Os 10 destinos mais seguros de Verão de 2020 pós coronavírus

Neste último mês os países da Europa estão gradualmente a reduzir as restrições ao coronavírus, ao abrirem novamente as fronteiras e a criar novas maneiras de garantirem viagens seguras aos seus visitantes. As férias de Verão na Europa estão tornar-se uma possibilidade cada vez mais realista para viajantes que desejam desfrutar de umas férias de Verão ainda em 2020.

Juntamente com conceitos criativos como “pontes aéreas”, “bolhas de viagem” e “corredores para férias” entre países que saíram oficialmente da crise do coronavírus (e não exigem quarentena para visitantes), governos, instituições internacionais e organizações especializadas de turismo estão a surgir com novas iniciativas e protocolos, primeiro para permitir a retoma das viagens de férias além-fronteiras e, depois de algumas semanas, das viagens internacionais a tempo da época de verão.

Muitos países europeus estão a abrir as suas fronteiras, voos e consequentemente os hotéis também estão a reabrir agora.

  • Para ajudar os viajantes que depois de semanas ou meses de confinamento querem viajar para a Europa, mas não sabem para onde viajar e que medidas de segurança estão a ser tomadas em diferentes países e regiões fizemos uma lista de 10 destinos menos afetados pelo Covid-19.

    Estes destinos também beneficiam da proximidade de hospitais, com um número maior de camas hospitalares por habitante do que a maioria dos países europeus. No entanto estes países implementaram protocolos muito específicos sobre higiene e acomodações, restaurantes e lojas. Impuseram medidas como a troca de filtros de ar condicionado entre estadia de cada viajante, disponibilidade de máscaras e distanciamento social.

  • Gearbest $39.99 for Lenovo E1 1.33-inch TFT Screen Sports Smartwatch Global Version promotion
  • Antes de viajar para qualquer um dos lugares bonitos tenha sempre em conta as seguintes regras de segurança:

    Permaneça vigilante e não esqueça da distância de segurança, o distanciamento social, o uso de máscaras quando possível e sempre que necessário;

    Evite viajar se não estiver bem de saúde;

    Pessoas com mais de 70 anos, com muito peso ou com problemas respiratórios devem ser particularmente vigilantes;

    É responsabilidade dos viajantes proteger os seus entes queridos e residentes mais frágeis nos países anfitriões.

    Tendo em conta estes aspetos vamos descrever 10 destinos de sonho.

     

    1. Vilnius – Lituânia

    Está localizada no sudeste da Lituânia, Vilnius é a capital e a maior cidade do país. A arquitetura da sua cidade velha é Património Mundial da UNESCO.

    Antes da Segunda Guerra Mundial, Vilnius era um dos maiores centros judeus da Europa, o que levou ao seu apelido de “Jerusalém da Lituânia”.

    Vilnius é um destino perfeito para famílias, amantes ou viajantes individuais, de acordo com a European Best Destinations (EBD), que descobriu que é “duas vezes mais segura que a maioria das capitais europeias”.

    “Vilnius tem muitas faces: é a cidade velha labiríntica, a sua elegante área comercial, o seu elegante centro, as suas muitas praças e parques abertos, os seus subúrbios históricos, todos eles se misturam no senso harmonioso de unidade”

    A renomeada cidade velha está situada num vale pitoresco entre os rios Vilnia e Neris, próximo ao forte, que era guardado pelo castelo de Vilnius no passado.

    Se ainda tem receio de viajar? Pense em Vilnius no Natal. O seu mercado de Natal é um dos mais bonitos da Europa e a sua árvore de Natal é classificada como o primeiro lugar das mais belas árvores de Natal da Europa.

    Com 20 vezes menos pessoas infetadas pelo coronavírus do que nos países europeus mais afetados, a Lituânia também possui uma alta média de camas hospitalares por habitante. (Só a Alemanha e a Áustria se saem melhor na Europa).

    Reabre para turismo a 1 de Julho. Não é necessária quarentena.

     

    View this post on Instagram

    warm autumn day ☀️ 📸 by Razvan Negru 👏

    A post shared by Sibiu, Romania 🇷🇴 (@sibiu_romania) on

    2. Sibiu – Roménia

    Sibiu é uma cidade histórica e bonita na Transilvânia, a noroeste de Bucareste, capital da Roménia. Abrangendo o rio Cibin e apelidado de A cidade dos olhos, Sibiu é um destino turístico conhecido por visitantes nacionais e estrangeiros.

    Conhecida pela sua cultura, história, gastronomia, arquitetura diversificada (incluindo as suas casas icónicas com olhos que deram apelido à cidade) e as suas maravilhas naturais, a cidade tornou-se um destino turístico cobiçado.

