10 maneiras de fortalecer o sistema imunitário

O fortalecimento da imunidade auxilia na prevenção de problemas como a gripe e o resfriado. No entanto, o que pouca gente tem conhecimento é que modificar hábitos simples, como dormir por mais horas ou começar alguma atividade física também ajuda muito na defesa das células do organismo.

O nosso sistema imunológico é formado de células, proteínas, tecidos e órgãos responsáveis por nos defender de agentes exteriores, tais como vírus e bactérias. Entretanto, caso o nosso corpo não seja cuidado de modo adequado, a nossa imunidade pode ficar deficiente e qualquer probleminha pode nos afetar de modo violento. A fim de impedir que isso aconteça, vamos tomar providências para tornar nossa imunidade mais fortalecida, a começar por uma mudança de alimentação. Seguem algumas dicas para tal objetivo:

 

1. Consumo de mais vitaminas naturais

Abacaxi, kiwi, limão e acerola possuem muita vitamina C. Assim, vegetais verdes escuros são ricos em vitamina E. Já o ômega 3 está nos peixes como atum, sardinha e salmão.

Castanhas e cereais integrais são excelentes como fontes de obtenção do zinco no corpo. Assim, tais vitaminas são fundamentais para o fortalecer o sistema imunológico.

 

2. Confiança nas especiarias e medicamentos naturais

Temperos são medicamentos naturais e ajudam demais na melhora da imunidade. A cúrcuma ou açafrão da terra, possuem efeito anti-inflamatório, antioxidante e combate bactérias. O gengibre, além de colocar para fora as bactérias nocivas presentes no nosso corpo, reforça as defesas do organismo.

Cebola e alho não apenas trazem sabor para a comida, mas também possuem efeitos contra inflamações, bactérias e fungos. Por fim, o própolis, tem propriedades antioxidantes, sendo um dos prediletos dos profissionais da nutrição para fortalecimento da imunidade.

 

3. Tomar um pouco de sol diariamente

Tomar sol é a melhor maneira de obter vitamina D, sendo indicado estar ao sol por um tempo todos os dias, preferencialmente pela manhã até as 10 horas e após as 16 horas. Assim, a vitamina D é crucial para fortalecer os ossos e as defesas do nosso sistema imunológico.

 

4. Beber água de modo regular

Hidratação é crucial para o adequado funcionamento do organismo, em especial das células responsáveis pela defesa do nosso corpo. Por isso, a ingestão de ao menos dois litros de água mineral ou filtrada diariamente é o bastante para tanto. Chás, sucos e leites vegetais não estão incluídos nestes dois litros.

 

Exercício físico

5. Prática de atividades físicas

A prática de atividades físicas diminui o estresse e elevam a produção de anticorpos. Assim, mesmo durante o tempo que estivermos em casa é viável a prática de meia hora de exercícios diários, usando recursos simples, como elásticos, corda o próprio corpo.

As tarefas realizadas em casa, como limpar a casa ou o banheiro auxiliam, apesar de não substituir outros. É possível aumentar a velocidade dos movimentos ou dançar enquanto limpa a casa, a fim de aumentar os movimentos, promover a queima de calorias e diminuição do estresse.

 

 

6. Cuide do sono

Dormir de 8 a 10 horas a cada noite de sono ou, caso não seja possível, descansar o corpo e a mente o mais que puder. Ter o controlo emocional e evitar a insônia, estados ansiosos, o medo e pânico, uma vez que todos são contributos para que surjam substâncias que reduzem a imunidade, como o cortisol. Assim, se não conseguir tal controlo, busque auxílio de um terapeuta, seja pessoalmente ou para atendimento online.

 

7. Diminuir o consumo de alimentos industrializados

Alimentos congelados, como pizzas e comidas rápidas são ricas em conservantes e demais substâncias nocivas. Tais alimentos podem causar infecções no organismo e reduzir a imunidade do organismo.

 

Ketel One - vodka

8. Evitar o álcool e cigarro

Todas as drogas legais, como bebidas que possuem alcóol e o cigarro, assim como as não legais, diminuem significativamente a imunidade, o que deixa o corpo indefeso e com maior predisposição a infecções. Caso não consiga retirar tais hábitos da sua vida, tente reduzí-los para preservar a sua saúde.

 

9. Esqueça as dietas

Enquanto estiver fortalecendo o seu sistema imunológico, não faça dietas com muitas restrições e muito pouco calóricas, procure manter uma alimentação balanceada, sem retirar nutrientes fundamentais, pois, isto pode abaixar drasticamente as suas defesas.

 

 

10. Apostar na ingestão dos chás

Chás com propriedades antioxidantes como o chá verde, hibisco, romã, gengibre, cúrcuma e maçã com canela fortalecem o metabolismo, ajudando no fortalecimento do sistema imunológico. Os chás não vão substituir os dois litros de água por dia, eles somente completam para fortalecer sua imunidade.

Assim, o fortalecimento da imunidade do nosso organismo não é algo tão complexo, sendo a adoção de hábitos adequados no dia a dia e o cuidado com a alimentação fundamentais. Além disso, evitar se medicar por conta própria e dar prioridade aos medicamentos naturais, já especificados. Muita gente não consegue estar sempre a comprar frutas, verduras e legumes, mas ter tais alimentos a casa é algo simples, o que pode estimular o seu consumo.

A fim de detectar se está com a imunidade baixa, esteja atento aos sinais e sintomas, tais como infecções, febres, calafrios, muito cansaço, diarreia, náuseas e vômitos são alguns desses sintomas que merecem atenção. Caso se identifique com tais sinais, inicie logo a cuidar de si, com as dicas descritas. Não vá a ambientes hospitalares para não correr o risco de contrair infecções e outras doenças. Assim, além das dicas mencionadas, há diversos aplicativos de saúde que podem também auxiliar nesse processo.



Mais: , | Por: Flávia Negrini