Os 10 jogos de tabuleiro mais populares de sempre

Os jogos de tabuleiro têm uma longa história que remonta aos tempos antigos. Você pode encontrar jogos antigos desde o Ur, o Senet até ao Xadrez esculpidos em pedra e enterrados em túmulos. De facto, o cenário moderno dos jogos de tabuleiro que conhecemos e adoramos é tão antigo quanto o Catan, lançado em 1995. Porém, antigamente existiam jogos de tabuleiro que correram o mundo, muito ante do Catan.

  •  

    View this post on Instagram

    My boyfriend says he “loves Munchkin more than anything”. Does that make me the side chick????🐣😅😂 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Follow for more adventures on Tiktok @dunkin.ducks ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ #duck #ducks #duckling #callduck #sidechick #joke #funny #checkers #boardgame #edwardsgardens #gamer #playing #funandgames #petduck #petsofinstagram #ducksofinstagram #weeklyfluff #farm #farmanimals #cute #adorable #animalsinfluence #poultryofinstagram #petinfluencer #happypets #animals #poultry #backyardpoultry #thedodo #backyardducks

    A post shared by Krissy & Munchkin (@dunkin.ducks) on

    1. Damas

    As Damas é um jogo de estratégia abstrato e muito simples para 2 jogadores. Como muitos jogos da antiguidade ou da época medieval, não existe um tema em si, apenas um simples arranjo de peças que seguem algumas regras e permitem uma batalha de inteligência. Atualmente, é um dos primeiros jogos que as crianças aprendem e pode ser encontrado fora em qualquer jardim municipal.

    Já vimos muitos argumentos na internet sobre se o jogo de damas é um jogo de subtileza e nuance ou então um jogo de simplicidade brutal. Quanto a nós, admitimos que já faz muitos anos desde que jogamos pela primeira vez as Damas. Se você sempre jogo Damas ou ainda se lembra das regras 40 anos após da última vez que jogou, você tem que admitir que as Damas têm uma qualidade impressionante. É um jogo tremendo para ensinar às crianças. Se você quer mostras às crianças um jogo inteligente, as Damas são um bom começo nos jogos de tabuleiro.

     

    View this post on Instagram

    #stayathome it's time for chess ♟️#chess #chessplayer #checkmate #chessgirl #chessboard #instameetmongolia #igersmongolia #mongoliangirl

    A post shared by Nomin-Erdene Davaademberel (@chessnomin) on

    2. Xadrez

    O jogo mais vendido de todos os tempos é o Xadrez. É por ótimas razões também. O Xadrez tem poderes variáveis ​​para os jogadores, numa base sofisticada de controlo de área e infinitas possibilidades de jogo. Cativou pessoas desde Humphrey Bogart a Joseph Stalin. Podíamos escrever volumes sobre a contribuição do Xadrez para a comunidade dos jogos e para o mundo em geral.

    O xadrez criou comunidades. Criou fãs obstinados que ajustam as suas estratégias, ficam obcecados e procuram maneiras de se melhorarem a si mesmos. Como nenhum outro jogo anterior, o Xadrez alimentou uma paixão e conquistou amor. O xadrez ganhou vida e o Xadrez causou mortes.

     

    View this post on Instagram

    Ready to play ? 📸💥 merci @_margauxcrp

    A post shared by Hector Saxe Paris (@hectorsaxeparis) on

    3. Gamão

    O Gamão é um dos jogos mais antigos existentes. Estima-se que tem cerca de 5.000 anos e foi mencionado na história escrita pelos sumérios na Mesopotâmia. Dizia-se que o rei Tutankhamon tinha jogado este jogo em certo ponto da história.

    Jogado na era da Mesopotâmia. Além disso, ainda é um excelente jogo de estratégia abstrata e sobrevive ao teste do tempo. O Gamão é o pai de todos os jogos de tabuleiro que já jogamos.

     

    View this post on Instagram

    #scarabeo #scrabble #homemade #coronavirus #specialedition

    A post shared by Alessandro Susca (@guitarsusca) on

    4. Scrabble

    Tem um 6.3 no Geek de jogo de tabuleiro e acho que é muito baixo. É um jogo inteligente, simples e elegante que usa os elementos da nossa linguagem como componentes.

    O Scrabble é a base de praticamente todos os jogos de tabuleiro baseados em palavras existentes no mercado. Isso por si só é uma conquista para todas as idades, no entanto achamos que existe algo mais importante a acontecer. No Scrabble, as peças com as quais você trabalha são jogadas numa bolsa e distribuídas ao acaso. Esta é a qualidade fundamental dos jogos de cartas colecionáveis ​​como o Magic the Gathering. Você pode fazer manobras para se beneficiar e bloquear os outros. Esta é uma forma atípica de controlo e influência da área. O Scrabble não criou sucessores espirituais diretos, contudo entrou na psique dos criadores de jogos. Você pode sair de maneiras subtis ao aplicar os mecanismos desta obra-prima de 1948.

     

    View this post on Instagram

    #quarantine #simpsons #monopoly Kate: 4 Derek:1

    A post shared by Kate Connelly Brice (@kcb_birdnerd) on

    5. Monopólio

    Quase todo a gente que conhecemos já jogou o Monopólio. Lance os dados, compre propriedades, pague alugueres a outros jogadores e vicie os dados. É uma rotina bem conhecida na família de muitas pessoas que cresceram com jogos de tabuleiro.