    Em 2004, o centro histórico tornou-se Património Mundial da UNESCO. Em 2007, foi designada a Capital Europeia da Cultura. Um ano depois, foi classificado como o 8º lugar mais idílico da Europa para se viver. Em 2019, foi nomeada Região Europeia de Gastronomia. Em 2020, foi designado o sexto melhor destino turístico da Europa pela EBD.

    Sibiu desenvolveu muitos espaços verdes na cidade, mas também mobilidade reduzida, espaços de lazer e parques, é considerado um dos destinos da Europa com a melhor qualidade de vida.

    Juntamente com outras regiões, incluindo as ilhas dos Açores, em Portugal, Sibiu segue políticas rígidas para combater o aquecimento global e proteger o meio ambiente. Também está comprometida com o desenvolvimento sustentável do turismo, com base no respeito à natureza e aos seres humanos.

    Teve 15 vezes menos casos de Covid-19 na Roménia do que nos países europeus mais afetados. Alguns destinos como o condado de Sibiu não tiveram mortes relacionadas à pandemia. A Roménia tem mais camas hospitalares disponíveis por habitante do que a Bélgica, a Suíça ou a Holanda.

    Reabre para turismo a 1 de Julho.

     

    View this post on Instagram

    Happy Friday! Have you visited one of the many amazing rooftop bars in Vienna? 🥂🌇 by @oli8ia #ViennaNow

    A post shared by Wien | Vienna (@viennatouristboard) on

    3. Viena – Áustria

    Viena é visitada por amantes da história, amantes e famílias que procuram um destino seguro e tranquilo ao longo do ano.

    “Viena é frequentemente selecionada por esse motivo, que não é apenas um sentimento, mas uma realidade: a taxa de crimes é três vezes menor nesta capital do que em qualquer outra capital europeia”, segundo a EBD.

    Com muitos parques e meios de transporte ecológicos, Viena é uma das cidades com a melhor qualidade de vida da Europa. É um bom compromisso para quem visita a cidade e para os amantes da natureza.

    A Áustria foi menos afetada do que outros países europeus, com até 10 vezes menos pessoas infetadas. Se você preferir não se apressar para reservar as suas férias agora. Descubra Viena no Natal: os seus mercados de Natal estão classificados entre os melhores mercados de Natal da Europa.

    Reabre para turismo a 1 de Julho. Antes dessa data, é necessário um certificado de saúde na entrada, que informe que o viajante não está infetado.

     

    View this post on Instagram

    Today's morning walk in Valletta ♥️ * TAG US ➡️ @maltainfoguide or #maltainfoguide to be featured 📸 * Did you hear we have a website about Malta 🇲🇹 😮 Click Me ➡️ @maltainfoguide to have a peek ❤️ * * #malta #maltagram #instamalta #maltaphotography #lovemalta #malta🇲🇹 #maltauncovered #maltacharm #maltalovers #discovermalta #igmalta #igersmalta #visitmalta #vivereamalta #maltatravel #travelmalta #beautifulmalta #malta_vgb #maltalife #ilovemalta #unlimitedmalta #maltaismore #maltaisamazing #valletta #vallettamalta #valetta #valettamalta

    A post shared by Your Travel Site To Malta 😍 (@maltainfoguide) on

    4. Malta

    O turismo na ilha de Malta representa 15% do produto interno bruto do país. Além das águas azul-turquesa do Mar Mediterrâneo, Malta tem uma rica história e herança cultural.

    “Descubra os tesouros e riquezas de um dos destinos mais bonitos da Europa”, relata a EBD. “Coloque a sua toalha de praia na Riviera Bay Beach ou numa das muitas outras praias de Malta. Se você realmente quer se distanciar da multidão neste verão, também pode reservar a sua estadia em Gozo. A ilha é menor que a ilha principal e ideal para os amantes da natureza, caminhantes ou mergulhadores.”

    Malta teve até 55 vezes menos casos de coronavírus do que nos países europeus mais afetados. Malta tem mais camas hospitalares por residente do que a Finlândia, Irlanda ou Reino Unido e os seus hospitais não estão superlotados e podem acomodar viajantes, se necessário.

    Reabre as fronteiras a 1 de Junho, enquanto a estação turística recomeça a 1 de Julho.

