Lifestyle

As 10 coisas mais virais de sempre na Internet

 

1. Gangnam Style

Lançado em 2012, “Gangnam Style” é um videoclipe do artista sul-coreano Psy. Esta música cativante da K-pop acompanhada por uma rotina de dança excêntrica tornou-se uma sensação global. Psy rapidamente tornou-se viral, quebrando recordes e foi o primeiro vídeo do YouTube a atingir um bilião de visualizações. O estilo único, a coreografia enérgica e a estética bem humorada cativaram o público em todo o mundo.

 

2. Charlie Bit My Finger

Em 2007, um pequeno videoclipe intitulado de “Charlie Bit My Finger” foi carregado no YouTube. O vídeo mostra uma criança chamada Charlie a morder o dedo do seu irmão mais velho, resultando numa mistura de dor e riso. A natureza da relação entre irmãos e divertida do vídeo levou à sua ampla popularidade e inúmeras paródias e remixes ao longo dos anos.

 

3. Baby Shark Dance

“Baby Shark Dance” é uma rotina de música e dança infantil que ganhou uma imensa popularidade em 2018. Criada pela marca educacional sul-coreana Pinkfong, a melodia cativante e a coreografia simples chamaram a atenção de crianças e dos seus pais em todo o mundo. O videoclipe tornou-se uma sensação viral, acumulando biliões de visualizações no YouTube.

 

4. Evolution of Dance

“Evolution of Dance” é uma performance cómica de Judson Laipply, mostra a evolução dos movimentos de dança de diferentes épocas e géneros. Carregado em 2006, o vídeo rapidamente ganhou força e tornou-se um dos vídeos mais assistidos da internet na época. A performance enérgica e divertida de Laipply ressoou com os expectadores e gerou conversas sobre a nostalgia e a evolução das tendências da dança popular.

 

5. The Dress

Partilhado nas redes sociais em 2015, “The Dress” é uma fotografia que gerou um intenso debate e confusão em todo o mundo. A imagem mostrava um vestido, e as pessoas percebiam as suas cores de um maneira completamente diferente, como azul, preto ou branco e até mesmo dourado. Essa ilusão de ótica cativou o público, levando a discussões acaloradas sobre a perceção de cores e memes virais em torno do fenómeno.

 

  •  

    6. Kony 2012

    “Kony 2012” é um vídeo em estilo documentário lançado em 2012 com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre Joseph Kony, o líder do Exército de Resistência do Senhor (LRA) em Uganda. O vídeo rapidamente ganhou força e tornou-se um dos artigos mais partilhados e discutidos nas redes sociais. Destacou o poder do ativismo online, esclarecendo as atrocidades cometidas pelo LRA e incentivando os espetadores a agir.

     

    7. Damn Daniel

    Em 2016, um pequeno videoclipe intitulado de “Damn Daniel” ganhou imensa popularidade. O vídeo apresenta comentários bem-humorados de um amigo sobre as suas roupas da moda, principalmente os seus ténis Vans brancos. A frase cativante “Damn Daniel” rapidamente tornou-se uma sensação viral, levando a memes e paródias generalizados.

     

    8. Ice Bucket Challenge

    O “Desafio do Balde de Gelo” surgiu como uma tendência viral das redes sociais em 2014. O desafio envolvia indivíduos a derramarem baldes de água gelada sobre si mesmos para aumentar a conscientização e os fundos para a pesquisa da esclerose lateral amiotrófica (ALS). Muitas celebridades e figuras públicas participaram no desafio, ajudando a divulgar a sua popularidade e a promover doações de caridade.

     

    9. Harlem Shake

    O “Harlem Shake” foi uma tendência de vídeo de dança que ganhou uma atenção significativa em 2013. Envolvia um pequeno videoclipe em que uma pessoa inicialmente dança sozinha, cercada por outras aparentemente inconscientes. No entanto, quando a batida cai, todo o grupo entra em erupção numa rotina de dança selvagem e enérgica. A tendência rapidamente se tornou viral, inspirando inúmeras interpretações criativas e bem-humoradas do “Harlem Shake” em vários locais.

     

  •  

    10. Dancing Baby

    A animação “Dancing Baby” originou-se de um modelo de personagem 3D criado por Michael Girard em 1996. O modelo apresentava um bebé a fazer uma dança “cha-cha” e tornou-se amplamente conhecido quando foi incorporado à série de televisão “Ally McBeal” em 1998 Na série, o bebé animado apareceu como uma alucinação para um dos personagens.

     

    Depois de ir para o ar na televisão, o clipe rapidamente ganhou popularidade, pois os expectadores acharam-no engraçado e cativante. Tornou-se um dos primeiros vídeos virais a circular amplamente na Internet através de cadeias de e-mail e das primeiras plataformas de redes sociais na época. A natureza adorável e divertida do bebé dançante tornou-o um fenómeno memorável e amplamente partilhado.

  • Embora o “Dancing Baby” possa não ter alcançado o mesmo nível de alcance e impacto global dos artigos virais acima descritos, ele ocupa um lugar significativo na cultura da Internet como um dos primeiros exemplos de um artigo que chamou a atenção generalizada e tornou-se uma sensação viral.

    Deixe o seu comentário