10 melhores jogadores da Copa do Mundo de 2018 na Rússia

Lionel Messi - Argentina

1. Lionel Messi – Argentina

Lionel Messi tem andado a aterrorizar as defesas europeias há mais de uma década, e isso comprovou-se com o FC Barcelona várias vezes. A sua sala de troféus fala por si. No entanto, o que a ainda falta a Messi, é uma grande conquista com a seleção argentina.

Messi estará motivado mais do que nunca na sua carreira gloriosa, já que a Rússia 2018 será quase certamente a sua última hipótese de vencer a Copa do Mundo. Lionel Messi tem 31 anos, mais experiente e mais determinado do que nunca.

Toda a gente sabe que quando a estrela do Tango está em chamas, é extremamente complicado para qualquer defesa o parar.

Apesar de todos os momentos decepcionantes que ele passou pela seleção argentina, há uma última hipótese de ouro para conquistar o maior título do futebol mundial, o El Mundial.

Messi, que marcou 61 golos pela Argentina, nunca encontrou a rede na fase eliminatória de qualquer edição da Copa do Mundo. É agora ou nunca.

 

2. Neymar Júnior – Brasil

Neymar chocou o mundo inteiro quando foi transferido do FC Barcelona para o Paris Saint Germain no Verão, mas o brasileiro está a provar a cada semana, porque essa decisão polémica poderia ser exatamente o que ele precisava para alcançar o próximo nível de estrelato.

Após a nomeação de Tite, o Brasil consolidou-se como o lado mais forte da América do Sul, e está a liderar as eliminatórias da CONMEBOL com uma lacuna de dez pontos sobre o Uruguai, em segundo lugar. E Neymar é, sem dúvida alguma, a estrela deste atraente Brasil.

O jovem de 25 anos deve orientar o PSG na UEFA Champions League, como o homem principal. Esta será uma grande preparação para ele, antes de liderar a sua seleção na Copa do Mundo da FIFA. Tudo indica que Neymar, que tem 52 golos em 80 jogos, será um dos mais fenomenais artistas do torneio a ser realizado na Rússia.

 

3. Toni Kroos – Alemanha

Toni Kroos venceu tudo, tanto no futebol como no futebol internacional. É uma loucura pensar que, apesar de todas as suas conquistas, ele ainda tem apenas 27 anos e está a ir para a próxima Copa do Mundo como o arquiteto de meio-campo da Alemanha.

A Alemanha é, como sempre, uma das maiores favoritas a sair vitoriosa em qualquer torneio que participe. Os atuais campeões mundiais estão motivados mais do que nunca, porque um triunfo na Rússia significaria igualar o recorde do Brasil como o único país a ganhar o título. Em cinco ocasiões diferentes.

Kroos foi considerado por muitos como o melhor jogador da Copa do Mundo de 2014, já que ele era o homem mais importante no meio-campo da Alemanha e sem ele, podiam até nem ter chegado à final.

 

4. Isco – Espanha

A seleção nacional espanhola percorreu um longo caminho desde os três últimos torneios decepcionantes, a Copa das Confederações de 2013, quando perdeu por 3 a 0 para o Brasil, a Copa de 2014, quando a Holanda bateu por 5 a 1, e os euros em 2016. Eliminada pela Itália.

La Furia Roja é uma das favoritas para conquistar a próxima Copa do Mundo em Moscovo, pois tem um lado muito equilibrado, com indiscutivelmente, os melhores controladores de meio-campo do mundo. Mas um homem que se destaca em específico, é Francisco Román Alarcón Suárez.

Isco tem sido espetacular para assistir, não apenas para o Real Madrid, mas também com a Espanha. Marco Verratti, a estrela da seleção italiana, curvou-se diante do mago espanhol após o confronto entre os dois países e admitiu que sentiu vontade de bater palmas durante o jogo.

O jogador de 25 anos faz 6 golos pela seleção, e seu papel continua a crescer a cada nova convocação. Não há muita dúvida de que ele será seu líder técnico na Rússia.

 

5. Cristiano Ronaldo – Portugal

Cristiano Ronaldo tem sido uma das figuras mais dominantes do futebol mundial na última década e conquistou todas as taças possíveis no clube.

Mas, no verão de 2016, o Português foi capaz de orientar a sua nação para o primeiro grande título de sua história, após a conquista da Euro Cup. Uma conquista que, sem dúvida, consolidou o legado de Cristiano como um dos maiores jogadores de futebol da história do jogo.

Depois de ajudar Portugal a liderar o grupo de qualificação, à frente da Suíça, no saldo de golos, Ronaldo vai apostar mais alto, desta vez na Rússia. O 4 vezes vencedor da Bola de Ouro, considerado por muitos como o melhor jogador do mundo, ao lado de Lionel Messi, da Argentina, deverá capitanear Portugal na sua participação na 4ª Copa do Mundo como jogador.

Em 2006, Portugal terminou em quarto lugar, em 2010 foi eliminado pela Espanha nos oitavos-de-final, ao passo que em 2014 não conseguiu sequer sair da fase de grupos. Uma super estrela com o glorioso legado de Cristiano será exigida para desempenhar um papel maior. Todos os olhos estarão voltados para o ícone do Real Madrid para entregar no maior palco de futebol do mundo.