     

    View this post on Instagram

    Одно из излюбленных туристами ⛰🍃мест, здесь получаются отличные фото📸ах…этот прекрасный вид😎👌 • • • #travelgeorgia #visitgeorgia #lovegeorgia #lovetraveling #spend4seasonsingeorgia #spendyoursummeringeorgia #spendyourtimeingeorgia #gruzija #ananuri #tbilisi #batumi #georgia🇬🇪 #georgia❤ #georgiatravel #georgia #traveller #travel #triptogeorgia #mountains🗻 #грузия❤ #грузия🇬🇪 #грузия #сакартвело #ананури #отдыхвгрузии #тбилиси #отпусквгрузии #батуми #летовгрузии #путешествие

    A post shared by Amazing tours in Georgia🇬🇪 (@lammaze) on

    5. Tbilisi – Geórgia

    Tbilisi é a capital da Geórgia, um dos países menos afetados pelos países com coronavírus. A Geórgia reagiu muito rapidamente com medidas que mantêm uma epidemia num nível extremamente baixo. Existem até 260 vezes menos casos do Covid-19 na Geórgia do que nos países mais afetados.

    O país reabre as suas fronteiras a 1 de Julho e já implementou medidas de saúde para proteger os viajantes e os seus cidadãos para umas férias seguras e relaxantes.

    Tbilisi é um destino de mente aberta, passado obscuro, presente e futuro, cultura e lazer. Mais moderna do que nunca, uma cidade é um destino ideal para cultura, gastronomia, diversidade e arquitetura.

    Com magníficos edifícios haussmannianos, misturam-se com uma arquitetura da Idade Média, neoclássica, soviética e extremamente moderna. A Geórgia possui mais camas hospitalares por mil habitantes do que a Suécia e a Dinamarca, e Tbilisi é até cinco vezes mais segura (taxa de criminalidade) do que Paris ou Londres.

    A cidade possui uma grande oferta de apartamentos turísticos, muito procurada pelos viajantes agora, além de pequenos hotéis boutique e pousadas.

     

    View this post on Instagram

    A post shared by Eddie Kastamonitis (@kastamonitis) on

    6. Corfu – Grécia

    “Esta ilha paradisíaca da Grécia é um destino perfeito para recarregar as suas baterias após este período de grande stress”, afirma a EBD.

    A Grécia é um dos países europeus menos afetados pelo coronavírus (até 50 vezes menos pessoas infectadas do que nos países europeus mais afetados). O sistema de saúde grego nunca foi sobrecarregado durante esta crise de saúde. Além disso, o país possui mais camas hospitalares per capita do que muitos países europeus. Corfu combina relaxamento, sol e natureza.

    Reabre para turismo a 1 de Julho.

     

  •  

    View this post on Instagram

    За последние 2-3 месяца, где-то не так далеко от нас в Турции было уже несколько землетрясений. В Батуми это ну очень ощутимо🤪 Последние 2 были вчера-позавчера. Я как человек не опытный подумала, что это у меня уже голова куда-то едет, а не я на стуле😂🤦🏼‍♀️ Ощущения такие странные как будто голова закружилась и падаешь, то ли как будто стул катится. Все это происходит буквально пару секунд. После оглядываешься на всех, видишь что все в непонятках и успокаиваешься🙃 . #Батуми #Грузия #тбилиси #сакартвело #batumi #tbilisi #orbi #квартирабатуми #apartamentsbatumi #экскурсиибатуми #mood #soon #husky #dog #traveldog #georgia

    A post shared by 🖤ИННА🖤ГРУЗИЯ 🖤ПРЕСЕТЫ (@inna_iashvili) on

    7. Batumi – Geórgia

    Batumi, localizada na costa do Mar Negro, no sopé do Cáucaso, no sudoeste da Geórgia, é a capital da República Autónoma de Adjara e a segunda maior cidade do país.

    Apelidada de “Las Vegas do Mar Negro”, Batumi, de acordo com a EBD, “é uma mistura esplêndida de belas paisagens, cultura vibrante e hospitalidade lendária. Esta bela cidade convida você a experimentar o contraste de locais históricos antigos, bem como o seu estilo de vida moderno.”

    Não é apenas um dos destinos mais seguros da Europa para o coronavírus, Batumi é um dos mais seguros, com uma taxa de criminalidade até cinco vezes menor do que a maioria das capitais europeias.

    “A região de Adjara tem uma diversidade de tirar o fôlego: o mar com longas praias, montanhas altas, monumentos culturais, mosteiros, pontes em arco, belos lagos e aldeias autênticas. Aqui, você degustará vinhos locais e culinária desconhecida, sentirá o poder do ecoturismo, certamente irá ficar um hóspede entre anfitriões de coração aberto. As suas montanhas, que ficam perto do céu, farão-no sentir-se em harmonia com a natureza. Batumi também é perfeita no Outono: as temperaturas em Setembro e Outubro são muito agradáveis.

    Batumi tem mais de 30 hospitais, incluindo hospitais universitários, que não estão superlotados desde o início da pandemia.

    Reabre para turismo a 1 de Julho. Não é necessária quarentena.

