As 10 melhores pastas Italianas

 

1. Tagliatelle al ragù alla Bolognese

Mesmo que muitas vezes sejam considerados sinónimos, tagliatelle al ragù é um dos pratos de assinatura de Bolonha. Tem pouca ou nenhuma semelhança com o prato conhecido como espaguete à bolonhesa no resto do mundo. Na verdade, o mundialmente famoso molho de carne italiano ragù alla Bolognese nunca é servido com esparguete em Bolonha.

Em vez disso, quando não é servido sobre tagliatelle fresco, você geralmente vai encontrá-lo no topo de uma cama de alguma outra massa em forma de fita, como fettuccine ou pappardelle. Independentemente do tipo de massa utilizada, o que faz ou quebra este prato clássico emiliano é o próprio ragù.

 

2. Pasta carbonara

A carbonara que conhecemos hoje é preparada simplesmente atirar o esparguete com guanciale (papada de porco curada), gema de ovo e queijo pecorino romano. Apesar da sua simplicidade, este prato continua a ser um dos favoritos de Roma, igualmente popular em todo o país.

Embora a carbonara seja considerada um prato típico romano nos dias de hoje, as suas origens são bastante vagas e muitas vezes contestadas. Afirma-se que o nome deriva dos carbonari, lenhadores e carvoeiros que viviam nas montanhas dos Apeninos a nordeste de Roma e que supostamente cozinhavam o seu macarrão em fogo de carvão de lenha e o misturavam com ovos e queijo.

 

3. Lasagne alla Bolognese

Este rico e farto piatto unico (prato único, refeição de um prato) é tradicionalmente feito de camadas de massa caseira de lasanha de ovo fresca com sabor de espinafres, coberta com molho bechamel e um molho de carne rico chamado ragù alla Bolognese.

Por último, a lasanha à bolonhesa é generosamente polvilhada com o rei dos queijos Emilian, Parmigiano-Reggiano, e assada até ficar macia por dentro com uma cobertura perfeitamente crocante e dourada. Este clássico assado no forno é um prato típico da região da Emilia-Romagna e, especificamente, da cidade de Bolonha.

 

4. Spaghetti alle vongole

Rápido e fácil de preparar, mas com um sabor forte, o esparguete alle vongole é um prato tradicional napolitano composto por apenas dois ingredientes principais: amêijoas vongol e massas. No entanto, existe um debate acalorado considerando os ingredientes secundários, principalmente o tomate.

Os puristas adoram o prato original, feito sem tomate, conhecido como versão bianco, enquanto os demais preferem uma versão com tomate amassado, ou uma versão com molho de tomate, conhecido como spaghetti alle vongole con la salsa di pomodoro.

Questões semelhantes surgem em relação à adição ou omissão de peperoncino e pimenta no prato.

 

5. Amatriciana

Este prato recebeu o nome de Amatrice, uma cidade provinciana nas Colinas Sabinas a nordeste de Roma. O icónico molho Amatriciana costuma ser considerado parte da “santíssima trindade da massa romana”, juntamente com a carbonara e o cacio e pepe. A Amatriciana foi inventada no século 17 com a adição de tomates ao já famoso molho gricia – tomates em cubos são salteados em gordura proveniente de pedaços suculentos de guanciale (papada de porco curada) e depois misturados com queijo pecorino ralado e espaguete ou macarrão bucatini.

A primeira receita de Amatriciana foi publicada no livro de receitas de 1790, L’Apicio Moderno, de Francesco Leonardi, um renomado chef e autor romano. Com o tempo, este prato italiano clássico tornou-se tão popular que apareceu em vários filmes, desde o filme An American in Rome, de Alberto Sordi, de 1954, e o de Luciano Salce, de 1978, Where Are You Going on Holiday? para Eat Pray Love, de Ryan Murphy, em que Julia Roberts devora alegremente uma porção de espaguete all’Amatriciana enquanto está sentada no terraço de uma típica osteria romana.

 

  •  

    6. Spaghetti aglio e olio

    Este clássico italiano atemporal é outro alimento básico da cucina povera – a cozinha tradicional de estilo camponês italiano que faz o máximo possível com o mínimo de ingredientes. Mesmo que o nome oficial deste prato simples e icónico se traduza literalmente para esparguete, alho e óleo, o ingrediente essencial que adiciona um toque picante e um toque agradável de calor é a pequena pimenta vermelha conhecida em italiano como peperoncino rosso ou diavolillo (diabinho), como é carinhosamente referido em algumas partes do país.

    O prato é feito simplesmente misturando o esparguete com o alho e a pimenta-malagueta picada refogada no azeite. Às vezes, é sugerido que esta receita básica de massa possa ter se originado nas regiões vizinhas de Abruzzo e Campânia, no entanto a Academia Italiana de Cozinha listou oficialmente o espaguete aglio e olio como um prato típico da Lazio.

     

    7. Tortelli

    O Tortelli é uma variedade de massa italiana recheada preparada em alguns formatos: quadrada, semicircular ou arredondada e torcida. A massa é popular em toda a Itália, especialmente na Toscana, Lombardia e Emilia-Romagna. Um dos pratos mais famosos dessa variedade de massas é o tortelli con zucca, onde os tortelli são recheados com abóbora, biscoitos triturados e queijo parmesão.

    O prato é coberto com mais queijo e um molho de manteiga e sálvia.

     

    8. Cacio e pepe

    Este antigo prato de origem romana é considerado um dos pratos italianos mais simples e saborosos. Cacio e pepe consiste em macarrão (geralmente esparguete), queijo Pecorino Romano envelhecido, sal e muita pimenta do reino moída. Como os ingredientes são fáceis de transportar e não se estragam facilmente, já foi o prato preferido dos pastores romanos.

    A pimenta picante protegia os pastores dos efeitos do frio noturno, enquanto a massa fornecia os carboidratos de que necessitavam para realizar o seu árduo trabalho. No entanto, esta refeição simples é tão boa que o famoso chef e personalidade da televisão Anthony Bourdain a descreveu afirmando que “poderia ser a melhor coisa da história do mundo”.

     

    9. Spaghetti alla puttanesca

    Uma entrada napolitana clássica conhecida localmente simplesmente como aulive e chiappariell (azeitonas e alcaparras), o spaghetti alla puttanesca é um prato de massa do sul da Itália, frequentemente acompanhado por teorias totalmente inadequadas e quase sempre imprecisas sobre a origem e o significado do seu nome.

    Embora a palavra italiana puttana se traduza literalmente para prostituta e muitas pessoas acreditem que este prato de massa foi criado no início do século 20 nos bordéis de Nápoles para ser servido aos hóspedes após os seus cansativos encontros sexuais, em italiano coloquial usa-se a palavra puttanata para descrever algo sem valor ou inútil, refletindo o facto de que a puttanesca é tão rápida e fácil de fazer, usando ingredientes simples e humildes e muitas vezes até sobras.

     

  •  

    10. Pasta alla Norma

    Este clássico siciliano é tradicionalmente feito com molho de tomate, berinjela, queijo ricota salata e manjericão fresco. Afirma-se que o nome do prato é uma homenagem a La Norma, a famosa ópera composta por Vincenzo Bellini em 1831. Segundo a lenda, enquanto trabalhava na ópera, Bellini frequentava um restaurante local em Catânia, onde sempre pedia a mesma prato de massa.

    Como uma homenagem ao compositor nascido em Catânia, o dono do restaurante decidiu batizar o prato com o nome da sua ópera, sugerindo a grandeza do macarrão alla Norma ao compará-lo à obra-prima de Bellini.



    Mais: , | Por: Rita Ferraz