As 10 cidades mais bonitas do Afeganistão

O Afeganistão é historicamente um país com uma vasta mistura de culturas, na encruzilhada de vários povos, desde a Rota da Seda até à invasão soviética. Diversificado pela sua história, este país sem litoral possui algumas belas cidades, repletas de monumentos históricos de grande importância cultural. De Jalalabad na parte oriental a Balkh na parte norte, aqui estão algumas das cidades mais bonitas do Afeganistão.

  •  

    1. Faizabad

    Localizada na parte nordeste do Afeganistão, Faizabad era historicamente remota devido às más ligações rodoviárias, o que ajudou a manter a cultura local intacta. Até os dias de hoje, dois bazares ainda funcionam em Faizabad, onde comercializam diversos artigos como tecido de algodão, talheres e mantimentos como chá, açúcar e sal. Parte da arquitetura histórica está em ruínas, no entanto outros fortes, mesquitas e santuários ainda estão intactos e contam a história da região.

     

    2. Jalalabad

    Jalalabad, na parte oriental do país, é considerada uma das cidades mais bonitas do Afeganistão graças às grandes áreas verdes e água ao redor. Foi um posto avançado de Ahmad Shah Durrani, o fundador do Afeganistão moderno, que usou a cidade durante as suas campanhas militares na Índia. A arquitetura em Jalalabad é linda, do Mausoléu do Rei Amanullah Khan às mesquitas e à Universidade de Nangarhar.

     

    3. Samangan

    Localizada no norte do Afeganistão, a pequena cidade de Samangan costumava ser um ponte de paragem para caravanas medievais. Também fazia parte dos territórios onde a expansão budista alcançou por volta dos séculos IV e V. O lugar chamado Takht-e-Rustam fica numa colina perto da cidade, e é um dos principais exemplos da arquitetura do período, com uma mistura de estilo budista. Todas as quintas-feiras acontece o mercado semanal, uma atividade tradicional milenar ainda preservada. Especialmente interessantes são os artesãos que se especializam em instrumentos musicais exibindo as suas obras de arte.

     

    4. Bagram

    Localizada ao norte da capital Cabul, a pequena cidade de Bagram foi, nos tempos antigos, uma importante passagem da Rota da Seda para os mercadores vindos da Índia antiga. As primeiras menções referem-se a um assentamento persa, seguido pelo planeamento urbano de influência grega e outros governantes árabes. Como resultado, as obras de arte encontradas dentro e ao redor da cidade são uma mistura dos estilos helenístico, árabe e indiano no que foi chamado de arte greco-budista, típica da Ásia Central.

     

    5. Bamiyan

    Localizada no centro do Afeganistão, Bamiyan é uma das últimas cidades onde a expansão budista atingiu. Outro lugar culturalmente rico, na encruzilhada do Oriente e do Ocidente, a arqueologia de Bamiyan revela uma mistura de influências turca, grega, persa, indiana e chinesa. Famosa pelas estátuas gigantes de Buda, destruídas em 2001, as descobertas posteriores na área incluem algumas cavernas com pinturas de parede dos séculos V e IX e outra estátua gigante, chamada Buda Reclinado.

     

  •  

    6. Herat

    Herat é uma cidade antiga no oeste do Afeganistão, com várias ruínas e locais históricos de interesse, como a Cidadela de Herat ou o Mausoléu da Rainha Goharshad. A Mesquita de Sexta-feira começou no ano 1.200 DC e foi concluída ao longo dos séculos. Hoje, o complexo da Grande Mesquita ainda preserva parte da sua decoração original, mesmo que a maioria tenha sido substituída por obras mais recentes. Atrás da entrada principal, há uma loja de artesãos onde você pode ver os artesãos a trabalhar, a cortarem ladrilhos, a trabalharem o mosaico e a organizarem as novas peças.

     

    7. Mazar-e Sharif

    Diz a lenda que a cidade de Mazar-e Sharif deve a sua existência a um sonho a partir do qual foi construído um santuário e, gradualmente, toda a cidade à sua volta. É mais conhecida pelos turistas como a cidade da Mesquita Azul, referindo-se ao santuário de Hazrat Ali no centro. Mazar-e Sharif é a capital da província de Balkh e um local historicamente integrado por várias civilizações, o que a torna multi-étnica e repleta de contrastes interessantes.

     

    8. Kandahar

    Alexandre o Grande fundou a cidade de Alexandria Arachosia em 329 aC, no lugar do que hoje é conhecido como Kandahar. A segunda maior cidade do Afeganistão é uma das comunidades humanas mais antigas conhecidas, com uma história e cultura intrincadas. Um dos lugares mais interessantes para se visitar em Kandahar é a Mesquita da Sexta-feira de Kandahar, um local sagrado de culto islâmico considerado de extrema importância no país. Alguns até a chamam de “o coração do Afeganistão”.

     

    9. Balkh

    Considerada uma das cidades mais antigas do mundo, Balkh, no norte do Afeganistão, foi nomeada pelos árabes como “A Mãe das Cidades”. Na encruzilhada entre o leste da Ásia e o Oriente Médio, Balkh foi fortemente influenciada pela cultura budista antes da invasão árabe. As antigas ruínas da cidade incluem construções budistas e fortificações que evocam a antiga cultura asiática. Outros locais de interesse são as ruínas da Mesquita Verde e a Mesquita das Nove Cúpulas, um local primorosamente ornamentado adicionado à lista de Monumentos Mundiais como um local cultural em perigo.

     

  •  

    10. Cabul

    É a capital do Afeganistão e a maior cidade do país, Cabul tem uma história milenar, pois existe há mais de 3.500 anos. Alguns dos locais atraentes da cidade são a Mesquita Abdul Rahman, o Museu Nacional Afegão e o parque histórico Jardins de Babur. A Mesquita Rahman é relativamente nova, tendo sido inaugurada em 2012, no entanto é construída em estilo arquitetónico islâmico tradicional, com 14 cúpulas e dois minaretes.



    Mais: | Por: Rita Ferraz