10 comidas que os portugueses adoram

A culinária portuguesa é muito rica e variada, embora são usados muitos ovos em muitas receitas.  As receitas são consequência da cultura que cresce e modifica a todo o tempo. Por isso, não deixe de experimentar novas especiarias e sabores, modere no excesso para que não caia a qualidade e não tema combinar várias delas em um mesmo jantar. Vamos apresentar algumas dessas receitas que nem todos conhecem fora do país, mas que em Portugal são apreciadas em certas regiões mais do que em outras, são fáceis de fazer e deliciosas.

 

View this post on Instagram

A post shared by Mariana Teixeira (@marianareceitasparaafelicidade)

1 – Molotof com Caramelo

O Molotof com Caramelo é uma delícia muito simples de preparar (principalmente para não desperdiçar as claras), tendo sido considera a receita de Portugal mais famosa em 2019. Os ingredientes são os seguintes:

  • Clara – 12
  • Açúcar – 12 Colheres de Sopa
  • Açúcar Amarelo – 1 Chávena
  • Natas – 1/2 Chávena (ou se quiseres mais suave 1/4 leite 1/4 natas)
  • Manteiga – 2 Colheres de Sopa
  • Sal – Pitada

 

Seguem os passos da receita:

  1. Para fazer o molotof começa-se por pré-aquecer o forno a uns 180 C.
  2. Depois numa taça grande bater as claras em castelo e adicionar o açúcar e bater mais (sugere-se 10 colheres, experimenta e adequa conforme a sua preferência, devendo ser doce mas não muito), até que fique tudo em castelo.
  3. Agarra numa forma de castelo e unte com manteiga, isto é importante pois as claras são frágeis e pegam facilmente, neste ponto se quiseres podes colocar no fundo uma pequena quantidade de caramelo.
  4. Leva ao forno por volta de 20 minutos, depois desligar o forno e deixar o molotof dentro dele a secar um pouco, tira quando forno tiver esfriado.
  5. Finalmente desenforma cuidadosamente e cobre com o caramelo líquido.
  6. O caramelo é simples, junta todos os ingredientes, o açúcar com 2 colheres de sopa de água, deixe caramelizar até começar a escurecer (até um ponto próximo ao caramelo), nesse ponto retire do fogo, adicione a manteiga mexa e em seguida acrescente as natas e mexa bem, volte a colocar no fogo mais uns 5 minutos para ficar um pouco mais espesso e finalmente uma pitada de sal e assim fica pronto.

 

2 – Rancho à Portuguesa

O Rancho à Portuguesa é fácil de preparar e bom para fazer render sobras de carne ou para uma festa e quanto mais novo for o ingrediente melhor. Seguem os ingredientes:

  • Grão – 250 gr
  • Massa Macarrão – 150 gr
  • Carne de Vaca – 500 gr
  • Chouriço de Sangue – 1
  • Toucinho – 200 gr
  • Cebola – 1
  • Alho – 3 Dentes
  • Vinho Branco – 100 ml
  • Colorau – 1 Colher de chá
  • Louro – 1 Folha
  • Azeite – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Sal – A gosto

 

Confira de todos os ingredientes estão próximo de si e acredite que tudo vai dar certo. Siga o passo a passo abaixo:

  1. Fazer um refogado em uma panela com um fio de azeite, o alho esmagado, a folha de louro e a cebola picada e deixa dourar a cebola.
  2. Em seguida junte a carne em cubos, o chouriço em fatias grossas e o toucinho em cubos grandes com o colorau, pimenta e sal e deixar a carne pegar cor.
  3. Depois coloque o vinho branco, e um copo de água (caso cozinhe o pão, usar a água de cozinhar o grão) e deixar estufar em fogo leve, caso seja preciso acrescente mais água.
  4. Logo que a carne estiver tenra, coloque o macarrão e um pouco mais de água quente e deixe cozinhar, quando o macarrão estiver quase cozido coloque o grão, deixe o macarrão terminar seu cozimento e acrescente os temperos.

 

View this post on Instagram

A post shared by Padaria Sabor do Sul (@padaria_sabordosul)

3 – Broa de Milho

Uma Broa de Milho bem feita dura o duas vezes o tempo que pão normal e a sua doçura faz dela algo ideal para comer só ou como acompanhamento de vários pratos. Acredite que a Broa de milho oferece um sabor único. Separe os ingredientes todos e reponha o seu estoque sempre que necessário. Os ingredientes são os seguintes:

  • Farinha de Milho – 1kg
  • Farinha – 300gr
  • Fermento de Padeiro – 17gr
  • Água – 1,25 litros (+/-)
  • Sal – q.b. (+/- 1 colher de chá)

 

Siga os seguintes passos abaixo:

    1. Dissolva o fermento de padeiro em um pouco de água morna.
    2. Depois de bem dissolvido, misture as duas farinhas com um pouco de sal (eu diria +/- 1 a 2 colheres de sopa), e amasse bem, acrescentando gradualmente a água morna. Os movimentos são de puxar as bordas e amassar para dentro, quando a massa começar a soltar das paredes. Não colocar mais água, até que seja criada uma bola de massa suave, utilize a farinha de trigo caso necessite de um auxílio.
    3. Cubra a massa com um pano num local morno e deixe levedar pelo menos 1 a 2 horas. Assim, logo que a massa começar a quebrar a superfície a mostrar rachas é o momento ideal para cozinhar.
    4. Com esta quantidade de massa é possível fazer duas broas, divida ao meio, faça duas bolas numa bancada com bastante farinha.
    5. Em seguida coloque num tabuleiro de levar a forno polvilhado com muita farinha, para um forno pré-aquecido quente a uns 250ºC por uns 30 a 40 minutos.
    6. Retirar logo que estiverem bem douradas e polvilhar com mais farinha por cima

 

View this post on Instagram

A post shared by Andrea Tieme (@deatieme)

4 – Folar de Carne à Transmontana

Parece difícil mas depois de tentar algumas vezes fará essa receita sem dificuldades e pode experimentar com vários tipos de carnes e recheios.

O mais relevante é acertar nos ingredientes mesmo que não consiga fazer a medição correta, tente manter o equilíbrio e a receita ficará muito boa. Seguem os ingredientes:

  • Farinha – 1 Kg
  • Fermento de Padeiro – 30 gr
  • Ovo – 12
  • Ovo – Para Pincelar
  • Manteiga – 250 gr
  • Azeite – 50 gr
  • Salpicão – A gosto
  • Presunto – A gosto
  • Linguiça – A gosto
  • Toucinho – A gosto
  • Sal – A gosto

 

Seguem os passos desta receita:

  1. Desfaça o fermento de padeiro num pouco de água morna e em seguida faça um monte de farinha e um buraco no meio, despeje  dentro a água com o fermento e ovos à temperatura do ambiente e amasse todos os ingredientes bem.
  2. Depois volte a fazer um buraco a adicione manteiga derretida, azeite e um pouco de sal, não sendo necessário muito pois as carnes já são levemente salgadas, e volte a amassar tudo bem, caso preciso adicione um pouco de água, bata bem até que ela não pegue na bancada.
  3. Em seguida polvilhe com farinha e deixe ela descansar e levedar por pelo menos 1 hora em local quente.
  4. Quando passar um tempo, divida a massa em 3 partes, ponha a primeira parte num tabuleiro untado com margarina para levar ao forno, espalhe um pouco e disponha as carnes por cima dessa bola, podes escolher as carnes que prefira, como chouriços, carnes assadas ou frango já cozido, depois ponha outra parte da massa e repita o processo e por finalmente coloque a última parte e molde no formato de uma bola.
  5. Agora volte a colocar de parte mais 1 hora num local quente para levedar mais um pouco.
  6. Pincelar com um ovo batido o topo e levar para cozer no forno quente uns 200 C, sendo que o folar deverá estar no ponto em cerca de 45 minutos.

 

View this post on Instagram

A post shared by @republica_do_petisco

5 – Pica-Pau

O Pica-Pau é um petisco ideal de tascas ou festas, pois, a mistura da carne com picles é muito apetitosa.

Ingredientes Pica-Pau:

  • Porco – 500 gr
  • Manteiga – 2 Colheres de Sopa
  • Cerveja – 200 ml
  • Alho – 1 Dente
  • Mostarda Amarela – 2 Colheres de Sopa
  • Azeitonas Pretas – A gosto
  • Pickles – A gosto
  • Sal – A gosto
  • Piripiri – A gosto

 

Siga os passos abaixo:

  1. Corte a carne em pedaços pequenos e coloque numa tigela com sal, piripiri ou outro molho picante, o dente de alho esmagado e a cerveja e deixe marinar por no mínimo 1 hora.
  2. Após a marinada, coloque uma frigideira ao fogo com a manteiga para derreter, e logo após a carne para fritar bem de ambos os lados. Quando os lados ficarem dourados, coloque a marinada por cima e deixar refogar uns 10 minutos em fogo alto.
  3. Após os 10 minutos ponha 2 colheres de mostarda amarela e experimente, retifique temperos, quando for a hora de servir coloque uma mão cheia de picles e azeitonas dentro, misture e está no ponto para servir.

 

 

6 – Tarte de Amêndoa Algarvia

Há na Tarte de Amêndoa Algarvia algo único na amêndoa caramelizada, deliciosa e estaladiça. Apenas olhando a imagem você já percebe que a Tarte de Amêndoa Algarvia é mesmo muito gostosa. Caso não tenha todos os ingredientes em casa você poderá utilizar a criatividade para o improviso e o gosto será algo diferente conforme o estilo de cada um. Seguem os ingredientes:

  • Farinha – 150 gr
  • Açúcar – 100 gr
  • Manteiga – 100 gr
  • Ovo – 1
  • Fermento – 1 Colher de chá
  • Leite – 3 Colheres de sopa
  • Amêndoa – 150 gr (Em lâminas ou palitos)
  • Açúcar – 100 gr
  • Manteiga – 125 gr
  • Leite – 3 Colheres de sopa
  • Sal – Uma pitada

 

Siga os passos abaixo:

  1. Comece fazendo a base, misturando o açúcar, o ovo e manteiga amolecida.
  2. Em seguida da mistura estar homogénea, adicione o leite e a farinha com o fermento e envolva bem, mas não bata.
  3. Finalmente unte uma base para tartes com um pouco de manteiga e polvilha com farinha, coloque a massa dentro e espalme para que fique na forma que deseja, leve a um forno pré-aquecido a 180C uns 15 minutos para assentar e ficar meio cozida, retire do forno e ponha de parte.
  4. Para o recheio, numa pequena vasilha junte todos os ingredientes do recheio, a amêndoa, o açúcar, a manteiga, o leite e uma pitada de sal, misture e leve ao fogo por uns minutos até ferver, no total uns 5 ou 6 minutos, apenas para misturar bem os ingredientes.
  5. Coloque toda a mistura por cima da base e leve novamente ao forno a 180 C até que fique bem caramelizado em cima, o que deve levar cerca de 15 minutos, e está pronto.

 

View this post on Instagram

A post shared by Middagsbordet (@middagsbordet_)

7 – Carne de Porco à Alentejana

A carne de porco à alentejana é um prato típico do Alentejo, que combina ameijoas com cubos de carne de porco frita; sendo ideal para mostrar seus dotes culinários e causar impacto em alguém especial.

Ingredientes:

Caso queira aumentar a quantidade é preciso lembrar de manter o equilíbrio nas porções de todos os ingredientes.