    Vamos ser honestos. De facto, o jogo foi criado inicialmente pelos socialistas para mostrar porque é que o capitalismo não controlado é uma porcaria. Não poderíamos inventar isto.

    No entanto, serviu a indústria dos jogos de tabuleiro de duas maneiras incríveis e contraditórias. Em primeiro lugar, tornou-se mais ou menos o mercado para jogos de mercado de massas. O que, por sua vez, nos levou a todos os outros jogos de tabuleiro que conhecemos e adoramos. Devemos ao Monopólio a nossa gratidão por isso. Num universo alternativo sem o Monopólio, não há Scythe, Rising Sun ou Codenames.

    Segundo, o Monopólio conseguiu abrir as comportas enquanto era um jogo decididamente ultrapassado. Mostrou aos criadores de jogos da nossa geração o que não fazer, e ajudou muitos jogos a evitar líderes descontrolados, confiança excessiva na sorte, implementação não criteriosa da eliminação de jogadores e duração do jogo onerosa.

     

  •  

    View this post on Instagram

    Positivity photo 262 ♥️ my character is coming to isolate ♥️ #breastcancer #pten #phts #cowdensyndrome #warrior #thinkpink #juststrong #cancerunder30 #cluedo #familytime

    A post shared by Jodie Harris (@missjodieharris) on

    6. Cluedo

    Até os jogos mais puramente intelectuais, como o Xadrez ou o Go, têm elementos de bluff e dedução. Você está sempre a tentar analisar os movimentos dos seus oponentes e a reagir de acordo. Pista (ou para aqueles que soletram cores com um “u” – Cluedo), foi o primeiro jogo no mercado de massas a fazer bluff e dedução a determinada altura explícita do jogo.

    Está fora da mansão, sim, exatamente onde Miss Scarlet cometeu um assassinato com uma espingarda de chumboa na sala do bilhar. Nasceram jogos de tabuleiro mais sofisticados que recebem elogios da crítica nos dias de hoje. Estamos a falar por exemplo do, Mysterium, Sherlock Holmes Consulting Detective e Mansions of Madness.

     

    View this post on Instagram

    🧠 #mozgalice #othello #reversi #sarajevo #woodcraft @mozgaonicabh

    A post shared by GordanaE. (@go_ga15) on

    7. Othello ou Reversi

    Gamão, Xadrez, Damas, Go. Estes são jogos muito, muito antigos. Como tal, são jogos de estratégia abstratos puros, sem serem marcados pelos temas efémeros dos dias dos jogos de tabuleiro modernos.

    O Othello não é um jogo antigo, contudo parece que poderia ter sido lançado ainda em 1883. O Othello reuniu qualidades de estratégia abstrata num novo pacote, preparando as bases para Santorini, Patchwork, Azul, Onitama entre outros jogos modernos.

     

    https://www.instagram.com/p/B-sV_7QKvLU/

    8. Trivial Pursuit

    O Trivial Pursuit é um conceito simples e, como o Pictionary, o conselho não importa muito. O motor principal do jogo é alimentado por responder a perguntas sobre tudo e qualquer coisa. Basicamente, todas as noites de trivia de bares ou restaurantes se resumiam num único jogo.

    O Trivial Pursuit tem mais de cinquenta versões especiais, que lançaram as bases para jogos como Ticket to Ride para lançar várias versões de um jogo baseado no mesmo mecanismo. O Trivial Pursuit troca as perguntas e Ticket to Ride troca os mapas. O último não seria possível sem o primeiro.

    De qualquer forma, o prodigioso crescimento do Trivial Pursuit como saga aumentou o interesse em jogos de festa, alimentando prazeres como Balderdash, Codenames e Dixit no futuro.

     

    https://www.instagram.com/p/BpJGZszBIF2/

    9. Pictionary

    O Pictionary é um jogo super simples. Em última análise, tudo se resume a desenhar uma imagem para os outros adivinharem o que é. É como charadas com desenhos em vez de ações.

    O tabuleiro é praticamente um vestígio do jogo como uma experiência completa. A única coisa que importa são os desenhos e como as pessoas adivinham o que são. Qualquer pessoa de qualquer idade pode entrar no jogo e divertir-se tornando-o extremamente acessível e uma maneira divertida de passar o tempo. Este jogo tornou possível o Concept and Telestrations, e por isso podemos ser gratos.

     

  •  

    View this post on Instagram

    #gaming #starwars #confinement #kids #risk #famille #family 🎈🎈🎈❤️

    A post shared by Gaby Echeverri (@echeverrig) on

    10. Risco ou Guerra

    O risco é o jogo de guerra mais popular no mercado de massas. Ganhou vida no final dos anos 50. O foco está na mais antiga das ambições humanas: conquistar o mundo. Para a maioria dos jogadores de tabuleiro, o Risco foi o primeiro jogo a apresentar conceitos como controlo e influência de área, pelo menos de uma maneira não abstrata. O risco é um jogo visceralmente real, com sucesso e falhas explicitadas no mapa para todos verem.

    Este jogo lançou as bases para outros jogos de domínio mundial, como Axis & Allies e Twilight Struggle. Sim, existem jogos muito melhores por aí hoje em dia. Este é o jogo ao qual devemos gratidão, porque ajudou a apresentar o mundo aos jogos de guerra.



    Mais: , | Por: Rita Ferraz