 

 

6. Luis Suárez – Uruguai

O Uruguai conseguiu recuperar um pouco do seu passado glorioso, nos últimos dois anos, quando chegou às semifinais da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul, antes de finalmente conquistar o título da Copa América em solo argentino. 2011

Muito do sucesso de La Celeste foi, sem dúvida, graças ao brilhantismo do primeiro e único Luis Suárez. O jogador de 30 anos marcou 47 golos em 94 jogos e foi decisivo o suficiente nas grandes ocasiões, quase sempre.

Suárez é sem dúvida o melhor atacante do mundo nos últimos anos, e mostrou o seu valor na Premier League inglesa com o Liverpool, e depois na La Liga com o FC Barcelona, ​​onde o uruguaio basicamente venceu tudo.

O Uruguai é defensivamente sólido e pode causar dificuldades para qualquer potência tradicional na fase eliminatória da competição. Eles sempre podem contar Luisito para marcar o objetivo mais importante.

 

7. Gabriel Jesus – Brasil

A questão ainda precisa ser respondida sobre se Gabriel Jesus é o melhor talento em ascensão no mundo. Enquanto ele é muito impressionante no nível do clube, ele pode não ser “o” mais impressionante, entre uma galáxia de outras estrelas.

Mas, quando se trata de futebol internacional, é difícil pensar em qualquer outro jovem que seja tão crucial para o seu país, como é o caso de Gabriel Jesus. O jogador de 20 anos já marcou 7 golos e proporcionou 3 assistências em apenas 10 partidas pela Seleção, todas nas eliminatórias oficiais da Copa do Mundo.

A influência que Gabriel teve é ​​imensa e agora ele é considerado uma entidade permanente na formação da Tite. De facto, a seleção brasileira está a ser apontada como uma das três principais favoritas, se não a favorita número um, para erguer o troféu da Copa do Mundo na Rússia.

Se os brasileiros conseguirem, será pela 6ª vez recorde. No entanto, isso será mais fácil dizer do que fazer, e Gabriel Jesus, de todas as pessoas, está ciente do desafio.

O craque do Manchester City sonha em imitar os passos de seu ídolo número um, Ronaldo, que em 2002 foi o herói da final, depois de marcar dois golos contra a Alemanha. E, se há algum atacante brasileiro que tenha um pouco de Ronaldo nele nos últimos anos, então teria que ser o Gabriel.

Se ele vai ficar na história, assim como seu modelo, continua a ser visto.

 

8. Kylian Mbappé – França

Kylian Mbappé conquistou os corações de todos os amantes do futebol francês. Ele é considerado a maior sensação de ascensão na Ligue 1 no momento, e como ele pode não ser, com todo o potêncial dentro dele.

Para colocar as coisas em perspectiva, o atacante de 18 anos marcou 6 golos na Liga dos Campeões da UEFA na última época, para levar o AS Monaco às semifinais da edição, pela primeira vez desde 2004.

Com as suas performances heróicas e uma estreia completa pela seleção francesa, não foi surpresa que os franceses do Paris Saint-Germain tenham conseguido rapidamente os seus serviços, o que pode resultar numa taxa de transferência de cerca de 180 milhões euros, e fazer dele o campeão mundial. O segundo jogador mais caro da história do futebol, atrás de seu novo companheiro de clube, Neymar Júnior.

Les Bleus é uma fábrica de talentos, mas Mbappé pode muito bem ser o mais promissor entre uma galáxia de gemas em ascensão.

Ele é o atacante moderno que é capaz não só de marcar golos, mas também de resgatar jogos de situações mortas, graças a sua sensacional explosão de ritmo e habilidades de drible, e deverá acender na Rússia.

 

9. Paulo Dybala – Argentina

Paolo Dybala é tão ridiculamente bom, que é tão fácil esquecer o facto de que ele tem apenas 23 anos e ainda tem muito espaço para o seu desenvolvimento. O argentino já conquistou os corações dos fanáticos da Juventus, assim como de todos os admiradores do italiano Calcio.

Em 7 jogos da liga nesta época, Dybala já encontrou a rede em 10 ocasiões diferentes. É precisamente Lionel Messi, a quem o génio do jovem argentino em ascensão está a ser comparado.

Com o seu movimento, drible, técnica de passes e remates, Paolo é uma reminiscência de seu ídolo e continua a ser comparado a ele semana após semana.

Embora ele ainda não esteja na disputa para ser comparado a Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi, se a estrela da Juventus continuar a exibir tais apresentações até o final da época, certamente ele estará mais perto do que nunca de chegar a esta categoria.

A seleção argentina precisa desesperadamente de um novo herói para emergir do nada e ajudá-los a sair de seu atual estado miserável.

 

 

Timo Werner - Alemanha

10. Timo Werner – Alemanha

Timo Werner pode ter apenas 21 anos de idade, mas já provou o seu valor ao levar a seleção nacional da Alemanha à conquista da Copa das Confederações em Junho. Talvez, um sinal do que poderia na Rússia.

Werner estará a querer disputar outro prémio de Bota de Ouro, e quem pode culpá-lo por ser ambicioso, quando ele possui habilidades de finalização tão fascinantes e quando ele é o ponto central do ataque da Alemanha.

A Alemanha é conhecida por dominar os jogos e nunca deixar o seu principal atacante com hipóteses claras de marcar golos. Werner já marcou 5 golos da Bundesliga em 6 jogos nesta época.



Mais: , , | Por: João Baganha