10 mensagens ocultas que você provavelmente perdeu nos seus filmes favoritos

 

1. Harry Potter and the Prisoner of Azkaban

Nem todas as mensagens ocultas devem ser “sérias”. No terceiro lançamento do filme de Harry Potter, Bicudo, o hipogrifo, alivia-se à vista de todos, algo que teria levado um pouco de dinheiro e esforço de computação gráfica para animar.

 

2. O padrinho

Este pode não ser intencional porque o diretor em questão, Martin Scorcese, não vai dizer de uma forma ou de outra: visões repetidas dos filmes do Padrinho revelam que as laranjas aparecem com frequência, e especialmente em cenas com personagens que acabam mortos. Alguns supuseram que a fruta é a imagem-código de Scorcese que significa “marcado para a morte”. No entanto, alguns envolvidos com a produção dos filmes negaram isso, alegando que as laranjas simplesmente funcionavam esteticamente em algumas das cenas mais sombrias do filme. De seguida, descubra mais algumas curiosidades sobre filmes que você não acredita que sejam verdadeiras.

 

3. Clube de Combate

No Clube da Combate de 1999, o diretor David Fincher colocou uma xícara de café Starbucks em cada cena, em parte porque queria que os espectadores pensassem na omnipresença da empresa. Fincher não tem nada contra a Starbucks, quando chegou a L.A., Fincher ficou grato por ser tão fácil encontrar um bom café. No entanto as xícaras no filme são uma metáfora para o mundo distópico que Fincher criou no Clube da Combate. Além disso: ele ficou meio irritado com a Starbucks por não o deixar usar como local no filme.

 

4. A rede social

No filme de 2010 de David Fincher, The Social Network, ele faz referência ao seu filme anterior: o computador do personagem Zuckerberg exibe o arquivo “Tyler Durden’s Photos” no ecrã. Tyler Durden é o personagem omnipresente e violento que Brad Pitt interpreta no Clube de Combate.

 

5. Todos os filmes de Hitchcock

Alfred Hitchcock aparece em cada um dos seus 39 filmes, seja ele, o seu corpo ou uma silhueta na tela. Aparece, e depois desaparece, sem dizer uma palavra e ainda assim enviar a mensagem muito perturbadora e intencional: Hitchcock está sempre presente, a observar os aspectos mais sombrios do comportamento humano e expondo-os nos seus filmes. Você consegue adivinhar qual filme de Hitchcock foi inspirado em eventos reais da vida?

 

 

6. Indiana Jones e os salteadores da Arca Perdida

Da próxima vez que você assistir novamente o Indiana Jones e os salteadores da Arca Perdida de 1981, fique de atento a esta homenagem inteligente do diretor Steven Spielberg a George Lucas, que criou as sagas de Star Wars e Indiana Jones. Como Indy é visto num templo egípcio, os hieróglifos esculpidos na coluna à sua direita incluem imagens dos robôs Star Wars, R2-D2 e C-3PO. Você também pode encontrar uma escultura da Princesa Leia com o R2-D2 na outra parede do templo.

 

7. Frozen

Neste sucesso de animação da Disney de 2013, Frozen, Hans e Anna cantam sobre a sua incrível compatibilidade romântica. “É como se acabássemos um do outro…” Hans começa e Anna completa a frase de forma inesperada: “Sanduíches!”

“Isso é o que eu ia dizer”, Hans canta. Para quem sabe, isso é na verdade uma homenagem ao Arrested Development da televisão, no qual uma troca semelhante ocorre entre os personagens Michael Bluth e a sua irmã, Lindsay.

 

8. The Departed

Aqui está uma mensagem oculta que você pode considerar um alerta de spoiler, então pare de ler por aqui se você não viu este. Em Os Infiltrados, o diretor Martin Scorcese homenageia um dos seus filmes favoritos, Scarface, colocando um “X” em algum lugar do quadro sempre que um personagem está prestes a ser morto. Você sabia que este filme vencedor do Óscar foi um remake de um filme de Hong Kong chamado Infernal Affairs?

 

9. Indiana Jones e o Templo Perdido

No início desta sequência de 1984, Indiana sai de uma boate em Xangai. Noutra homenagem à saga Star Wars, o nome do bar é “Club Obi-Wan”.

 

 

10. Laranja mecânica

No entanto, Spielberg não foi o primeiro diretor a fazer referência a um filme anterior da sua autoria. Em Laranja Mecânica, de 1971, Stanley Kubrick colocou o número “2001” numa prateleira numa cena de loja de discos como uma referência a 2001: Uma Odisseia no Espaço.



Mais: , | Por: Rita Ferraz