  • Vinho Branco – 300 ml
  • Porco – 800 gr
  • Alho – 3 Dentes
  • Massa de Pimentão – 2 Colheres de Sopa
  • Sal – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Coentros – 1 Raminho
  • Louro – 1 Folha
  • Limão – 1
  • Banha – 125 gr
  • Amêijoa – 800 gr
  • Pickles – A gosto (vegetais conservados em vinagre)

 

Seguir os passos abaixo:

Manipule com cuidados os objetos que possam cortar para que possa aproveitar ao máximo o preparo e o resultado.

  1. Comece por criar a marinada para a carne, junta-se a massa de pimentão, os dentes de alho esmagados, o louro, sal, pimenta e o vinho branco.
  2. Cortar a carne de porco em cubos e juntar-se a marinada e deixar repousar de um dia para outro na geladeira ou frigorífico.
  3. Caso as amêijoas ainda não estejam limpas, coloque-as na água com sal por 2 horas até perderem as areias, após passá-las pela água a correr.
  4. Começar o cozimento com uma frigideira larga e alta, deita-se a gordura ou banha e deixa-se esquentar, depois escorrer a carne de porco , guardar a marinada e quando a frigideira estiver quente colocar a carne para apurar todos os lados e selar a carne.
  5. Quando a carne estiver dourada, juntar a marinada e deixar ferver uns minutos e depois juntar as amêijoas.
  6. Mexer e ir tomando conta, logo que todas as amêijoas abrirem, juntar os coentros picados, dar umas voltas e tirar do fogo.
  7. Servir com picles e fatias de limão que combinam perfeitamente com o sabor doce da carne e das amêijoas, com o acompanhamento de batatas fritas aos cubos.

 

View this post on Instagram

A post shared by Sinal Vermelho (@restaurante_sinalvermelho)

8 – Feijoada à Transmontana

A Feijoada à Transmontana tem de ser experimentada para passar um Inverno em Trás-os-Montes, sendo a comida da região com sabor forte e delicioso. Vocês vão querer comer várias vezes este prato.

Ingredientes:

  • Feijão Vermelho – 1 Kg (Seco)
  • Orelha de Porco – 500gr
  • Focinho de Porco – 200 gr
  • Pé de Porco – 1 Inteiro
  • Linguiça – 1 (ou um chouriço)
  • Salpicão – 100gr
  • Presunto – 100 gr
  • Azeite – 10 ml (2 Colheres de sopa)
  • Cebola – 1 Grande (ou 2 médias)
  • Salsa – 1 Ramo
  • Louro – 1 Folha
  • Alho – 2 Dentes de Alho
  • Cravinho – 1
  • Pimenta Branca – A gosto
  • Colorau – A gosto
  • Malaguetas – A gosto
  • Sal – A gosto

 

Siga os passos abaixo:

Tenha os ingredientes separados até usá-los.

  1. Começar de véspera a colocar de molho em água fria, numa taça funda o feijão já limpo, mas também pode ser o feijão já cozido e em outra taça acrescente as carnes, com exceção dos chouriços, também de molho.
  2. No dia seguinte, começar por cozinhar o feijão já demolhado em água o bastante para cobrir o feijão com um pouco de sal.
  3. Em outra panela, que poderá ser a de pressão, junte as carnes, incluindo os chouriços, com água a cubra toda a carne e sal, após cozidos, retirar as carnes e cortar tudo em pedaços grandes.
  4. Em uma panela coloque um fio de azeite e comece a dourar a cebola, em seguida acrescente o feijão com a água do feijão.
  5. Depois juntar as carnes com um pouco da água que usou para cozinhar as carnes, retificar o sal, juntar a salsa picadinha, a folha de louro, os dentes de alho amassados, um pouco de malagueta, uma pitada de colorau e um cravinho.
  6. Deixar apurar em fogo brando, provar e retificar até que fique tudo bem cozido e um molho gostoso.
  7. É servido normalmente com arroz branco de forno.

 

View this post on Instagram

A post shared by Piteu Do Alentejo. (@o_piteu_do_alentejo)

9 – Choquinhos à Algarvia

Para preparar os Choquinhos à Algarvia somente será preciso: Chocos, ervas e azeite.

