10 melhores atrizes de Quentin Tarantino

Uma Thurman

1. Uma Thurman

Uma Thurman é sem dúvida a diva de Quentin Tarantino, tendo já participado em vários filmes do realizador. Mas é na personagem de Beatrix que Uma Thurman se destaca. Em Kill Bill Vol.1 enfrenta um grande número de poderosas mulheres, mas é em Kill Bill Vol. 2 que se destacam as suas qualidades. Para além de ser uma máquina assassina é também uma mãe protetora e atenciosa. Quando necessário ela transforma-se novamente máquina assassina e mata quem a ameaçar sem piedade.

 

2. Mélanie Laurent

Mélanie Laurent representa Shosanna em Inglourious Basterds. Depois de ver a sua família a ser brutalmente assassinada pelos nazis, e devido a estar escondida e por um milagre escapa com vida, mais tarde Shosanna recusa-se a tornar-se vítima do regime nazi e enquanto vai crescendo planeia o seu caminho para a vingança. Não só ela consegue justiça para a sua família, como também consegue destruir toda uma festa nazi. Ela consegue trancar Hitler e os seus súbditos. É então que queima o chão de uma sala de cinema, enquanto eles são forçados a olhar para uma tela gigante de cinema com o seu rosto, a rir-se, ao lhes indicar que aquele plano foi seu e que era uma mulher judia.

 

3. Pam Grier

Jackie Brown é talvez o melhor papel que Pam Grier já interpretou, de todos os seus papéis lendários, este é sem duvida o mais icónico. A elegância e o carisma que Pam Grier exala toda a vez que aparece no grande ecrã parece quase intangível. Este foi um filme muito mais contido para Tarantino, mas Jackie Brown é uma das personagens mais contundentes que ele já escreveu.

 

4. Amanda Plummer

Pulp Fiction à semelhança de Kill Bill, também está carregado de mulheres de caráter forte e cheias de carisma. É logo no início do filme que assistimos à personagem de Honey Bunny interpretada por Amanda Plummer. Esta é uma personagem que vai fazer de tudo para conseguir aquilo que ela quer, por mais insanidade que tenha. É essa insanidade que a vai alimentando, enquanto inquieta a psicose de Pumpkin. Levando o casal a atos de perigo iminente e sem querer saber das suas consequências ou repercussões.

 

5. Diane Kruger

Outra personagem de grande charme e elegância é Bridget von Hammersmark, interpretada por Diane Kruger. Bridget von Hammersmark surge em Inglourious Basterds como estrela de cinema. Na verdade ela é uma dupla agente dos aliados e nazis.

 

 

6. Jennifer Jason Leigh

The Hateful Eight é o filme mais recente de Quentin Tarantino e é neste que se destaca Daisy Domergue, ou The Prisioner interpretada por Jennifer Jason Leigh. Daisy uma personagem de características sombrias, retorcidas, destruidoras. Ao chegar ao final do filme todas estas características mencionadas, vão-se desmoronando e surge uma personagem que revela grande humanidade.

 

7. Kerry Washington

Kerry Washington é uma tremenda atriz que de alguma forma encontra uma maneira de transmitir força e determinação de uma personagem que aparentemente não tem muita profundidade. A maioria das mulheres nos filmes de Tarantino é celebrada por sua vontade de matar. No entanto por oposição ela demonstra uma força na sua determinação para sobreviver.

 

8. Vanessa Ferlito

As personagens femininas em Death Proof, são das mais intimidantes que já assistimos no grande ecrã. Elas são fortes, inteligentes e atraentes, e elas definitivamente compreendem isso. Arlene pode não estar no topo da sua pirâmide de poder, mas certamente está disposta a intensificar sempre que for considerado necessário e não recuar, mesmo que isso envolva oferecer a um estranho uma lap dance.

 

9. Sydney Tamiia Poitier

É o tipo de mulher que se lhe pedisse para oferecer uma bebida para ela você agradeceria por isso. Ela é uma DJ local na rádio, então todo a gente a conhece, mas isso não a impede de fazer o que ela quiser quando ela quiser. A TMZ adoraria produzir história após história sobre ela, e ela não pensaria duas vezes.

 

 

10. Daryl Hannah

Terminamos a lista como começamos, com Kill Bill e Daryl Hannah a interpretar Elle. O que torna Elle tão aterradora é o facto de possuír todo o conhecimento e treino que Beatrix obtivera, assim como uma espada Hanzo, mas a diferença com Elle é que ela aparentemente não tinha a consciência e estava disposta a desistir do seu objetivo. Ao passo que Beatrix mantinha a sua moral e a sua honra. Como, tecnicamente, nunca vimos Elle morrer, ainda há esperança que ela apareça se o constante boato de Kill Bill Vol. 3 já vem a ser concretizado. Vamos torcer para que sim 🙂



Mais: , , | Por: João Baganha