10 factos interessantes sobre o Afeganistão

Ao pensar no Afeganistão, dificilmente poderíamos visualizar algo bonito, exceto a guerra. Por uma década ou mais, esta nação governou os recursos de notícias para tudo que é horrível. O nome Afeganistão tem sido sinónimo de termos como Talibã e terrorismo. O Afeganistão tem sido o ponto focal de vários reinos fortes e poderosos por mais de 2000 anos. Embora o país tenha passado as últimas 3 décadas no noticiário por todos os motivos errados, depois de passar pelos factos a seguir, você irá entender que o país é muito mais do que apenas uma zona de guerra. Aqui estão algumas curiosidades interessantes sobre este país do médio oriente.

  •  

    1. A poesia é uma parte forte da cultura

    A poesia é uma parte especial da cultura afegã. Os afegãos transmitiram as suas histórias através da poesia por mais de 1000 anos. A noite de quinta-feira é considerada a “noite da poesia” na cidade ocidental de Herat, onde homens, mulheres e crianças se encontram para comunicar poesia antiga e moderna e ouvir a música tradicional de Herati e desfrutar de um chá doce e doces durante toda a noite.

    2. Buzkashi um jogo selvagem

    O desporto nacional do Afeganistão é denominado “Buzkashi” ou “agarrar cabras”. É considerado o jogo mais selvagem do mundo. Este jogo requer cavaleiros a cavalo para competir para apanhar o corpo de um bode, cavalgar à frente dos outros e deixá-lo cair num círculo marcado.

     

    3. Rico em recursos naturais

    Os recursos naturais do Afeganistão incluem prata, zinco, ouro, cobre e minério de ferro que são encontrados no sudeste. Pedras preciosas e semi-preciosas no nordeste. Reservas potencialmente importantes de petróleo e gás natural são encontradas no norte. O país também possui urânio, carvão, cromita, talco, barita, enxofre, chumbo e sal.

    É um país rico numa pedra azul vibrante, chamada lápis-lazúli, que foi usada para embelezar a tumba de Tutancamon, o rei egípcio.

     

    4. A sua geografia

    É o lar do famoso Hindu Kush (é uma cordilheira de 800 quilómetros de extensão que se estende conectado o centro do Afeganistão e ao norte do Paquistão), que se eleva a mais de 5500 metros.

    O país faz fronteira com seis países, ou seja, Irão, Paquistão, Tadjiquistão, China, Uzbequistão e Turcomenistão, sendo que o torna uma nação sem litoral que não tem fronteiras com água. Kandahar foi a primeira capital do Afeganistão. Mais tarde, Cabul tornou-se a capital.

    A principal fonte de rendimento do país vem da agricultura. Vegetais, arroz, frutas e nozes são os produtos populares.

     

    5. Património grego

    Por volta de 400 aC, os gregos construíram uma cidade em Ai Khanoum, situada no norte do Afeganistão, que tinha um ginásio e um teatro. O monumento tinha devoções em grego para Hércules que também tinha uma grande estatueta para Zeus. É um local do património lá.

     

  •  

    6. Gastronomia

    Os afegãos gostam de tomar a sua bebida favorita, o chá, após a popular refeição Palau, que é feita com arroz, carne de ovelha e cabra e frutas. A refeição no Afeganistão é incompleta sem o tradicional “naan”, que é um pão sem fermento.

    Existem dois restaurantes “KFC” em Cabul. No entanto para os afegãos, o KFC não significa Kentucky Fried Chicken. É Kabul Fried Chicken.

     

    7. Uma nova democracia ainda está em apuros

    O Afeganistão é uma “democracia” recém-criada. De acordo com a nova constituição do país, o presidente e dois vice-presidentes são eleitos a cada cinco anos. A Assistência da Força de Segurança Internacional ajuda o governo a manter a paz e a reconstruir o país. No entanto, ainda existem problemas com o Talibã e a segurança interna.

     

    View this post on Instagram

    A post shared by Ariane Bomsel (@arianebomsel)

    8. É um dos países menos desenvolvidos

    O Afeganistão é considerado um dos países menos desenvolvidos e também um dos mais pobres do mundo devido aos anos de guerra e à falta de investimentos estrangeiros. Com um PIB de cerca de 29 biliões de dólares, o Afeganistão tem uma taxa de câmbio de 18 biliões de dólares, com cerca de 1000 dólares como PIB per capita.

     

    View this post on Instagram

    A post shared by Pablo Martin (@pablomartinphotography)

    9. A educação é privada para grande parte dos cidadãos

    De acordo com relatórios, apenas 28,1% de toda a população com mais de 15 anos é educada no Afeganistão, o que significa que cerca de 71,9% dos adultos não completam um ensino secundário. Ainda existe uma grande parte da população com grandes dificuldades nas capacidades básicas de leitura e escrita.

     

  •  

    10. A terra do ópio

    O ópio é o maior produto de crescimento mais rápido no Afeganistão. Entre 80 e 90 por cento da heroína vendida na Europa vem do ópio cultivado no Afeganistão.



    Mais: | Por: Rita Ferraz