Ingredientes: Cuidado pois o exagero em apenas um dos ingredientes poderá afetar muito o sabor da receita.

  • Chocos – 800gr
  • Alho – 8 Dentes
  • Louro – 2 Folhas
  • Vinho Branco – A gosto (+/- 4 Colheres de sopa)
  • Azeite – A gosto
  • Piripiri – A gosto
  • Limão – Sumo a gosto
  • Coentros – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Sal – A gosto

 

Seguir os seguintes passos:

  1. Escolher chocos pequenos, caso  não estejam limpos, limpe-os e caso sejam pequenos não precisa de fazer nada, mas caso sejam grandes, corte-os em pedaços menores, salpicar eles com um pouco de sal.
  2. Em uma frigideira cobrir o fundo da frigideira com azeite e colocar lá para dentro os dentes de alho esmagados apenas para abrir a pele, coloque os alhos com a pele na frigideira; o que evita que o alho queime mas ainda preserva muito do sabor e carameliza o alho dentro da casca para poderes comer com os chocos, as folhas de louro e um toque de piripiri, deixa a casca do alho dourar levemente.
  3. Em seguida acrescente os chocos para que comecem a ganhar cor, baixe o fogo e some um pouquinho de vinho branco, apenas para dar um sabor e evitar que a frigideira fique seca, os chocos vão começar a soltar água, tapar e esperar uns 10 minutos para cozinhar
  4. Após 10 minutos, destapar e voltar a aumentar o fogo para o máximo para evaporar o líquido, após evaporar, retirar do lume, acrescentar coentros, pimenta e sumo de limão na quantidade que preferir.
  5. E o prato está pronto para servir, sendo quase sempre servido com batatas cozidas, arroz branco, batatas fritas em cubos ou uma salada.

 

 

View this post on Instagram

A post shared by Kelly Cristiane (@kellyamordiaadia)

10 – Arroz Doce Tradicional

O arroz doce tradicional é preparado muito rapidamente e fica muito bom entre o ponto do leite creme e arroz doce, sendo preferível com menos açúcar e menos arroz conforme a quantidade escolhida.

Ingredientes:

Você pode adicionar ou retirar ingredientes da receita conforme a sua preferência, desde que seja criativo.

  • Arroz Carolino – 250 gr
  • Leite – 350 ml
  • Açúcar – 200 gr
  • Gema – 4
  • Limão – 1 Casca
  • Canela – 1 Pau
  • Canela – Em pó para servir ou decorar
  • Sal – Uma pitada

 

Seguir os passos seguintes:

  1. Começar cozinhando o arroz em água, colocar um pouco mais do dobro de água que a quantidade de arroz (600 ml), casca de limão, pau de canela, o arroz e uma pitada de sal.
  2. Baixar o fogo para leve e deixar cozer até a água evaporar toda, como se tivesses a preparar um arroz cozido.
  3. Aqueça à parte o leite ,no forno ou microondas, e quando o arroz estiver cozido, adicione gradualmente o leite, coloque um pouco, vá mexendo, quando precisar de mais, coloque mais um pouco de leite, vai fazendo assim até usares todo o leite.
  4. Em seguida acrescente o açúcar e mexa bem até ficar bem misturado, podendo misturar 3/4 e provar e colocar mais se quiseres.
  5. Tirar do fogo e deixar esfriar um pouco, numa tigela bater as gemas e depois tirar umas colheres do arroz doce e juntar as gemas, misturar bem e  juntar as gemas ao arroz doce e misturar bem.
  6. Voltar o arroz ao fogo até engrossar por mais uns minutos, depois retirar do fogo, tirar o pau de canela e a casca de limão e colocar em taças pequenas ou potes.
  7. Pode comer morno ou deixar 1 hora na geladeira ou frigorífico antes de servir, sempre com canela por cima.


Mais: , | Por: Flávia Negrini