10 curiosidades sobre Elon Musk

Apenas algumas pessoas neste mundo que reagiam ao afirmar “que estranho” depois de saberem que Musk se tornou a pessoa mais rica do mundo. Esse foi o tweet de Elon Musk depois de que o seu património líquido ultrapassou os 186 biliões de dólares americanos, levando-o ao topo da lista onde Jeff Bezos da Amazon na ilustre lista das pessoas mais ricas do mundo lidera atualmente.

Vamos então espreitar sobre o estilo de vida excêntrico e luxuoso, existe muito mais do que aquilo que aparenta ser o CEO da Tesla.

 

View this post on Instagram

A post shared by Bitcoin | Crypto | Blockchain (@cryptohike)

1. Nasceu na Africa do Sul

Se você questionar aos seus amigos sobre a nacionalidade de Elon Musk, provavelmente todos vão dizer que ele é americano. Afinal, ele mora na Califórnia e todas as suas empresas estão lá sediadas.

Musk nasceu e foi criado em Pretória, a capital administrativa da África do Sul. Ele só se mudou para os Estados Unidos da América em 1988, aos 17 anos, inicialmente para o Canadá para estudar na Queen’s University.

Dois anos depois, mudou-se para a Filadélfia, nos Estados Unidos, para estudar na Universidade da Pensilvânia. Lá, ele se formou em economia pela Wharton School e formou-se em física pela College of Arts and Sciences.

Musk tornou-se cidadão americano em 2002, no entanto também mantém a cidadania sul-africana (de nascimento) e canadiana (desde 1989).

 

View this post on Instagram

A post shared by Revista Semana (@revistasemana)

2. O seu lado Nerd

O lado nerd de Elon Musk é evidente em vários detalhes dos seus projetos e empresas. O nome F é uma homenagem à nave espacial Millenium Falcon (de Star Wars) e uma referência ao facto do foguete possuir nove motores. O seu sucessor, o Falcon Heavy, ficou conhecido durante muito tempo como BFR (Big F * cking Rocket), uma referência ao videojogo BFG-9000 (Big F * cking Gun 9000) Doom.

A SpaceX tem duas naves autónomas (ASDS – Autonomous Spaceport Drone Ship) chamadas “Claro que ainda te amo” e “Basta ler as instruções”. Um terceiro, em construção, que se irá chamar “A Falta de Gravitas”. Todos são nomes de naves espaciais inteligentes da série de livros de ficção científica Culture, do escritor inglês Iain M. Banks.

Quando ele enviou o seu Tesla Roadster para o espaço, como carga a bordo do primeiro foguete Falcon Heavy, Musk colocou a mensagem “Não entre em pânico” no ecrã do computador de bordo. Uma referência à série “À boleia pela Galáxia”, de Douglas Adams. Antes de lançar o Tesla Cybertruck, Musk descreveu-o repetidamente como “algo saído do filme Blade Runner”.

Porém talvez o maior exemplo seja o nome do seu sétimo filho, batizado de “X Æ A-12 Musk”. Segundo a mãe, a cantora Grimes, X representa “a variável desconhecida”, Æ seria a grafia élfica para “Ai”, que significa “amor” em várias línguas e também representa inteligência artificial e A-12 seria aeronave favorita do casal, um predecessor do SR-71 Blackbird.

No entanto, as leis da Califórnia, onde a criança foi registada, exigem que os nomes próprios usem “apenas as letras do alfabeto inglês”. Com isso, o nome foi alterado para “X Æ A-XII Musk”, com o 12 escrito em algarismos romanos.

Entre os livros favoritos de Musk estão a série À boleia pela Galáxia, de Douglas Adams, a trilogia O Senhor dos Anéis de JRR Tolkien, a série Fundação de Isaac Asimov e A Lua é uma Senhora Harsh e Um Estranho numa Terra Estranha, de Robert A. Heilein. O seu filme favorito? Episódio IV de Star Wars: Uma Nova Esperança.

