-Ittihad, marcando o fim de uma década repleta de inúmeros troféus no Real Madrid.

    Depois de marcar uns impressionantes 354 golos pelos gigantes espanhóis, o francês estabeleceu-se como um dos melhores atacantes do mundo.

    A sua última época no Santiago Bernabeu acabou por ser um pouco desanimadora e também serviu como o capítulo final para um terço da famosa linha de frente de Bale, Benzema e Ronaldo.

     

    Neymar

    3. Neymar Júnior

    Neymar Júnior juntou-se ao Al-Hilal vindo do Paris Saint-Germain por um valor inicial de cerca de 77,6 milhões. O brasileiro deve receber um salário recorde de até 314 milhões em dois anos.

    O jogador de 31 anos deixou claro aos dirigentes do PSG no início deste mês que queria deixar o Parc des Princes. Neymar agora assinou um contrato de dois anos para jogar na Saudi Pro League.

     

    4. Sadio Mané

    A transferência de Mané para o Al-Nassr foi oficialmente confirmada após uma passagem menos bem-sucedida pelo Bayern de Munique, juntando-se às fileiras dos ex-jogadores do Liverpool que rumo à liga emergente.

    Embora fizesse parte da equipa vencedora da Bundesliga, ele não conseguia reproduzir a forma brilhante a que os adeptos da Premier League se habituaram durante a sua passagem pelos Reds e pelo Southampton.

    Mesmo assim, Mané será para sempre lembrado como uma lenda em Anfield, onde mostrou o seu brilhantismo e esteve entre os melhores jogadores do mundo no seu auge.

     

  •  

    5. Riyad Mahrez

    Mahrez encontra-se numa posição invejável, tendo embarcado num empreendimento lucrativo na Arábia Saudita para garantir ganhos substanciais. A sua mudança segue uma conquista notável de conquistar uma tripla histórica com o Manchester City, culminando na vitória na Liga dos Campeões contra o Inter de Milão com um placard de 1 a 0.

    Apesar do sistema rotativo comandado por Pep Guardiola, o argelino conseguiu contribuir de forma impressionante para um golo a cada dois jogos na época passada, destacando a sua proficiência em campo. Com as suas excecionais habilidades de drible, a nova liga em que ele ingressar será um verdadeiro espetáculo, já que Mahrez continua a ser um dos melhores dribladores do jogo.

     

    6. Ngolo Kanté

    Durante a época de 2015-2016, Kanté foi indiscutivelmente o jogador mais importante a nível mundial, dado o seu papel fundamental no improvável triunfo do Leicester City na Premier League.

    A habilidade defensiva do meio-campo francês era implacável e as suas habilidades com a bola nos pés muitas vezes passavam despercebidas, o que acabou por lhe valer uma transferência para o Chelsea.

    Notavelmente, a sua chegada ao Chelsea coincidiu com uma transformação que os levou a conquistar a sua própria vitória no campeonato. Infelizmente, as lesões prejudicaram o progresso da sua carreira nos últimos anos, culminando num final dececionante da sua passagem pela Inglaterra.

     

  •  

    7. Marcelo Brozovic

    Recém-saído de uma excelente época, o jogador croata desempenhou um papel crucial na impressionante campanha do Inter de Milão, perdendo por pouco a vitória na UEFA Champions League.

    Além disso, ele foi uma figura chave no sucesso do seu país, ajudando-o a garantir o terceiro lugar na Copa do Mundo FIFA de 2022, ao lado de jogadores renomeados como Luka Modric e Mateo Kovacic.

    Brozovic possui uma mistura única de solidez defensiva e controlo de bola excecional, tornando-o um desafio formidável para as equipas adversárias.

     

    8. Roberto Firmino

    Mais um jogador brasileiro migra do Liverpool para a Arábia Saudita, com Firmino a seguir o caminho de Fabinho. Após um ilustre mandato de oito anos no clube inglês, foi confirmado que o seu contrato não seria renovado, marcando o fim da sua era de sucesso.

    Entre vários potenciais pretendentes de todo o mundo, ele optou por assinar com o Al-Ahli na Saudi Pro League. Apesar das suas aparições limitadas na sua última época em Anfield, o habilidoso atacante marcou de forma impressionante 11 golos em apenas 25 partidas.

     

    9. Sergej Milinkovic-Savic

    A Lazio despede-se de um dos seus principais jogadores neste Verão, com a saída do meio-campo Milinkovic-Savic após um impressionante mandato de oito anos.

    O internacional sérvio deixa um legado notável como o meio-campo com mais golos na história do clube, com uns impressionantes 57 golos. Ele está prestes a atingir o seu auge na Arábia Saudita, onde sem dúvida ganhará um belo salário.

     

  •  

    10. Fabinho

    A transferência do brasileiro foi anunciada oficialmente, cobrando 40 milhões, apesar do seu desempenho medíocre na época anterior.

    O meio-campo desempenhou um papel vital nos recentes triunfos do Liverpool, atuando como um executor no meio do campo e contribuindo para as vitórias na Premier League e na Liga dos Campeões.

    No final da época, a sua forma melhorou, coincidindo com uma impressionante invencibilidade dos Reds. Diante disso, pode ser surpreendente para alguns que Jurgen Klopp tenha decidido permitir a saída deste meio-campo durante a janela de transferências do Verão.

    Deixe o seu comentário


    Ver mais: