10 australianos só podem sair para levar o lixo e fazem disso uma ocasião especial

Se você estiver seguir as regras da quarentena com responsabilidade, provavelmente só sairá de casa quando for estritamente necessário. Com praticamente todos os locais de entretenimento fechados e os eventos cancelados, não existem muitos lugares para visitar. No entanto, uma coisa que ainda está a funcionar tão bem com sempre foi, a hora de levar o à rua lixo. Rapidamente, as pessoas começaram a perceber que o único momento em que podem desfrutar de um pouco de ar livre sem culpa é quando vão levar o lixo ao contentor. No sentido de homenagear esse momento precioso, um punhado de pessoas na Austrália decidiu vestir-se adequadamente para essa ocasião especial.

Tudo começou como um desafio, quando Danielle Askew, de Queensland, desafiou a amiga a vestir-se com as suas roupas mais extravagantes enquanto ia deitar o lixo fora. ” A minha amiga colocou um meme na sua página do Facebook: o dia 6 de isolamento empolgou a noite. Desafiei a arranjar-me e ela disse que faria o mesmo“, afirmou Danielle. Divertida com o resultado, Danielle iniciou um grupo no Facebook chamado “Bin Isolation Outing” e logo milhares de pessoas seguiram o exemplo.

A mulher não esperava que o grupo se tornasse viral, no entanto, ela está feliz que o grupo fez as pessoas rirem durante esses tempos difíceis. “Estou impressionada com a forma como ela se tornou viral”, afirmou Danielle. “Sinto que as pessoas precisam apenas de um motivo para sorrir, de se vestirem e de esperar pelo dia seguinte”.

  • Gearbest $39.99 for Lenovo E1 1.33-inch TFT Screen Sports Smartwatch Global Version promotion
  • Danielle admite que a pandemia mudou a sua vida. “A pandemia mudou a minha vida social para ficar em casa, sem cafés sociais, sem comer em restaurantes locais fabulosos, sem sair para comemorar o aniversário na próxima semana!” No entanto, ela está a tentar fazer o melhor possível.

     

     

     

     

     

  •  

     

     

     

     

     

  •  



    Mais: , | Por: Rita Ferraz