 

View this post on Instagram

A post shared by Sua Franquia (@suafranquia)

3. É um empreendedor

A primeira empresa de Musk foi a Zip2, fundada com o seu irmão Kimbal em 1995. A empresa oferecia aos jornais um guia da cidade baseado na web, com mapas e páginas amarelas, e foi adquirida pela Compaq em Fevereiro de 1999 por 307 milhões de dólares.

Em Março de 1999, Musk fundou outra empresa, chamada X.com, que oferecia serviços financeiros online e um sistema de pagamento por e-mail. É-lhe familiar? Um ano depois, fundiu-se com uma empresa chamada Confinity, que tinha lançado recentemente um serviço de pagamento online chamado PayPal. Quando o PayPal foi adquirido pelo eBay em 2002, por 1,5 bilião de dólares, Musk recebeu o equivalente a 165 milhões.

Com 100 milhões de dólares da sua fortuna, Musk fundou a Space Exploration Technologies, mais conhecida pelo nome de fantasia SpaceX, com o objetivo de reduzir em dez vezes o custo de acesso ao espaço.

Em 2015, Musk fundou a OpenAI, uma empresa sem fins lucrativos de pesquisa em inteligência artificial. O objetivo da empresa é “lutar contra grandes corporações que podem vir-se a tornar muito poderosas por terem sistemas superinteligentes dedicados ao lucro, bem como os governos que podem usar a IA para obter poder e oprimir os seus cidadãos.

Em 2016, o bilionário fundou as duas empresas: a Neuralink, que visa integrar o cérebro humano à inteligência artificial, e The Boring Company, que desenvolve um sistema de túneis subterrâneos para resolver o problema do tráfego nas grandes cidades.

Além disso, Musk forneceu a ideia e o capital para a fundação da SolarCity, pelos seus primos Lyndon e Peter Rive, com o objetivo de impulsionar a produção de energia solar nos Estados Unidos e combater o aquecimento global. A empresa foi adquirida pela Tesla em 2016 e hoje é subsidiária.

Musk também criou o conceito de Hyperloop, um sistema de transporte rápido envolvendo vagões autónomos que circulam dentro dos túneis a vácuo. A ideia foi divulgada ao público e várias empresas que estão a tentar tornar o projeto realidade.

 

View this post on Instagram

A post shared by Motivação na Prática (@motivacao.napratica)

4. Não é o fundador da Tesla

Ao contrário da crença popular, Musk não é o fundador nem o proprietário da Tesla. A empresa foi fundada em 2003 pelos engenheiros Martin Eberhard e Marc Tarpenning, e Musk foi o quarto funcionário contratado e um dos primeiros investidores, a investirem 6,5 milhões na empresa.

Musk participou ativamente do projeto do Roadster, o primeiro veículo da Tesla, e com o tempo tornou-se presidente do conselho e, eventualmente, CEO da empresa.

 

View this post on Instagram

A post shared by 𝗠𝗮𝗿𝗸𝗲𝘁𝗶𝗻𝗴 𝗘𝗺𝗽𝗿𝗲𝗻𝗱𝗲𝗱𝗼𝗿💡 (@seoemprendedor)

5. A Tesla e a SpaceX quase faliram

Hoje a Tesla e a SpaceX são empresas extremamente bem-sucedidas nos seus segmentos, no entanto nem sempre foi assim. Em 2008, as duas empresas quase faliram.

A SpaceX sofreu três falhas no seu primeiro foguete, Falcon 1, e só tinha peças e recursos para mais um lançamento. A Tesla, que na época produzia um “desporto de luxo” num segmento quase inexistente (carros elétricos), estava a sofrer os efeitos da crise económica global.

Musk tinha apenas 40 milhões de dólares restantes e ele tinha que escolher: ele poderia investir todo o dinheiro numa empresa, e a outra iria à falência. Ou dividir o dinheiro, sabendo que ambas podiam ir à falência.

Musk resolveu dividir o dinheiro, afirmando que via as empresas como “filhas” e que, como pai, não podia escolher uma ou outra. A SpaceX obteve sucesso no seu quarto lançamento, demonstrando a viabilidade do seu foguete e conquistando contratos comerciais que garantiram a sua sobrevivência.

