10 cidades e estádios onde vai ser disputado o Euro 2020

 

1. Londres

Jogos:

14 Junho – Inglaterra vs Croácia (15:00)
19 Junho – Inglaterra vs Play-off Equipa vencedora grupo C (18:00)
23 Junho – República Checa vs Inglaterra (21:00)
27 Junho – Ronda 16 1A vs 2C (21:00)
7 Julho – Semi-final W46 vs W45 (21:00)
8 Julho – Semi-final W48 v W47 (21:00)
12 Julho – Final W49 v W50 (21:00)

A cidade mais visitada do mundo, com cerca de 31,2 milhões de turistas por ano. Londres é uma cidade de quase 9 milhões de habitantes e abriga a Rainha, Charles Dickens e o punk rock. É também o único local que sediou as Olimpíadas três vezes: 1908, 1948 e 2012. Podemos visitar locais como a Abadia de Westminster, a Catedral de São Paulo, a Torre de Londres, o Palácio de Buckingham, o Museu Britânico, a Galeria Nacional, Trafalgar Square, entre outros locais. As opções para os turistas são infinitas, embora a Plataforma 9 na Estação King’s Cross possa ser uma partida para todos eles.

O maior estádio do Reino Unido e sede da Associação Inglesa de Futebol, o Estádio de Wembley recebeu mais de 21 milhões de visitantes desde a reabertura em 2007. O antigo “Empire Stadium” foi inaugurado oficialmente em 1924 e era famoso pelas suas torres gémeas. O gancho visual do novo terreno é um arco gigantesco.

 

2. Roma

Jogos:

12 Junho – Turquia vs Itália (21:00)
17 Junho – Itália vs Suíça (21:00)
21 Junho – Itália vs País de Gales (18:00)
4 Julho – Quartos de final W43 vs W44 (21:00)

Roma é local de alguns dos destinos turísticos mais visitados do mundo, como a Capela Cistina, a Fonte de Trevi, o Castelo de Sant’Angelo, o Fórum Romano e o Coliseu, Roma é conhecida como Caput Mundi (capital do mundo) e a Cidade Eterna. Do Coliseu aos Museus do Vaticano, a Basílica de São Pedro, a Fonte de Trevi, a Escadaria de Espanha e o Panteão, para citar apenas uma seleção de lugares, Roma é um tesouro de arte e esplendor arquitetónico, incluindo o moderno Auditorium Parco della Musica.

Sede da Lazio, o Olímpico de Roma passou por várias reformas desde a abertura oficial em 1953. Já foram disputadas quatro finais da Taça da Europa, as Olimpíadas de 1960 e as finais do Euro 1968 e da Copa do Mundo de 1990, para além de vários jogos da Itália.

 

https://www.instagram.com/p/B65mbfPHUpc/

3. Baku

Jogos:

13 Junho – País de Gales vs Switzerland (15:00)
17 Junho – Turquia vs País de Gales (18:00)
21 Junho – Suíça vs Turquia (18:00)
4 Julho – Quartos de final W40 vs W38 (18:00)

No Azerbaijão, Baku é a capital mais baixa do mundo (28m abaixo do nível do mar) e é apelidada de a “Cidade dos Ventos” pelos locais. A riqueza de Baku deriva do petróleo, que é exportado daqui desde o século XIX. Baku é uma cidade cheia de arquitetura ultra-moderna, mas para ter uma ideia de como era antes do comércio de petróleo, pode visitar a cidade velha e murada, Icheri Sheher. É Património Mundial da UNESCO, aproveite para visitar a Torre da Donzela e o grande Palácio Shirvanshahs do século XV.

https://www.instagram.com/p/ByEUtpmF7G0/

O Estádio Olímpico de Baku realizou a final da UEFA de 2019, quando o Chelsea venceu ao Arsenal, rival de Londres. É o lar da equipa nacional do Azerbaijão.

