10 coisas para assistir na Netflix em Dezembro de 2020

 

1. Stargate – SG-1 – Primeira temporada

A prima mais realista de Star Trek, Stargate SG-1 é uma excelente série spin-off baseada no mesmo universo do filme Stargate (1994). A série de ficção científica passa-se num universo onde a humanidade descobriu um Stargate que pode aceder a uma rede de dispositivos alienígenas semelhantes espalhados por uma infinidade de planetas.

O título SG-1 refere-se a uma equipa encarregada de explorar o universo através desses portais e, ao longo do caminho, eles encontram todos os tipos de seres alienígenas em mundos interessantes. As muitas aventuras do programa são frequentemente baseadas vagamente na mitologia humana, muitas vezes lutam com temas inebriantes de moralidade de uma forma mais acessível do que a coragem de algo como Battlestar Galactica. Esta série está na lista de melhores séries de ficção científica de todos os tempos, sendo que já chegou à galáxia da Netflix este mês.

 

2. Black Mirror – White Christmas

A tão amada série de contos em forma de alerta para a sociedade atual, da Netflix e o seu comportamento sobre os perigos futuros das tecnologias emergentes, Black Mirror, fez um especial de Natal assustador na segunda temporada, episódio 4 com “White Christmas”. Num posto avançado coberto de neve, dois homens partilham uma refeição de Natal juntos e trocam contos assustadores das suas vidas anteriores no mundo exterior, onde diferentes tecnologias levaram à morte e à miséria para todos os envolvidos. O seu isolamento recém-descoberto inicialmente parece que eles evitam os seus problemas completamente, no entanto há uma reviravolta chocante no final o que torna este episódio a história de Natal mais sombria alguma vez contada.

Embora mergulhe no reino do horror e da sátira, o Black Mirror é consistente com uma pergunta: O que a tecnologia pode fazer por nós quando é levada a extremos? “White Christmas” não é diferente.

 

3. Neo Yokio – Pink Christmas

Neo Yokio é uma série de animação criminalmente subestimada na Netflix que provavelmente nunca terá uma segunda temporada legítima, no entanto um especial de Natal de 2018 chamado “Pink Christmas” é a segunda melhor opção.

No futuro de uma história alternativa, uma Nova Iorque afogada irá se tornar numa cidade “Neo Yokio”. Kaz Kaan (Jaden Smith) é o “magistocrata” de cabelo rosa encarregado de proteger a cidade de ameaças sobrenaturais (principalmente demoníacas) com os poderes mágicos exercidos por todos na sua árvore genealógica. Neo Yokio celebra os tropos do anime, a sociedade de classe alta e o classismo tanto quanto critica todas essas coisas. Se você gosta do que é realmente estranho, não hesite em assistir à série hilaridade que é Neo Yokio.

“Pink Christmas” é apresentado como um conto de feriado festivo contado a Kaz pelo seu mordomo robótico e captura o espírito da série tanto quanto o espírito capitalista do Natal.

 

4. The Knight Before Christmas

Vanessa Hudgens estrela como uma mulher tipicamente sobrecarregada e solitária a ir de férias, com o desejo de puder finalmente descobrir o seu cavaleiro de armadura brilhante. Quando ela atropela um cavaleiro medieval literal a usar uma armadura brilhante no meio da tempestade de neve que acidentalmente viajou no tempo até ao presente.

Escrito para Jezebel, Kelly Faircloth chamou The Knight Before Christmas de “pateta, mas perfeito”, ao escrever que o filme “não faz sentido” e, ainda assim, “francamente, adoramos”. O filme parece uma história ridícula, no entanto divertida, como Kate e Leopold, mas ambientada durante a época de Natal. Por ser uma viagem no tempo, definitivamente conta como ficção científica.

O filme romântico meloso estreou durante a época de férias de 2019. É um clássico moderno? Isso é você quem decide.

 

5. Spider-Man: Into the Spider-Verse

Talvez o melhor filme de animação da última década, o Homem-Aranha: No “Verso-Aranha” é um triunfo imperdível em que várias versões de realidade alternativa do Homem-Aranha se unem para salvar o dia. Nenhum deles é o normal e heroico Peter Parker que você provavelmente conhece.

O nosso herói é o jovem Miles Morales, um adolescente meio negro e meio porto-riquenho de Nova Iorque que é picado por uma aranha radioativa e ganha superpoderes na mesma noite em que Wilson Fisk, também conhecido como Kingpin, abre um buraco no espaço-tempo . Os hijinks e superheroics que se seguem são divertidos para toda a família e complexos o suficiente até mesmo para o mais “hardcore” dos nerds de banda desenhada.

Como um bónus adicional, o filme acontece no inverno na época das férias. Uma versão diferente de Miles também estrela no videojogo exclusivo para a PlayStation lançado juntamente com a consola Sony PlayStation 5. O jogo ainda tem algumas conexões inteligentes para o filme, então se você é fã de um, vai adorar o de outros. Porém é melhor você agir rápido: ele esta está a sair da Netflix este mês.

 

  •  

    6. The Midnight Sky

    George Clooney estrela e realiza este frígido filme pós-apocalíptico. Um cientista solitário no Ártico, luta para alertar um grupo de astronautas que regressam à Terra sobre a catástrofe global que devastou o planeta.

    A história é adaptada do aclamado romance de Lily Brooks-Dalton, Good Morning, Midnight. Os astronautas descobriram uma lua nova e surpreendentemente habitável de Júpiter, no entanto a Terra fica fria e silenciosa antes de eles poderem regressar a casa. O próprio Clooney descreveu o filme como um cruzamento entre Gravity e The Revenant. É uma afirmação bastante ousada e, embora as primeiras críticas ainda não tenham sido publicadas, parece que vale a pena ficar de olho no filme.

     

    7. Mank

    Provavelmente o filme mais esperado do ano entre os críticos de cinema, o diretor David Fincher (The Social Network, Gone Girl) explora a produção do filme Citizen Kane – focando na tensão entre o roteirista alcoólatra Herman J Mankiewicz (interpretado por Gary Oldman) e diretor / estrela Orson Welles. Se um filme a preto-e-branco baseado nessa ideia soa um pouco dentro do baseball para si, bem, você está certo, todavia Fincher não faz filmes maus.

    Vale a pena assistir Citizen Kane de antemão, se possível, então você tem uma base estilística para algumas das escolhas do filme. Amanda Seyfried, Lily Collins e Charles Dance fazem parte do elenco, e a música é fornecida pelos colaboradores frequentes de Fincher, Trent Reznor e Atticus Ross. Não perca.

     

    8. The Holiday Movies That Made Us – Primeira temporada

    Se você gosta de documentários divertidos na Netflix, em vez de coisas horríveis de crimes verdadeiros, você provavelmente gostou de The Toys That Made Us e The Movies That Made Us, que mostram os bastidores da cultura pop que apreciamos no passado. Este lançamento sazonal irá abranger dois filmes: The Nightmare Before Christmas e Elf, com cabeças falantes a explicarem as histórias por trás de ambos. Vale a pena assistir, com base nas temporadas anteriores.

     

    9. Bridgerton

    Se você quiser assistir a um novo drama de fantasia da Netflix filmado a poucos minutos dos escritórios da TechRadar UK em Bath, o seu sonho se tornou realidade. A produtora Shonda Rimes (Grey’s Anatomy) está por trás deste drama de fantasia, que é sobre o drama que se passa na alta sociedade de Londres. O elenco é composto principalmente de desconhecidos relativos, no entanto Julie Andrews aparece como a narradora da série, o que equilibra um pouco.

  •  

    10. Ma Rainey’s Black Bottom

    Com críticas 100% positivas sobre o Rotten Tomatoes, esta adaptação da peça de 1982 marca a última aparição no filme do ator Chadwick Boseman. O filme explora as tensões entre a lendária artista da “mãe do blues” Ma Rainey (Viola Davis), o ambicioso e inovador trompetista Levee (Boseman) e a gerência branca que tenta puxar as cordas nos bastidores. Provavelmente um grande candidato ao Óscar.



    Mais: , , | Por: João Baganha