10 países europeus onde a universidade é gratuita

Enquanto a tendência mundial é a de que as universidades públicas, cada vez menos são gratuitas e estudar é cada vez mais um grande privilégio, alguns países europeus tem orgulho de manter ainda a educação ao alcance de todos.

1. Alemanha

A Alemanha é um dos países mais populares para estudantes internacionais e ficou em 1º lugar no Ranking da Study.eu . Com exceção de algumas universidades privadas, é possível estudar na Alemanha gratuitamente – independentemente de ser ou não cidadão europeu. Geralmente, há uma pequena taxa administrativa semestral, mas isso cobre o passe de transporte público numa fração de seu preço normal.

2. Noruega

Universidades na Noruega oferecem educação gratuita para estudantes da Europa, Ásia, África ou de qualquer outro lugar. No entanto, a Noruega é um dos países mais caros do mundo. Então, certifique-se de comparar o custo de vida para outros países também.

3. França

Com educação de alto nível e mais e mais programas de bacharelado e mestrado oferecidos em inglês, a França atrai um grande número de estudantes internacionais a cada ano. Além de uma taxa de registro insignificante, a maioria das universidades públicas na França não cobra nenhuma taxa de matrícula. Viva a França!

4. Grécia

Um dos lugares mais ensolarados dessa lista, a Grécia oferece educação gratuita para todos os cidadãos europeus. E o custo para os estudantes internacionais também é baixo, em torno de 1.500 euros por ano. Combinado com o custo de vida relativamente baixo, a Grécia está entre os destinos de estudo no exterior mais acessíveis.

5. Áustria

A propina em universidades públicas é gratuita para os cidadãos europeus que querem estudar na Áustria. Não-europeus são cobrados 1.500 euros por ano.

 

 

6. Hungria

Quando se trata de dinheiro, a Hungria ocupa o primeiro lugar no  Ranking da Study.eu : Sem propinas para os cidadãos europeus, propinas muito baixas para não-europeus e custo de vida muito baixo.

7. Polónia

A Polónia é um país muito acessível para os estudantes: chegou em segundo lugar disputado no Ranking da Study.EU . Os cidadãos europeus estudam gratuitamente e os não-europeus pagam apenas uma pequena quantia. Além disso, é muito barato morar lá.

8. Eslovénia

A Eslovénia está entre os destinos de estudo no exterior menos explorados. A maioria das universidades oferece aulas gratuitas para os cidadãos europeus, mas custa cerca de 5.000 euros por ano para estudantes de outras nacionalidades.

9. Dinamarca

A Dinamarca é um país popular para estudantes europeus porque oferece aulas gratuitas com altos padrões. Os estudantes estrangeiros não europeus pagam até 16.000 euros por ano.

 

 

10. Finlândia

A partir do verão de 2017, a Finlândia cobra propinas a estudantes não europeus. Os custos são fixados pelas universidades e variam entre 5.000 e 20.000 euros por ano. Cidadãos da União Européia e da EEA continuam estudando gratuitamente na Finlândia.



Mais: , , , , , , , | Por: prisca