 

4. Dublin

Jogos:

15 Junho – Polónia vs Play-off Equipa vencedora do grupo B (18:00)
19 Junho – Suécia vs Play-off Equipa vencedora do grupo B (15:00)
24 Junho – Suécia vs Poland (18:00)
30 Junho – Ronda 16 1D vs 2F (18:00)

A cidade Dublin deriva de um antigo acampamento viking conhecido no idioma irlandês como black pool (dubh lind), a capital irlandesa comemorou o seu milénio oficial em 1988, dando ao mundo a Guinness, a Sinéad O’Connor, o Oscar Wilde, o Bram Stoker, o James Joyce e os U2. Da mundialmente famosa Guinness Storehouse ao Book of Kells do Trinity College, Dublin é rica em história. A movimentada O’Connell Street, repleta de monumentos que comemoram os heróis da luta pela independência da Irlanda, tem uma mudança dramática.

https://www.instagram.com/p/B4cGlCgF2Pq/

Com uma capacidade total de mais de 50.000 espetadores, a Dublin Arena abriga as equipas de futebol e rugby da República da Irlanda desde a abertura em 2010. Realizou a final da Liga Europa da UEFA em 2011, Radamel Falcão recebeu o vencedor do Porto contra Braga.

 

5. Munique

Jogos:

16 Junho – França vs Alemanha (21:00)
20 Junho – Portugal vs Alemanha (18:00)
24 Junho – Alemanha vs Play-off Equipa vencedora do grupo A (D) (21:00)
3 Julho – Quartos de final W39 vs W37 (21:00)

A casa de orquestras e museus mundialmente famosos, incluindo os três Pinakotheks, além da Siemens, da BMW e do Bayern München, Munique orgulha-se do seu senso de Gemütlichkeit (amizade ou bom humor), como exemplificado pela celebrada Oktoberfest anual. Estendendo-se para o norte, atrás da Universidade de Munique, o Englischer Garten (Jardim Inglês), de 990 acres, é maior que o Central Park de Nova York, enquanto o antigo Olympiapark, que sediou as Olimpíadas de 1972, também merece uma visita.

Residência do Bayern München, a Arena de Futebol de Munique foi concluída em Abril de 2005 a tempo de sediar os jogos da Copa do Mundo da FIFA 2006. Tem capacidade para 70.000 fãs em jogos internacionais e, numa noite clara, pode ser vista dos Alpes austríacos.

 

  •  

    6. São Petersburgo

    Jogos:

    13 Junho – Bélgica vs Rússia (21:00)
    17 Junho – Finlândia vs Rússia (15:00)
    22 Junho – Finlândia vs Bélgica (21:00)
    3 Julho – Quartos de final W41 vs W42 (18:00)

    A segunda cidade com mais habitantes da Rússia, depois de Moscovo, São Petersburgo é conhecida como a Veneza do Norte por causa da sua rede de canais elegantes e 342 pontes. É comemorada pelas suas “Noites Brancas”, longas noites de Verão, quando o sol nunca se põe completamente. Fundada em 1764 por Catarina, o museu State Hermitage abriga mais de 3 milhões de obras de arte e artefactos culturais, dos quais apenas uma fração é exibida nos 360 quartos. É composto por cinco edifícios, sendo o mais famoso o magnífico Palácio de Inverno.

    Sede do Zenit desde Abril de 2017, o Estádio de São Petersburgo realizou sete jogos na Copa do Mundo de 2018. O local foi projetado pelo arquiteto japonês Kisho Kurokawa, cuja visão era de uma nave que tinha pousado nas margens do Golfo da Finlândia.

     

    7. Glasgow

    Jogos:

    15 Junho – Equipa vencedora do grupo C vs República Checa (15:00)
    19 Junho – Croácia vs República Checa (18:00)
    23 Junho – Croácia v Play-off winner C (21:00)
    30 Junho – Ronda 16 (1E v 3A/B/C/D) (21:00)

    É a maior cidade da Escócia e a terceira maior do Reino Unido, o “querido lugar verde” (de acordo com o seu nome gaélico escocês, glas chu) sediou o primeiro jogo internacional de futebol de todos os tempos: Escócia 0-0 Inglaterra, 1872. É aproximadamente 70 km da capital da Escócia, Edimburgo. O City Chambers, no centro de George Square, oferece uma boa medida da riqueza e prestígio de Glasgow quando era a segunda cidade do Império Britânico, enquanto o Victorian Kelvingrove Park, no oeste da cidade, possui o Jardim Botânico.

