10 curiosidades sobre a Copa do Mundo

1. Quase 50% dos 7,05 biliões de pessoas do mundo assistem à Copa do Mundo

Segundo a FIFA quase 3,2 biliões de pessoas em todo o mundo, cerca de 46% da população mundial, viram pelo menos mais de um minuto da Copa do Mundo de 2014, o que faz com que seja “o evento desportivo mais visto do mundo”.

Embora seja incrível que 46% do mundo estejam unidos para ver um único evento, é mais incrível que 2 bilhões de pessoas, ou cerca de 29% do mundo, tenham visto mais de 30 minutos do Mundial de Futebol.

Vamos comparar a audiência do Super Bowl de 2014 e a final da Copa do Mundo de 2014. A vitória do Seahawk sobre os Broncos teve 111,5 milhões espectadores, enquanto a vitória da Alemanha em 2014 teve mais de 909 milhões.

O Super Bowl é o evento desportivo Norte-americano mais visto e a Copa do Mundo é um torneio mundial. Isto é, de algum modo, comparar alhos com bugalhos. Mesmo assim, o facto de quase um bilião de pessoas assistirem a um único jogo de futebol é surpreendente.

 

2. Foram bebidas mais de 3 milhões de cervejas, e quase 400.000 cachorros
foram consumidos

Segundo estatísticas, mais de 750 mil litros de cerveja foram vendidos em estádios durante a Copa do Mundo de 2014. Isso é equivalente a 3.170.064 cervejas.

Para acompanhar foram consumidos 390.600 cachorros.

 

3. Privação de sexo durante a Copa do Mundo

São vários os treinadores que proíbem seus jogadores de fazer sexo durante a Copa do Mundo.

Por exemplo treinadores de equipas como a Alemanha, Espanha, México e Chile proibiram seus jogadores de fazer sexo durante o torneio. Os treinadores alegam que o sexo é uma distracção e um desperdício da energia do jogador.

Outros treinadores, como por exemplo o brasileiro Luiz Felipe Scolari, adotaram uma abordagem mais mista. Quando lhe perguntaram sobre sua posição em relação a esta medida, este afirmou que os seus jogadores podem fazer sexo, mas que se devem abster de formas mais “acrobáticas” de sexo.

 

4. O prémio para a seleção vencedora ronda os 30 milhões de euros

Um dos factos mais interessantes da Copa do Mundo é quanto dinheiro a FIFA paga a cada selecção no torneio.

O vencedor leva para o seu país cerca de 30 milhões de euros. Já para o segundo lugar, a FIFA oferece cerca de 24 milhões de euros.

As melhores equipas colocadas na maioria dos torneios recebem algum tipo de compensação. O mais incrível sobre a Copa do Mundo é que cada selecção que participa leva para o seu país um cheque de vários milhões de euros. Por exemplo, apenas por participar na fase de grupos cada selecção recebe cerca de 7 milhões de euros.

Os generosos reembolsos da FIFA fazem mais de sentido quando nos apercebemos do que a organização arrecada. Por exemplo, para a Copa do Mundo de 2014, a FIFA faturou cerca de 4 biliões de euros.

 

5. A Copa do Mundo é responsável pelo aumento de natalidade nos países anfitriões

Nove meses após a Alemanha receber a Copa do Mundo em 2006, a taxa de natalidade do país aumentou mais de 10%.

Um aumento de 10% pode não parecer muito, mas a taxa de natalidade é algo extremamente estável. Desde 2006, a taxa de natalidade da União Europeia mudou apenas 0,07%. Além disso, o nascimento na Alemanha é um dos mais baixos da Europa.

Existem dois fenómenos para o sucedido:

1. Cerveja;
2. A natureza excitante e a emoção da Copa do Mundo. Eventos excitantes e emocionantes tendem a tornar as pessoas mais felizes. Quando as mulheres estão mais felizes, libertam hormonas que facilitam a gravidez.

 

 

6. A Copa do Mundo de 2014 no Brasil foi a mais cara até ao momento

Segundo um estudo da Bloomberg, o Brasil gastou mais de 30 biliões de reais (ou seja, cerca de, 14 biliões de euros) quando recebeu a Copa do Mundo.

Vamos então comparar o valor do Brasil em relação aos últimos cinco torneios do mundial:

1. 1994 (Estados Unidos) – Cerca de 30 milhões de euros;
2. 1998 (França) – Cerca de 340 milhões de euros;
3. 2002 (Japão / Coreia do Sul) – Cerca de 5 bilhões de euros;
4. 2006 (Alemanha) – Cerca de 6 biliões de euros;
5. 2010 (África do Sul) – Cerca de 4 bilhões de euros.