     

    View this post on Instagram

    Μετά από μια μικρή αποχή επιστρέφουμε με μια ειδυλλιακή φώτο! Ηλιοβασίλεμα στη Φιλιππιαδα Πρέβεζας πίσω από τα Θεσπρωτικα όρη και τα βουνά του Σουλίου. Καλό βράδυ! #ηλιοβασίλεμα #ηλιοβασιλεμα #ηλιοβασιλέματα #sunset #sunsetphotography #sunsetlover #sunsetlovers #preveza #preveza_greece #filippiada #θεσπρωτία #πρεβεζα #instafoto #instaphoto #moments #nature

    A post shared by Blog-busters (@blogbusters.gr) on

    8. Preveza – Grécia

    Sol, inúmeras praias (incluindo uma das mais longas da Europa), culinária mediterrânea, uma marina cheia de iates, Preveza aparece em quinto lugar na lista de destinos de férias mais seguros da Europa. Situada na foz do Golfo da Ambrácia, com o Mar Jónico do outro lado, Preveza é “uma ilha no continente” em Epiruswill, noroeste da Grécia.

    Medidas sanitárias foram tomadas cedo para dar as boas-vindas aos viajantes em Preveza (quatro metros entre guarda-sóis, filtros de ar condicionado trocados entre cada estadia em quartos de hotel que são constantemente desinfetados).

    Preveza está cercada por três hospitais (um deles numa universidade) e está localizada a apenas 10 minutos de carro do aeroporto de Aktion. A Grécia tem mais leitos hospitalares per capita do que o Reino Unido ou o Canadá.

    Reabre para turismo a 1 de Julho. Não é necessária quarentena.

     

    View this post on Instagram

    MONDAY🌅

    A post shared by Matej Topic (@matejtc) on

    9. Zagreb – Croácia

    Zagreb está entre os lugares favoritos para visitar nas listas da EBD: um “destino favorito dos viajantes” na Croácia, um “destino imperdível para uma pausa na cidade”, o ponto de partida para uma viagem na Croácia, “um destino romântico” por toda parte o ano e um destino reconhecido pelo mercado de Natal.

    Com uma história rica que data da época romana, é a capital e a maior cidade do país, localizada no noroeste ao longo do rio Sava, no sopé das encostas sul da Montanha Medvednica.

    A Croácia foi bastante poupada do coronavírus, com até 20 vezes menos pessoas infectadas do que qualquer outro país europeu. Bem equipada na área da saúde, também possui mais camas hospitalares por habitante do que a maioria dos países europeus.

    “Venha desfrutar dos seus milhares de terraços no verão, leia o jornal ou assista a uma partida de futebol (os croatas são apaixonados por futebol), visite os seus muitos belos parques, maravilhas arquitetónicas e monumentos históricos. Também é uma cidade muito Instagramavel”, afirma a EBD.

    Reabre para turismo a 1 de Julho. Não é necessária quarentena.

     

  •  

    View this post on Instagram

    Enjoying the sunset over Kotor, Montegero 🌤 well worth the 1350 steps to the top of the city walls for that view!

    A post shared by Umit Yoruk | @iamtravelr (@iamtravelr) on

    10. Kotor – Montenegro

    Isolada no Golfo de Kotor, esta cidade costeira em Montenegro é definida pela EBD como “um dos destinos mais bonitos da Europa para viajantes apaixonados, amantes da gastronomia, amantes da natureza e um refúgio de paz para a natureza, trekking, caminhada ou ciclismo.”

    O antigo porto mediterrâneo de Kotor é cercado por fortificações construídas durante o período veneziano, considerado uma das partes mais recuadas do mar Adriático. Alguns chamaram de fiorde mais ao sul da Europa, porém é um desfiladeiro submerso.

    Juntamente com as falésias calcárias de Orjen e Lovćen, Kotor e os seus arredores formam uma paisagem impressionante. Kotor assistiu a um aumento recente de turistas atraídos pelo ambiente natural do Golfo e pela cidade velha. Kotor faz parte do Património Mundial, apelidado de Região Natural e Cultural e Histórica de Kotor, e a cidade fortificada está incluída na lista de Patrimónios Mundiais da UNESCO como parte das Obras de Defesa Venezianas entre os séculos XV e XVII.

    Embora tenha havido muito poucos casos de coronavírus no Montenegro (60 vezes menos que nos países mais afetados), Kotor permaneceu numa zona verde durante a crise, sem nenhum caso de coronavírus detectado. O Montenegro tem mais camas hospitalares per capita disponíveis do que a Noruega, Irlanda e Canadá.

    Reabre para turismo a 1 de Julho. Não é necessária quarentena.



    Mais: , , , | Por: Rita Ferraz