    O maior estádio do mundo entre 1908 e 1950, o Hampden Park recebeu 149.415 espetadores numa partida entre a Escócia e a Inglaterra em 1937. Os gigantes da cidade, Celtic e Rangers, têm os seus próprios estádios. O Hampden Park abriga a equipa nacional escocesa e o lado amador do Queens Park.

     

    8. Copenhaga

    Jogos:

    13 Junho – Dinamarca vs Finlândia (18:00)
    18 Junho – Dinamarca vs Bélgica (18:00)
    22 Junho – Rússia vs Dinamarca (21:00)
    29 Junho – Ronda 16 2D vs 2E (18:00)

    É considerada uma das cidades mais felizes do mundo, Copenhaga é amiga das bicicletas, com mais da metade dos habitantes de Copenhaga a pedalar todos os dias. Está ligada a Malmo, na Suécia, pela ponte Øresund, que ficou famosa pelo drama nórdico do crime The Bridge. Localizado a alguns minutos da Estação Central, o parque de diversões Tivoli Gardens oferece arquitetura exótica, edifícios históricos, jardins verdejantes e passeios nostálgicos, e é particularmente charmoso à noite. Fundada em 1843, era a favorita de Hans Christian Andersen.

    Com pouco mais de 38.000 espectadores, o Parken Stadium é o maior estádio de futebol da Dinamarca e é o lar do FC Copenhaga, além da seleção nacional masculina. Sediou a final da Liga dos Campeões da Europa de 1994 e a final da UEFA seis anos depois, ambas envolveram o Arsenal.

     

    9. Budapeste

    Jogos:

    16 Junho – Play-off Equipa vencedora do grupo A (D) vs Portugal (18:00)
    20 Junho – Play-off Equipa vencedora do grupo A (D) vs França (15:00)
    24 Junho – Portugal vs França (21:00)
    28 Junho – Ronda 16 1C vs 3D/E/F (18:00)

    Formada com a fusão de Buda e Obuda, na margem oeste do rio Danúbio, com Pest no leste, a capital da Hungria deu ao mundo Ferenc Puskás e muitos dos outros “magiares mágicos” da década de 1950, possui 80 fontes geotérmicas e o maior sistema de cavernas de águas termais do mundo. Património Mundial da UNESCO, a Castle Hill, com 1 km de extensão, abriga muitos locais importantes, como a Praça da Trindade, a Igreja de Matthias (Mátyás templom) e o Bastião dos Pescadores (Halászbástya). O Museu de História de Budapeste apresenta arte e história dentro do imponente Castelo de Buda.

    É o estádio mais recente de Budapeste tem o nome da sua mais famosa exportação de futebol e é o lar da seleção húngara. O seu antecessor, o Népstadion (Estádio do Povo), testemunhou a maior derrota internacional da Inglaterra, por 7 a 1, na Hungria, a 23 de Maio de 1954.

     

  •  

    10. Bilbau

    Jogos:

    15 Junho – Espanha vs Suécia (21:00)
    20 Junho – Espanha vs Polónia (21:00)
    24 Junho – Play-off Equipa vencedora do grupo B vs Espanha (18:00)
    28 Junho – Ronda 16 1B vs 3A/D/E/F (21:00)

    É a décima maior cidade de Espanha e a maior da região basca, Bilbau foi notada na época de Shakespeare pelas suas espadas (conhecidas como “bilbos”). A comida está no coração da cultura basca, com pintxos, que basicamente são torradas do tamanho de um pedaço de melão cobertas com tudo, desde bacalhau a ouriço do mar, é obrigatório experimentar. O extraordinário Museu Guggenheim de Frank Gehry atualizou o perfil de Bilbau, com a famosa estátua do filhote de topiaria de Jeff Koons do lado de fora. A cidade velha de Bilbau está fechada ao tráfego e apresenta a dramática Catedral de Santiago do século XIV.

    Inaugurado em 2013, o novo estádio substituiu o antigo San Mamés. Uma estátua do herói do Athletic Club, Rafael “Pichichi” Moreno, foi removida do antigo local, os capitães dos clubes visitantes tradicionalmente apresentam um ramo de flores na estátua para marcar a sua primeira visita.



    Mais: , , | Por: Sandra Melo