Como podemos verificar, o Brasil gastou quase tanto para realizar o Mundial de futebol no seu país, quanto a soma dos cinco últimos torneios.

É claro que isto gerou grande revolta quando o povo brasileiro se apercebeu dos gastos que o seu governo teve para realizar o torneio.

No entanto, no mesmo relatório da Bloomberg, foi previsto que o PIB do Brasil iria aumentar 0,4% a cada ano durante os 5 anos seguintes.

6. Recordes de golos mais marcados

Melhor jogador numa única partida: O atacante russo Oleg Salenko detém o recorde de mais golos marcados numa única partida da Copa do Mundo até ao momento. Em 1994, durante um jogo de fase de apuramento contra os Camarões, Salenko marcou cinco golos, sendo que 5 dos seus golos ajudaram a Rússia a vencer o jogo confortavelmente por 6 a 1.

Melhor equipa numa única partida: A Hungria detém o número de maior golos marcados por uma equipa num único jogo da Copa do Mundo. Em 1982, marcam 10 golos ao vencer El Salvador numa fase de apuramento. O jogo ficou 10 a 1.

Melhor jogador do Mundial: O atacante francês Just “Justo” Fontaine conquista o recorde de mais golos marcados num único torneio da Copa do Mundo até ao momento. Marcou 13 ​golos em apenas 6 jogos.

 

Ronaldo - Brasil

 

Miroslav Josef Klose - Alemanha

7. Melhor jogador em múltiplos torneios do Mundial

O “fenómeno” brasileiro Ronaldo e o alemão Miraslov Klose detêm o recorde de mais golos marcados em vários torneios da Copa do Mundo. Ambos os jogadores conseguiram marca 15 golos.

Ronaldo, que também é um dos três únicos jogadores a conquistar o título de Jogador do Ano da FIFA, por três ou mais vezes, conseguiu alcançar outro recorde. Um fenómeno em que jogou 19 partidas em três torneios da Copa do Mundo, enquanto, Klose jogou 20 disputou em quatro torneios diferentes.

 

 

 

8. O golo mais rápido versus o cartão vermelho mais rápido

Na Copa do Mundo de 2002, o turco Hakan Sukur marcou um golo em apenas 11 segundos, golo este que ajudou a seleção turca a derrotar a Coreia do Sul por 3 a 2 e terminar o mundial em 3º lugar.

Em inacreditáveis ​​11 segundos, Sukur detém o recorde de golo mais rápido marcado numa partida da Copa do Mundo até ao momento.

Por outro lado no que refere a penalizações, o jogador do Uruguai José Batista detém o recorde do cartão vermelho mais rápido na história da Copa do Mundo. Foi expulso aos 56 segundos do primeiro tempo, depois de ter cometido uma grande falta na parte de trás do meio-campo ao escocês Gordon Strachan.

Mesmo assim e com mais de 89 minutos de jogo, o Uruguai conseguiu segurar o jogo e empatar a partida em zero zero.

 

9. A organizadora FIFA

FIFA é o acrónimo de Federação Internacional de Futebol (em inglês). A FIFA foi fundada em 1904 e é governada pela lei da Suíça. A associação está sediada em Zurique.

A reivindicação da FIFA: “Para o futebol e para o mundo, ”é apoiada por três pilares:

1. Desenvolver o futebol em todos os lugares e para todos;
2. Organizar grandes torneios;
3. Preocupar-se com a sociedade e com o meio ambiente.

A FIFA conta com 209 países membros e é frequentemente chamada de “Nações Unidas do Futebol”.

Declarações de missão à parte, a sua reputação está longe de ser imparcial. A organização é constantemente chamada de desonesta e corrupta. Existem vários escândalos em torno da organização, incluindo alegações de suborno. Por exemplo o mais recente, sobre a realização do Mundial no Qatar.

 

 

10. Será que receber a Copa do Mundo melhora a imagem de um país?

Quando inquiridos sobre se achavam que a Copa do Mundo melhoraria a imagem de seu país, os cidadãos brasileiros ficaram divididos.

Segundo um estudo feito pelo Pew Research, 39% dos participantes disseram que sentiam que o torneio prejudicaria a imagem do país, 35% disseram que melhoraria a imagem, 23% afirmaram não ter qualquer impacto para a imagem do Brasil e apenas 3% afirmaram não ter qualquer ideia.



Mais: , , | Por: João Baganha