10 alimentos que ajudam a manter baixo o nível de açúcar no sangue

Uma maneira de controlar o açúcar no sangue é fazer uma dieta saudável. Geralmente, os alimentos e bebidas que o corpo absorve lentamente são os melhores porque não causam picos e quedas no nível de açúcar no sangue.

O índice glicémico (IG) mede os efeitos de alimentos específicos nos níveis de açúcar no sangue. As pessoas que procuram controlar os seus níveis devem escolher alimentos com baixo ou médio (IG).

Uma pessoa também pode conjugar alimentos com pontuações baixas e altas do (IG) para garantir que a refeição seja balanceada.

Nesta estão alguns dos melhores alimentos para pessoas que procuram manter níveis saudáveis ​​de açúcar no sangue.

  • Gearbest $39.99 for Lenovo E1 1.33-inch TFT Screen Sports Smartwatch Global Version promotion
  •  

    1. Pães de centeio integral

    Muitos tipos de pão são ricos em carboidratos e elevam rapidamente os níveis de açúcar no sangue. Como resultado, muitos pães devem ser evitados.

    No entanto, o pão de centeio integral e o pão de trigo integral 100% moído têm baixo índice de IG, com 55 ou menos na escala IG.

    Pães de trigo integral moídos em pedra têm uma pontuação de IG mais baixos do que o pão de trigo integral comum, porque os ingredientes passam por menos processamento.

    O processamento remove as camadas externas fibrosas de grãos e cereais. A fibra retarda a digestão e ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

     

    2. A maioria das frutas

    Com exceção do abacaxi e do melão, a maioria dos frutos tem baixo índice glicémico, com uma pontuação de 55 ou menos.

    Isso ocorre porque a maioria das frutas contém muita água e fibras para equilibrar o seu açúcar natural, que é chamado de frutose.

    No entanto, à medida que os frutos amadurecem, as suas pontuações de IG aumentam. Sumos de frutas também têm pontuações de IG muito altas porque o sumo remove as peles e as sementes fibrosas.

    Um grande estudo de 2013 descobriu que as pessoas que consumiam frutas inteiras, especialmente mirtilos, uvas e maçãs, tinham riscos significativamente menores de desenvolver diabetes do tipo 2.

     

    3. Batata-doce e inhame

    As batatas comuns têm um alto índice glicémico (IG), mas a batata-doce e o inhame têm pontuações baixas e são muito nutritivas.

    Algumas pesquisas indicam que a polpa da batata-doce contém mais fibras do que a pele, indicando que o vegetal inteiro pode ser benéfico para os diabéticos.

    Relatando as descobertas de um estudo em animais, os pesquisadores também observaram que o consumo de batata-doce pode reduzir alguns marcadores de diabetes.

    Embora ainda não haja evidências conclusivas de que a batata-doce possa ajudar a estabilizar ou diminuir os níveis de açúcar no sangue em humanos, elas são, sem dúvida, um alimento saudável e nutritivo com uma baixa pontuação gastrintestinal.

    As pessoas podem substituir as batatas doces ou o inhame por batatas numa variedade de pratos, de batatas fritas a caçarolas.

     

    4. A maioria das nozes

    As nozes são muito ricas em fibra dietética e têm valores de IG de 55 ou menos.

    As nozes também contêm altos níveis de proteínas vegetais, ácidos insaturados e outros nutrientes, incluindo: vitaminas antioxidantes, fitoquímicos, como flavonóides minerais, incluindo magnésio e potássio.

    Uma revisão sistemática de 2014 concluiu que comer nozes pode beneficiar pessoas com diabetes.

    Tal como acontece com outros alimentos, é melhor comer nozes que são tão completas e não processadas quanto possível. Nozes com revestimentos ou aromatizantes têm maiores pontuações de IG do que nozes simples.

     

    5. Legumes

    Legumes, como feijão, ervilha, grão de bico e lentilha, têm pontuações de IG muito baixas.

