10 tradições de Páscoa pelo Mundo

Páscoa pelo mundo

Em tempo de Páscoa, que na religião cristã marca o momento da morte e ressurreição de Cristo, existem diversos festejos, com características diferentes e algumas muito especificas, ao longo do mundo. O melhor de 10 apresenta 10 tradições de 10 diferentes países.

 

 

1. Espanha

Semana Santa Espanha - Sevilha

 

Em Espanha, é comum a Semana Santa inteira ser considerada feriado e durante esse período ocorrerem inúmeras celebrações por todo o país. As procissões em algumas cidades da Espanha são quase tão importantes quanto o Carnaval para o Rio de Janeiro. As pessoas se fantasiam de Romano, de Jesus e de Apóstolos e carregam pelas ruas a cruz de Jesus.

Assim como no Brasil, alguns espanhóis se reúnem no Sábado de Aleluia para malhar ou queimar o boneco que representa Judas.

O ritual de Semana Santa celebrado na Andaluzia pode parecer assustador, com procissões nas ruas com pessoas usando capuzes sinistros e carregando tochas. Mas esta tradição do sul da Espanha é uma das maiores comemorações religiosas de cidades como Sevilha, Málaga e Granada.

 

 

2. França

Páscoa em França

 

Em França não são os coelhinhos que trazem os ovos de chocolate, mas sim os sinos que voltam da viagem a Roma com muitos doces para as crianças, É também normal existir um desfile de chapéus.
A refeição tradicional do domingo ou da segunda-feira de Páscoa é o carneiro (preparado com vegetais da Primavera) que é um dos símbolos da Páscoa na França.

Também é Uma tradição de Páscoa tipicamente francesa a preparação de uma omelete gigante, tradição esta que existe desde 1973, ano em que foi preparada a primeira omelete gigante com 15 mil ovos.

 

3. Alemanha

Pascoa Alemanha

 

Na Alemanha é costume presentear os amigos e familiares com ovos de chocolate, mas na tradição germânica, é essencialmente tradicional a festa cristã dar lugar a uma celebração dedicada a Ostara, deusa da primavera. A data é marcada por fogueiras e festivais.

Também se verifica que no sul do país, é celebrada a tradicional “Alemannische Fasnet”, que os alemães consideram a quinta estação do ano, que começa no dia 11 de Novembro e termina na quarta-feira de cinzas. Em alguns locais é comum as árvores das cidades serem enfeitadas com ovos coloridos.

Para além desta tradição, também ocorre uma grande celebração na encenação da Paixão de Cristo, que, desde o século 16, acontece na cidade de Oberammergau. que teve o seu inicio na epóca que era apenas um vilarejo, que quase acabou destruído pela peste negra. Consta-se que para tentar salvar a cidade, os líderes religiosos fizeram a promessa de encenar uma peça para louvar a Deus a cada década para sempre, e a tradição continua actualmente.

 

4. Polónia

Páscoa Polónia

 

Na Polônia também existem várias tradições por esta altura. É por exemplo comum no Domingo de Páscoa existir à mesa um cordeiro talhado em manteiga, que serve de decoração, que pode ser comprado em lojas ou feito em casa.

Também é frequente nesse dia, cada família levar uma cesta com ovos cozidos e outros alimentos para ser abençoada. Depois, todos se reúnem para tomar o simbólico café da manhã. Há também troca de ovos de galinha decorados. Esses objetos,denominados de pisanki, são talismãs de boa sorte e simbolizam amor, fertilidade e fortuna.

Outra tradição na Polônia é a chamada “Dyngus”, ou “Smingus Dyngus”, em que os rapazes devem molhar as raparigas com perfume ou água perfumada, como simbolismo de purificação.

 

5. Finlândia

Pascoa Finlandia

 

Neste pais as comemorações da Páscoa são muito semelhantes ao  Halloween nos EUA, sendo marcada por crianças fantasiadas (inclusive de bruxas) que pedem doces aos vizinhos. Durante o sábado que antecede a páscoa, as comemorações contam com a presença de uma fogueira que se pensa servir para espantar espíritos malignos.

