10 coisas que necessita de saber sobre a aplicação Tinder antes de a instalar

Afinal o que é Tinder essa aplicação que toda a gente fala?

Nenhum serviço de namoro digital é tão “quente” como o Tinder até ao momento. Provavelmente já viu amigos a falar ou a utilizar a aplicação de namoro por smartphone chamada de Tinder. O conceito de escolha é simples, funciona através de “deslisar” para a esquerda ou para a direita se gostamos, ou não, de determinado perfil. Sendo que a aplicação resultou num crescimento fenomenal nos últimos dois anos. De acordo com algumas estimativas, 50 milhões de proprietários de tablets ou smartphones agora usam a aplicação para passar pelas perspectivas de namoro locais, sendo que o objetivo, é combinar um encontro com algumas delas. Diariamente, isso culmina numa média de 1,5 bilião instalações da aplicação e 21 milhões de “correspondências”. De fato, apenas em Janeiro deste ano, o Tinder ultrapassou 1 bilião de instalações da aplicação. Portanto, escusado será dizer que o Tinder é muito popular agora, tão popular que pode sentir a “necessidade de dar uma volta”.

  • Mas antes de clicar no botão “instalar”, você precisa fazer a seguinte pergunta crítica: o Tinder é a ferramenta de namoro online certa para si?

     

    1. O Tinder está disponível apenas através do aplicativo móvel?

    Vamos começar do início: ao contrário de muitos outros serviços de namoro online, o Tinder não é um site. Em vez disso, é encontrado estritamente via aplicativo móvel para ser usado na maioria dos smartphones e tablets. Como vamos falar abaixo, a maneira como o aplicativo funciona depende muito dos recursos da tela de toque em dispositivos móveis. Você simplesmente não podia fazer o Tinder num computador portátil ou de mesa.

    Se você não é um utilizador experiente de dispositivos móveis, pode fazer uma pausa ao considerar o Tinder como a sua ferramenta de namoro digital. Se você e seu smartphone ou tablet não puderem ser separados, continue a ler.

     

    2. O Tinder mantém as coisas simples

    Se você já tentou criar um perfil em muitos dos principais sites de namoro online, como o meetic ou o badoo, sabe que pode ser um processo bastante demorado, envolvendo o upload de fotos e o preenchimento de questionários extensos. Isso se deve-se em parte ao tipo de público-alvo com o qual esses sites estão tentar atender, pessoas que procuram corresponder num nível profundo com pessoas com as quais poderiam passar o resto das suas vidas. No entanto, se você estiver a procurar alguém para um romance casual?

    O Tinder foi desenvolvido especificamente para si olhar rapidamente e combinar com as pessoas. Os utilizadores são solicitados a fornecer uma foto e uma sinopse de 500 caracteres sobre si mesmos. De seguida, com base no GPS do dispositivo móvel, o Tinder envia uma foto e uma descrição rápida de alguém na sua área. Se eles gostam do que vêem, deslizam para a direita. Se eles querem passar, eles deslizam para a esquerda. Se eles deslizam para a direita e essa pessoa faz o mesmo com a sua imagem, eles são oficialmente correspondidos por o Tinder e podem começar a trocar textos entre si.

    O que isto significa para si? Isso significa que, se não estiver a procurar por uma conexão profunda e potencialmente vitalícia, mas se estiver mais interessado em apenas se encontrar com novas pessoas casualmente, o Tinder pode estar no seu caminho. Se você está farto de relacionamentos casuais e quer algo mais substancial, pode deslizar para a esquerda no Tinder e experimentar um dos sites de namoro online estabelecidos por aí.

     

    3. O Tinder pode ser superficial e focado apenas em conexões casuais

    Este ponto pode ser exagerado. Sim, todos os sites de namoro parecem estar a travar uma batalha constante entre tentar fornecer aos seus membros o maior número de opções possível, mantendo os assustadores e pervertidos, mas o Tinder usa a sua superficialidade na manga. Originalmente apresentado como um aplicativo de sexo casual, o Tinder progrediu um pouco mais para promover relacionamentos saudáveis, mas ainda está bastante em aberto o quão superficial é toda a sua abordagem. Sally Newall, escritora da revista Marie Claire, comenta:

    “Este serviço de encontros é extremamente superficial. Os membros avaliam outros membros apenas pelas suas fotos e por um pequeno resumo. Não há muita profundidade para conhecer os membros até que ambos os membros se correspondam entre si. Isso pode deixar de fora possíveis correspondências que poderiam funcionar. Geralmente, a personalidade é negligenciada, porque esse aplicativo centra-se numa abordagem de tudo ou nada para classificar fotos. Ainda é muito casual, com o foco em sexo. Muitos homens estão apenas no Tinder para uma conexão rápida, por isso, se um relacionamento sério que procura este aplicativo pode não ser para si.”

    Essa superficialidade pode ser difícil para os que procuram honestamente nos relacionamentos reais e de longo prazo, afirma David Wygant, especialista em relacionamentos do Huffington Post:

    “Este aplicativo está longe de fazer conexões amorosas. É tudo uma questão de aparência! A menos que você tenha uma pele muito grossa, você deve ficar bem longe de lugares como o Tinder. Eles vão destruir a pouca confiança que você tem. Imagine enviar 100 corações e nenhuma pessoa entra em contato consigo de volta. Como você se sentirá sobre si mesmo?”

     

    4. O Tinder oferece assinaturas gratuitas e premium

    Como tantos serviços de namoro digital, o Tinder oferece o que chamamos de modelo “freemium”: os consumidores podem fazer o download do aplicativo e obter acesso a uma certa variedade de recursos gratuitamente, mas se quiserem usar o conjunto completo de recursos do aplicativo, precisam de pagar. Isso significa que, se você quiser experimentar o Tinder sem arriscar nenhum euro, pode fazê-lo. Apenas saiba que você não usará o aplicativo completo e ele será projetado para levá-lo ao seu pacote premium (também conhecido como Tinder Plus).

    Uma atualização recente do Tinder, no entanto, tornou o Tinder Plus mais caro do que a maioria dos utilizadores estava disposta a pagar.

     

    5. O Tinder apresenta renovação automática?

    Assim como os seus parceiros de namoro on-line, quando os utilizadores do Tinder se inscrevem no Tinder Plus, a assinatura é renovada e a conta é cobrada automaticamente todos os meses. Isso pode causar alguma confusão e frustração com os utilizadores do Tinder, mas está escrito nos termos e condições e nas páginas do iTunes para todos os utilizadores verem:

    “A sua conta será cobrada pela renovação dentro de 24 horas antes do final do período atual de 1 mês. A renovação automática pode ser desativada acessando as Configurações da conta iTunes do utilizador após a compra. Nenhum cancelamento da assinatura atual é permitido durante o período de assinatura ativo”.

    Portanto, se você obtiver o Tinder Plus, poderá desativar o recurso de renovação automática, mas deverá fazê-lo antes que o final da sua assinatura atual seja lançada. Se você não tiver certeza de que deseja continuar com o serviço, não espere até o último minuto para desativar este recurso.

     

  •  

    6. O processo de reembolso do Tinder é menos que claro

    Quando você assina um serviço de namoro on-line e deseja um reembolso, pode ir diretamente ao site para obter esse reembolso (dependendo de qual site ele é, você pode receber esse reembolso ou talvez não). Mas quando você usa o Tinder, porque você compra o aplicativo por meio de uma loja de aplicativos como iTunes, ou o Google Play ou outra loja de aplicativos, é necessário obter reembolsos por meio da sua loja de aplicativos.

    Infelizmente, não podemos saber até que ponto essas lojas de aplicativos respondem a solicitações de reembolso, pois o Tinder não está listado no Better Business Bureau. Isso não significa necessariamente que o serviço ao cliente em relação a solicitações de reembolso seja mau ou bom. Simplesmente não há nada para apontar de uma maneira ou de outra, o que poderia ser uma coisa boa. Não há almoços grátis, como se costuma dizer.

     

    7. O Tinder permite bloquear as pessoas com quem você se relaciona e denunciar membros

    Muitos sites de namoro deixam indesejáveis ​​membros de volta do seu perfil, perseguindo-o virtualmente e dando muito pouco poder para detê-los. No entanto o Tinder, no espírito de manter as coisas simples, primeiro fornece apenas às pessoas com quem você teve acesso. De seguida, eles oferecem a capacidade de desconectar essa pessoa, removendo-a dos seus chats, e deste modo desativando a capacidade de enviar mensagens para si.

    Nota importante: depois de desconectar alguém, você não pode anular esse passo. Essa pessoa é permanentemente banida da sua vida no Tinder.

    Além disso, se você se deparar com algum membro que considere estar a violar as regras do Tinder, poderá denunciá-lo ao Tinder, seja ele uma das suas conecções ou não.

    Se essas medidas realmente funcionam ou não para manter as experiências dos datadores do Tinder em segurança é um grande ponto de interrogação. Mais uma vez, não há muitas reclamações por aí para extrair. No geral, a maioria das avaliações que lemos das publicações foi geralmente positiva sobre segurança e a capacidade de controlar quem pode vê-lo e quem não pode no Tinder.

     

    8. Tinder está invadido por homens

    Chovem homens. Pelo menos chove no Tinder. Atraídos pela abordagem simples, direta e visual do Tinder, os homens correram para o aplicativo, mesmo que apenas pela capacidade de admirar as mulheres locais sem serem censurados. Infelizmente, isso criou um campo muito competitivo para os homens. Da sua experiência com o Tinder, David Wygant (especialista em relacionamentos) lamenta:

    “Vi mulheres muito próximas da minha idade e elas ainda não responderam. Provavelmente foram inundadas por todos os homens a um raio de oito quilómetros. As probabilidades estão até agora contra os homens de aplicativos como este. Se você já já experimentou namoro online como homem, você vai entender o que quero dizer. Pode ser torturante.”

     

    9. A recente atualização do Tinder irritou muitos membros

    Se houve um grande passo em falso que o Tinder fez, foi uma das atualizações mais recentes. Essa atualização estabeleceu limites diários para o número de likes que os utilizadores gratuitos podem usar por dia. Se esses utilizadores quisessem voltar a ter likes ilimitados (como fizeram antes da atualização), teriam que pagar 9,99 euros por mês pelo privilégio. O algoritmo usado para oferecer opções de namoro aos utilizadores também foi aprimorado. O Tinder aparentemente pensou que os seus utilizadores estavam prontos para essa grande mudança e previu que veria um aumento astronómico para 150 milhões em vendas anuais.

    Eles provavelmente não anteciparam a tempestade que se seguiu. Os utilizadores irritados com o aplicativo criticaram o iTunes para expressar a sua desaprovação, deixando milhares de classificações de uma estrela e críticas contundentes em apenas algumas semanas após a atualização.

    Por fim, esse tsunami de descontentamento dos utilizadores causou um duro golpe na sua posição no iTunes e mudou fundamentalmente o relacionamento extremamente positivo que os utilizadores tiveram com Tinder para sempre.

     

  •  

    10. Tinder pode transformar a sua vida amorosa num jogo (e isso é mau)

    Os utilizadores relataram que usar o Tinder é divertido, até viciante, mesmo que você não encontre alguém especial. Algumas pessoas “folheiam” o Tinder apenas para ridicularizar as fotos que aparecem nas suas telas. No entanto, utilizadores de longa data também relatam que a abordagem superficial de Tinder para escolher parceiros em potencial contaminou a maneira como eles vêem o namoro, relacionamentos e pessoas em geral.

    Dayna Evans, da Gawker, relatou o seu cansaço no Tinder com estas palavras:

    “Eu usei o aplicativo durante um ano, comecei a processar os efeitos que o Tinder estava a ter sobre a minha capacidade de encontrar homens atraentes ou desejáveis. O Tinder é divertido e alegre até que não é mais. Passei direta para todos. Eu já gostei e fiquei com a tarefa sísifa de deslizar para a esquerda até a eternidade. O Tinder tinha espancado o meu cérebro, e tirou toda a diversão de procurar atração química na vida real e em lugares reais”.



    Mais: , | Por: Sandra Melo