10 mascotes inesquecíveis de Mundiais de Futebol

Mascotes Mundial de Futebol

 

Com o mundial de 2018, a realizar-se na Rússia, ai mesmo à porta nada como o melhor de 10 apresentar uma selecção de 10 mascotes representativas de algumas edições de mundiais de Futebol. A utilização de mascotes no mundial de futebol teve o seu inicio no mundial de 1966, que decorreu em Inglaterra, tendo sido criadas até ao momento 14 mascotes se contarmos já com a mascote Zavibaka, o irresistível e simpático lobo que representa o mundial deste ano de 2018.

 

Gearbest Up to 70% OFF for Stylish Bags&Shoes promotion

 

1. Willie – Inglaterra 1966

Willie - Inglaterra 1966

 

Willie foi a mascote criada para o campeonato do mundo de 1966 que se realizou em Inglaterra, e foi também a primeira mascote oficial para um campeonato do mundo. Willie representava um leão que vestia uma camisola com a bandeira do Reino Unido.

 

 

2. Gauchito – Argentina 1978

Gauchito Mundialito - Argentina 1978

 

Gauchito, cujo nome oficial foi Mundialito foi a mascote criada para o Mundial da Argentina de 1978. Consistia num menino futebolista com algumas características tipicas do gaúcho, como o sombrero, o lenço no pescoço, uma rastra e também um talero numa das mãos.  Também vestia a camisola da Argentina com as cores celestes (azul e branco) e umas chuteiras.

 

 

3. Naranjito – Espanha 1982

Naranjito - Espanha 1982

 

Naranjito foi a mascote do campeonato do mundo de 1982, realizado em Espanha, e consistia numa Naranja, fruto típico da zona de Valência e Múrcia, que vestia com um uniforme da Selecção de Espanha, com uma bola de futebol.

 

 

4. Pique – México 1986

Pique - México 1986

 

No segundo mundial organizado pelo México, no ano de 1986, surgiu a necessidade de criar uma mascote diferente da anterior criada para o Mundial de 1970 (Juanito). A ideia da nova mascote surgiu então a partir dos típicos picantes mexicanos, aparecendo assim Pique, um pimento com um sombrero de Mariachi e uma bola de futebol no pé direito. Este pimento simbolizava assim todo o sabor mexicano e a paixão de jogar futebol.

 

 

5. Ciao – Itália 90

Ciao - Itália 90

 

Ciao foi a mascote que representou o campeonato do mundo de 1990, realizado em Itália. O facto de ser um boneco que simbolizava um jogador de futebol vestido com as cores da bandeira italiana, formado a partir de um conjunto de cubos, foi alvo de alguma criticas, pelo facto de se considerar que uma mascote não deveria ser um ser inanimado como o caso. Porém esta mascote simboliza a nação italiana, uma vez que tem a bandeira italiana a forma o seu corpo e encontra-se a dar toques numa bola de futebol.

 

 

 

6. Striker – USA 1994

Striker - USA 1994

 

Striker foi a mascote que representa o mundial de futebol de 1994 realizado no Estados Unidos da América. Consiste num cão futebolista, que foi criado pelos estúdios de animação Warner Bros, e que vestia as cores da bandeira americana sempre acompanhado da sua bola de futebol.

 

 

7. Footix – França 1998

Footix - França 1998

 

Footix foi a mascote do campeonato do mundo de 1998, realizado em França, e representa um galo que é um dos principais símbolos nacionais e que contem as palavras França 98 no seu pêlo.

 

 

8. Ato, Kaz e Nik – Coreia do Sul/Japão 2002

Ato, Kaz e Nik - Coreia do Sul/Japão 2002

 

A mascote que representou o mundial da Coreia do Sul/Japão de 2002, consiste em 3 bonecos alienigenas feitos de energia (Ato, Kaz e Nik) que juntos formam os chamados “Spheriks”. Ato (Amarelo) é um treinador e Kaz (Violeta) e Nik (Azul celeste) são dois jogadores que formam uma equipa de atmoball (um desporto ficticio semelhante ao futebol). Este trio vive no espaço num lugar chamado Atmozone.

Estas 3 mascotes também protagonizaram uma série televisiva chamada “Spheriks” que serviu para promover o torneio

 

 

9. Zakumi – África do Sul 2010

Zakumi - África do Sul 2010

A mascote escolhida para o Mundial de Futebol realizado em 2010, na África do Sul, chama-se Zakumi e é um leopardo antropomorfo com o cabelo verde, que foi desenhado por Andries Odendaal, um desenhador sul-africano da cidade do cabo.

As suas cores verdes e amarelas representam as cores da selecção sul-africana. Porém a sua camisola já é branca, ostentando a frase “South Africa 2010”, e não como nas outras mascotes que vestem o equipamento da selecção do seu pais.

10. Fuleco – Brasil 2014

Fuleco - Brasil 2010

Fuleco foi a mascote do último campeonato do mundo, realizado no Brasil, em 2014, é um Tatu tipicamente brasileiro com armadura de 3 bandas. O seu nome tem as palavras Ful de Futebol e Eco de Ecologia,

Este armadilho/Tatu é muito amigável e sociável e apoia as causas ambientais associadas à sua conservação, apresentando, assim, uma filosofia de vida muito ecologista e virada para a cultura desportiva.

Tem como principais características divertir-se a «enganar» os amigos aos encolher-se como se fosse uma bola de futebol e girar sobre si próprio quando mete um golo.

E AINDA ALGO MUITO INTERESSANTE!!!

 



Mais: , , , | Por: Mário Rocha