10 dicas para uma cozinha sustentável

A sustentabilidade é uma regra na atualidade. Mas você já pensou se as suas ações diárias contribuem para um planeta mais sustentável? Parece que pequenas ações não têm o poder de causar impactos no equilíbrio do mundo, mas são exatamente as modificações dos hábitos de cada pessoa que fazem enorme diferença. Para aqueles que não sabem como começar, a primeira atitude está dentro de casa, na sua cozinha. Assim fazer da sua cozinha um local sustentável é bem mais fácil e barato do que pensa. Veja algumas dicas:

1. Manter a comida congelada

Uma ação que concilia economizar tempo, dinheiro e energia é guardar um dia semanal para preparo de refeições e seu congelamento. Posteriormente, basta proceder ao descongelamento e comer, sendo mais prático e ainda assegurando uma dieta mais saudável, com uma deliciosa comida feita em casa.

2. Deixar que alimentos descongelem naturalmente

Sabe-se que é bem prático o uso do micro-ondas para proceder ao descongelamento de carnes e demais comidas. Entretanto, esse gasto elétrico não é necessário. Opte pelo descongelamento natural.Assim,ao congelar os alimentos você possa melhor reaproveitá-los evitando o desperdício.

 

3. Manter aparelhos desligados

Caso o micro-ondas, forno e demais itens eletrônicos não estiverem a ser utilizados, desligue-os das tomadas. Tal medida simples pode fazer com que você economize até 5% na fatura de luz do seu domicílio.Isso é algo para o que muitas vezes não atentarmos é pode fazer a diferença na sua economia.

4. Compre produtos a granel

Quando comprar alimentos a granel, você vai estar evitando a utilização de embalagens que são dispensáveis e que apenas contribuem para agredir o meio ambiente.Assim,não agredidos o ambiente é ainda poupamos dinheiro.Mas caso consuma algo que tenha embalagens,nunca as jogue no chão.O ideal é encaminhá-las para a reciclagem.

5. Faça investimentos em orgânicos

Quando comprar alimentos orgânicos, você contribui de forma direta para a preservar o planeta, pois, tais produtos não contêm agrotóxicos e demais agentes químicos. Dê preferência aos produtores da sua localidade, pois essa é uma maneira de contribuir para a economia da sua localidade, além de evitar a poluição gera devido ao transporte desses produtos. Caso possa, invista numa horta em sua casa, como mais uma nova alternativa barata e sustentável.

 

6. Deixe a louça de molho

Antes de limpar a loiça das refeições, coloque a loiça de molho por um tempo de poucos minutos debaixo d’água, o que tornará a limpeza mais fácil, o que auxilia na economia d’ água e consome menos produtos químicos, como o detergente, que são danosos para o meio ambiente.

 

7. Tenha preferência por buchas vegetais

Um objeto comum na maior parte dos domicílios é aquela esponja de lavar loiças. Entretanto, elas são confeccionadas com produtos que derivam do petróleo. Assim, a melhor alternativa são as buchas vegetais biodegradáveis, que ainda podem ser usadas outras vezes e, para tal, basta ferver as buchas em água.

 

8. Não utilize produtos químicos

Em vez de usar produtos químicos quando a pia entope, que tal usar o bom e velho desentupidor? Um item simples, barato e que evita mais contaminação.Além disso,evita algum tipo de acidente com produtos químicos que sempre pode acontecer no contato com os mesmos.

 

9. Não descarte óleo de cozinha na pia

O ação de deitar óleo de cozinha pela pia vai entupir as tubulações e contaminar a água.  Assim, a solução mais correta é guardá-lo em garrafas de plástico e oferecer para aqueles que o utilizam novamente para fazer sabão e demais produtos.Isso é algo que muitos por desconhecimento fazem,pois,não sabem que o óleo não é solúvel em água.

 

10. Recicle e esteja atento a geladeira

Sempre que puder, separe os itens recicláveis e orgânicos em seu domicílio. Tente saber se na sua localidade existe coleta seletiva e contribua para essa atividade que movimenta a economia regional e produz empregos.

A geladeira é um dos aparelhos que mais consome energia em casa e a poeira que se acumula nas bobinas pode ser uma das razões do valor mais alto da conta de luz. Assim, uma fácil e ligeira limpeza com pano auxilia nessa diminuição. Para prevenir o gasto de energia em excesso, a temperatura da geladeira não deve ser inferior a 3ºC. No caso do freezer, o aconselhável é -15ºC. Deve-se evitar abrir o eletrodoméstico inúmeras vezes e desnecessariamente. Dessa forma, quando deixamos a porta aberta por tempo longo, é preciso um consumo energético maior para voltar a gelar por dentro.



Mais: , , | Por: Flávia Negrini