 

 

6. Bermudas

Páscoa nas bermudas

 

Neste arquipélago é tradição de Páscoa enviar pipas multicoloridas, feitas artesanalmente com o objectivo de representar a ascensão de cristo ao céu.

 

7. México

Páscoa México

 

No México, os chocolates e o coelho da Páscoa não são muito comuns, fazendo parte apenas das mesas das classes mais altas. Em geral os mexicanos não comem carne na Sexta-Feira Santa, hábito este que é seguido em todas as sextas-feiras da Quaresma.

A encenação da Paixão de Cristo é o símbolo das comemorações de Páscoa no México, em Iztapalapa, cidade ao sul da Cidade do México e é realizada desde 1843.

Segundo a história, após uma epidemia de cólera que praticamente destrui a população local, os sobreviventes imploraram ajuda ao Santo Sepulcro. Após dez anos sem nenhum registro da doença, foi realizada a primeira representação como forma de agradecimento. Desde essa altura,  que todos  os anos  a cidade se transforma numa antiga Jerusalém.

Também é grande no México ao meio dia do Domingo de Páscoa, os bonecos que representam Judas – o apóstolo que traiu Jesus – são espancados, enforcados e queimados. Em algumas cidades, Judas é representado por uma piñata – um jarro cheio de doces – que as crianças devem tentar destruir, para comer os doces.

 

8. Estados Unidos

pascoa Estados Unidos

 

Nos Estados Unidos a maior tradição é a célebre “caça ao ovo”, tradiçao esta partilhada com outros paises como o Canadá e o Reino Unido, onde ovos cozidos, decorados com tintas, ou ovos de chocolate são escondidos pelo quintal ou pela casa para serem descobertos pelas crianças na manhã de Páscoa. Em algumas cidades a “caça ao ovo” é um evento comunitário em que se recorrer frequentemente a uma praça pública para esconder os ovinhos.

Também é comum todos os anos se organizar esta «corrida ao ovo» junto da Casa Branca, sendo um evento comummente recebido pelos seus residentes no momento (Presidente e Primeira Dama).

 

9. Filipinas

Páscoa Filipinas

 

As cerimónias neste pais são marcadas essencialmente por procissões que simbolizam a morte de cristo, e que são definidas como extremamente violentas e sangrentas.

Seguindo uma tradição muito parecida com a Via Sacra que acontece durante a sexta-feira santa, no Brasil, esta comemoração nas Filipinas também é caracterizada por uma procissão.

Durante esta procissão, uma manifestação pelas ruas marca o encontro de Jesus com a mãe, depois da ressurreição, que os homens seguem uma imagem de Cristo, enquanto mulheres vão atrás de uma imagem da Virgem Maria coberta por um manto negro e no final do ritual, as duas filas encontram-se e crianças vestidas de anjo retiram o véu negro.

Existe também a tradição bem sangrenta de comemorar a chegada da Páscoa, de forma extremamente real e violenta, em que alguns católicos filipinos, como sinal de penitência carregam cruzes enormes nas costas e são crucificados com pregos de verdade, enquanto outros fiéis chicoteiam as costas até sangrar,

Esta prática tem sido constantemente «proibida» pelos líderes religiosos locais, ainda que os sacrifícios continuem todos os anos, seguindo uma tradição iniciada em 1955.

 

10. Índia

Pascoa India

 

Na Índia, as cerimónias de Páscoa são um pouco diferentes, considerando que a principal religião do pais é o Hinduismo e não o Cristianismo.

De qualquer forma, a Quaresma é vista como uma época de sacrifícios, nos muitos lares cristãos do país, em que as famílias economizam durante todo esse período, pondo dinheiro numa caixa de oferendas em casa, para o doar na Páscoa.

Nas cidades da Índia onde hinduismo é praticado, é, antes, comemorado o Festival Holi, sendo que a data é marcada para relembrar o nascimento do deus Krishna. Neste festival é comum as pessoas reunirem para dançar, tocar flauta e se deliciarem com verdadeiros banquetes com comida e pratos típicos. Também é de salientar a presença dos elefantes, que recebem pinturas especiais pelo corpo e as pessoas atiram pó colorido uma nas outras.



Mais: , , , , | Por: Mário Rocha