10 factos impressionantes sobre Valentino Rossi

Valentino Rossi desperta há vários anos a curiosidade de quem considera os quarenta como o limite que o bom senso não gostaria de ultrapassar nos campeonatos mais desafiantes. Poucos dias antes de completar 42 anos, o próprio piloto empolga-se com esse status de veterano que se faz sentir cada vez com mais urgência. “Gostaria de me comparar a alguém pelo facto de correr aos 40, entanto é impossível: ninguém ficou tanto tempo”.

  •  

    1. É o único piloto da MotoGP a completar “Uma Volta do Mundo”

    Em 2018, Valentino Rossi completou os 40.075 quilómetros de corrida na volta 15, o que equivale a uma volta ao mundo. O Circuito de Jerez Àngel Nieto viu-o completar quase 8.800 voltas e percorrer a circunferência da terra. As voltas em consideração eram apenas voltas de corrida e não incluíam as voltas de treino.

     

    2. É adepto do Inter de Milão

    Rossi autoproclamou-se adepto do Inter Milan Football Club. Em troca, o Inter de Milão parabenizou-no pela vitória no Campeonato Mundial de MotoGP. Rossi retribuiu o elogio quando o Inter de Milão venceu a UEFA Champions League em 2010, enviando os parabéns. Já foi visto a assistir a jogos com a claque de San Siro.

     

    3. Já foi piloto de um carro de Fórmula 1 da Ferrari

    Em 2006, Valentino Rossi teve a hipótese de testar o carro de Fórmula 1 da equipa da Scuderia Ferrari. Ao segundo dia, ele foi o nono mais rápido da grelha e estava a menos de um segundo de Michael Schumacher. Rossi mostrou a todos que não é pera doce. Ele teve um dos melhores resultados do que até mesmo pilotos de Fórmula 1 experientes.

     

    4. É muito supersticioso

    Rossi afirmou uma vez: “É apenas um momento para focar e “falar” com a minha mota, sobre como ir de um lugar para o outro.” Como outros pilotos explicaram, “Ele sempre sobe e desce da mota da mesma maneira, a perna direita primeiro a tocar no solo. Pouco antes da largada, ele ajusta sempre o capacete.”

     

    5. Já ganhou vários campeonatos consecutivos

    Em 2000, Rossi venceu o Campeonato do Mundo de 500cc com a Honda e continuou a ganhar campeonatos consecutivos depois de deixar a Honda para se juntar à Yamaha. Ele corre de uma maneira dominante, com a maioria das suas vitórias a serem decididas antes da ronda final. Em 2006, perdeu a sequência de vitórias apenas para a recuperar um ano depois.

     

  •  

    6. Teve uma feroz batalha com Kenny Roberts Jr.

    A primeira vitória de Rossi com a Honda veio depois de uma batalha com Kenny Roberts Jr. da Suzuki. A pista foi afetada pelo mau tempo, no entanto Rossi escolheu os pneus certos e disparou pelo campo. Após esta vitória, conquistou três lugares consecutivos no pódio, incluindo um terceiro lugar em Portugal.

     

    View this post on Instagram

    A post shared by Panigalers United (@panigalersunited)

    7. Desistiu da oferta da Ducati

    Em 2003, a imprensa italiana estava entusiasmada com os rumores apontando para a mudança de Rossi para a Ducati. Todos queriam ver o lendário piloto italiano numa mota italiana. A Ducati realmente tentou seduzi-lo para pilotar a Desmosedici, no entanto Rossi recusou a oferta. De seguida, afirmou que a marca tem muito o que fazer antes de ser competitiva.

     

    8. O primeiro piloto da Yamaha a vencer no circuito Honda

    Em 2008, as vitórias de Valentino Rossi em Laguna Seca e Indianapolis também significaram que Rossi tinha vencido em todos os circuitos do calendário da altura e a sua vitória em Motegi foi a sua primeira vitória da MotoGP na pista, tornando-se no primeiro piloto Yamaha a vencer no Circuito da propriedade da Honda.

     

    9. Lorenzo foi o seu maior rival

    O único abandono de Rossi aconteceu em Indianapolis, quando foi ultrapassado por Lorenzo na décima volta. Lorenzo reduziu pela metade a vantagem de Rossi no título a cinco voltas do fim. Rossi respondeu na corrida de San Marino ao vencer a corrida à frente de Lorenzo. Em Portugal, Lorenzo venceu a corrida com Rossi a terminar em quarto.

     

  •  

    View this post on Instagram

    A post shared by POPOLOGIALLO TASIKMALAYA 🇮🇩 (@popologiallo_tasikmalaya)

    10. É um dos pilotos mais bem pagos do mundo

    Segundo estimativas, Rossi é uma das personalidades do desporto mais bem pagas do mundo, com um salário anual de 34 milhões de dólares americanos. Em 2009, ele foi classificado como o atleta mais bem pago do mundo. Ele foi até investigado pelas autoridades fiscais italianas por suspeita de evasão fiscal. Rossi teve de pagar 35 milhões de euros para encerrar o caso.



    Mais: , | Por: João Baganha