    Os legumes também são uma boa fonte de nutrientes que podem ajudar a manter níveis saudáveis ​​de açúcar no sangue. Esses nutrientes incluem: fibra, carboidratos complexos e proteína.

    Um estudo de 2012 descobriu que uma dieta à base de leguminosas melhorou o controlo glicémico e diminuiu o risco de doença coronariana em pessoas com diabetes do tipo 2.

    Evite produtos de leguminosas que contenham açúcares adicionados e amidos simples, como aqueles em xaropes, molhos ou marinadas. Essas adições podem aumentar significativamente a pontuação IG de um produto.

     

     

    6. Alho

    O alho é um ingrediente popular em medicamentos tradicionais para diabetes e uma grande variedade de outras condições.

    Os compostos no alho podem ajudar a reduzir o açúcar no sangue, melhorando a sensibilidade à insulina e a secreção.

    Num estudo de 2013, 60 pessoas com diabetes tipo 2 e obesidade tomaram metformina sozinha ou uma combinação de metformina e alho duas vezes ao dia após as refeições por 12 semanas. Pessoas que tomaram metformina e alho tiveram uma redução mais significativa em seus níveis de açúcar no sangue em jejum e pós-refeição.

    As pessoas podem comer alho cru, ou adicioná-lo a saladas ou usá-lo em refeições cozidas.

     

    7. Peixe

    O Peixe não tem pontuações muito altas de IG porque não contém carboidratos.

    No entanto, os peixes de água fria podem ajudar a controlar ou prevenir o diabetes melhor do que outros tipos de peixes.

    Um estudo de 2014 incluiu dados de 33.704 mulheres norueguesas durante um período de 5 anos. Os pesquisadores descobriram que ingerir 75 a 100 gramas de bacalhau, escamudo, hadoque ou polaina diariamente reduz o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

    No entanto, os pesquisadores estavam incertos se a redução no risco era um resultado direto de comer o peixe ou se outros fatores de estilo de vida saudáveis, como o exercício, poderiam ter influenciado os resultados.

     

    8. Iogurte natural

    Comer iogurte natural diariamente pode reduzir o risco de diabetes tipo 2.

    Autores de uma grande meta-análise de 2014 concluíram que o iogurte pode ser o único produto lácteo que reduz o risco de desenvolver a doença. Também notaram que outros produtos lácteos não parecem aumentar o risco a uma pessoa.

    Os pesquisadores ainda não sabem por que o iogurte ajuda a diminuir o risco de diabetes do tipo 2.

    No entanto, o iogurte natural é geralmente um alimento de baixo IG. A maioria dos iogurtes não adoçados têm uma pontuação no IG de 50 ou menos.

    É melhor evitar iogurtes adoçados ou aromatizados, que muitas vezes contêm muito açúcar para uma pessoa que deseja reduzir seus níveis de açúcar no sangue. Iogurte de estilo grego pode ser uma alternativa saudável.

     

    9. Abacate

    O abacate é um ótimo alimento para os portadores de diabetes. Isto porque ele é rico em gorduras monoinsaturadas e também possui poli-insaturadas, ambas gorduras boas para a saúde. O abacate, assim como as outras gorduras monoinsaturadas como azeite, nozes, castanhas, auxiliam na resistência à insulina e na prevenção de doenças cardiovasculares, o contrário das gorduras saturadas.

     

     

    10. Aveia

    A aveia é um alimento importante para quem tem diabetes do tipo 2, isto porque ela é rica em fibras solúveis. Este nutriente ajuda a diminuir a velocidade da absorção da glicose, o que irá evitar os picos de glicose. Além disso, ele também controla a absorção do colesterol. Uma pesquisa publicada no Journal of The American Board of Family Medicine analisou quinze estudos e concluiu que o consumo de fibras por pessoas com diabetes do tipo 2 ajuda a reduzir a velocidade da absorção de glicose e por isso, o consumo deste nutriente é benéfico e deve ser encorajado. Para quem não tem diabetes, as fibras também ajudam a prevenir o surgimento da doença e ainda proporcionam saciedade.



    Mais: , | Por: Rita Ferraz