A Tesla foi salva por empréstimos do governo dos Estados Unidos para resgatar a indústria automobilística, uma das mais atingidas pela recessão. A empresa recuperou e foi a primeira fabrica automóvel a pagar antecipadamente o empréstimo.

 

  •  

    6. É um aficionado das artes

    Podemos afirmar que Musk tem uma “afinidade” com as artes, ou pelo menos com artistas. A sua irmã, Tosca Musk, é cineasta e já produziu diversos filmes e séries para a TV ou a internet.

    A sua primeira esposa, Justine Wilson, é uma escritora canadiana e mãe dos primeiros seis filhos de Musk. Depois de se separar de Justine, Musk casou (e separou-se) duas vezes com a atriz Talulah Riley, a primeira entre 2010 e 2012 e a segunda entre 2013 e 2016.

    Depois de se divorciar de Riley, Musk começou a namorar a cantora canadiana Claire Boucher, conhecida pelo nome artístico de Grimes. O primeiro filho do canal, o já citado “X Æ A-XII Musk”, nasceu no dia 4 de Maio de 2020.

     

    7. É DJ

    Outro sinal da afinidade de Musk pelas artes é que nas horas vagas (que, com tantas companhias, devem ser poucas), gosta de compor. A sua primeira faixa foi o rap “RIP Harambe”, lançada em Março de 2019 pelo selo “Emo G Records”.

    O nome é uma referência ao gorila Harambe, que foi morto por um tratador após arrastar uma criança de três anos para o seu recinto no Zoológico de Cincinnati nos EUA em 2016.

    A segunda faixa é uma EDM (Electronic Dance Music) chamada “Don’t Doubt Ur Vibe”, lançada a 30 de Janeiro de 2020. Ambas estão disponíveis no Soundcloud.

    Também tem queda para a representar, sendo que já apareceu no Big Bang Theory e no filme Iron Man.

     

    View this post on Instagram

    A post shared by @musk.inspiration

    8. Tem medo da Inteligência Artificial (IA)

    Apesar de ter fundado duas empresas ligadas à inteligência artificial (Neuralink e OpenAI) e fazer uso intensivo da tecnologia nos veículos da Tesla, Musk é um dos que temem que isso acarrete o fim da raça humana.

    O bilionário acredita que a IA é “a mais séria ameaça à sobrevivência da raça humana”, e que a sua criação equivale a “invocar um demónio”. Numa entrevista concedida em 2014, afirmou que “cada vez mais acredito que deve exsitir algum tipo de regulamentação, talvez a nível nacional ou internacional, apenas para garantir que não vamos fazer nenhuma tolice”.

     

    View this post on Instagram

    A post shared by AmbitionSector (@ambitionsector)

    9. É um dos homens mais ricos do mundo

    De acordo com a revista Forbes, em Maio de 2020, Musk tinha uma fortuna avaliada em 36,5 biliões de dólares, o que o tornava o 31º homem mais rico do mundo. No entanto ele não parece se importar muito.

    Musk declarou recentemente no Twitter que pretende “vender todos os seus bens” e que “não terá casa”. Pouco depois, alegou que a sua namorada Grimes estava zangada com ele por causa do tweet.

    De acordo com o Business Insider, Musk tem pelo menos sete casas de luxo, avaliadas em pelo menos 100 milhões de dólares.

     

  •  

    View this post on Instagram

    A post shared by | Elon Musk | (@elonmuskbusiness)

    10. Quer viver em Marte

    Numa entrevista à Axios na HBO, Musk afirmou que as suas hipóteses de ir pessoalmente a Marte são de “70%”, e que quer morar lá.

    Questionado se essa não era uma estratégia para um dos homens mais ricos do mundo escapar dos problemas do planeta, Musk respondeu:

    “Vai ser difícil. Existe uma boa hipótese de morrer, durante a viagem numa lata pelo espaço profundo. Mesmo se você conseguir pousar com sucesso, você terá de trabalhar sem parar para construir uma base. Ou seja, não vai haver muito tempo para o lazer.

    Mesmo depois de fazer tudo issto, é um ambiente muito hostil. Portanto, existe uma boa hipótese de você morrer por lá. Isso soa como o plano de fuga de um homem rico? ”



    Mais: | Por: Rita Ferraz