10 livros que «mexeram» e são recomendados por Stephen King (Mestre do Horror/Terror)

Stephen King, o escritor americano mais conhecido e famoso pelos seus brilhantes livros de horror, terror e fantasia, que já foram inúmeras vezes adaptado para o grande ecrã, em filmes de culto como o The Shining do grande realizador Stanley Kubrick e a mais recente adaptação para série – Mr Mercedes, tem um conjunto de livros que refere como que tendo «mexido» consigo. Deste modo o melhor de 10 apresenta uma selecção de 10 livros da sua preferência no que respeita a terror, horror e fantasia.


 

 

 

1. Robert Bloch – Psycho

Robert Bloch - Pyscho

Neste fantástico Thriller psicológico e com retoques de puro suspense, publicado em 1959, Robert Bloch retrata a vida de Norman Bates, dono de um Motel de Estrada situado em Fairvale. O Motel encontra-se, porém, praticamente vazio, sendo raramente ocupado alguns dos seus quartos por algum viajante de passagem pela localidade. Tal caso é o da bela Mary Crane, que, após ter dado um desfalque financeiro (roubo) à sua antiga empresa, chega para se alojar. Dai até a intriga começar é um passo muito breve, sucedendo-se acontecimentos e relatos assombrosos, maioritariamente relacionados com a mãe de Norman bates, que segundo o mesmo, sofre de problemas mentais.Este livro é fascinante, questionando ate que ponto uma educação puritana, conservadora e super-protetora, tem sequelas e até que ponto é possível a um filho cometer crimes «em nome da mãe».O presente livro também foi adaptado ao cinema pelo mestre do suspense Alfred Hitchcook, em 1960, sendo posteriormente alvo de uma sequela (Psycho 2), também da autoria de Bloch e adaptado ao cinema em 1983 por Richard Franklim. A este filme sucederam-se ainda Psycho 3 (1986) e Psycho 4 – The Beginning (1990).Também existe ainda a série televisa Bates Motel, que retrata todo o percurso do jovem Norman Bates e da sua mãe Nora Bates, até ao desenrolar dos crimes.
 

 

 

2. Shirley Jackson – A Maldição de Hill House (The Haunting of Hill House)

Shirley Jackson - A maldição de Hill House

Neste livro de 1959, considerado por muitos como uma das mais importantes obras de terror e suspense em literatura, e fonte de inspiração de nomes como Stephen King e Guilherme Del Toro, John Montague, especialista e estudioso do oculto, chega a Hill House em busca respostas e factos que possam provar a existência do sobrenatural. Com ele estão Theodora, a sua assistente, Luke, o futuro herdeiro da propriedade e Eleanor, uma mulher solitária e frágil, já com experiência de encontros com poltergeists.

Porém, o que seria para ser apenas uma experiência em torno de fenómenos inexplicáveis, torna-se, em pouco tempo, uma corrida pela sobrevivência, à medida que a mansão de Hill House «ganha poder« e escolhe, de entre os seus ocupantes, aquele que pretende para si…

O presente livro é um dos mais perfeitos exemplos do terror e do suspense em literatura e já foi adaptado por duas vezes ao cinema em filmes de grande sucesso, como o The Haunting of Hill House (Desafio do além) de 1964, realizado pelo consagrado realizador Robert Wise e o filme The Haunting (A Mansão) de 1999, realizado por Ja de Bonto e com grandes estrelas do cinema como Catherine Zeta Jones, Liam Neeson, Owen Wilson e Lili Taylor

A obra de Shirley Jackson também se encontra adaptada ao formato do série, pela Netflix.

 

3. Ray Bradbury – Algo Maligno vem ai (Something wicked this way comes)

Ray Bradbury - Algo de Maligno vem ai

Neste emocionante e intrigante livro, de um dos mais consagrados e reputados autores de fantasia e ficção cientifica, Ray Bradbury, dois amigos adolescentes, Jim Nightshade e Will Halloway, são incapazes de resistir às atracções apresentadas por um circo dirigido pelo misterioso Sr Dark, e que a todos tenta com as suas promessas sedutoras de juventude eterna e sonhos por cumprir. A sua curiosidade leva-os a descobrir o segredo oculto nos labirintos, fumos e espelhos do tenebroso circo, que apenas funciona a partir da meia noite em vésperas de Hallowen.

É neste contexto que os dois jovens, inconscientes do perigo, se envolvem numa terrível perseguição em que tudo terão que fazer para salvar as suas vidas e acima de tudo, as próprias almas.

 

4. Paul Tremblay – A Head full of Ghosts

Paul Trembly

Neste livro, mais recente, escrito em 2015, Tremblay relata a história de uma família americana em constante stress e tensão, devido aos problemas mentais da sua filha adolescentes de 14 anos Majorie Barrett. A presente história é contada do ponto do vista da sua irmão mais nova, Merry, no momento com 20 anos.Os temas incluídos nesta obra são especialmente o exorcismo católico (devido ao apelo a um padre exorcista) e a pressão dos média, especialmente dos reality shows no quotidiano desta família e nas suas dinâmicas familiares e sociais.A presente novela ganhou o prémio de melhor novela de terror de acordo com a Associação de escritores de terror Bram Stoker e que encontra-se em processo de adaptação para o grande ecrã.
 

5. Neil Gaiman  – Deuses Americanos (American Gods)

Neil Gaiman - Deuses AmericanosUm dos escritores actuais preferidos de Stephen King, Neil Gaiman, mais conhecido pela sua fabulosa saga de Banda Desenhada The Sandman, escreveu também uma soberba obra em prosa sobre Deuses antigos e modernos. Em Deuses Americanos o autor relata o percurso de Sombra, ex-recluso que começa a fazer serviços para uma estranha personagem, chamada de apenas Quarta-Feira.

É em tudo mais que uma simples aventura, é uma luta pelo destino da humanidade, mas propriamente entre a América antiga dos antigos deuses, de quem Quarta-Feira faz parte e os novos deuses, que simbolizam todos aqueles que se «deixaram superar» pelas novas tecnologias. Em suma, um espécie de tratado sociológico…

O Livro foi adaptado a série de TV pelo canal Starz.

 

 

6. O Deus das Moscas (Lord of the Flies) – William Golding

William Golding - Deus das Moscas

Publicado em 1954, O Deus das Moscas é um dos mais perturbadores e aclamados romances da atualidade.

Neste livro após um aviao de despenhar numa ilha deserta, os únicos sobreviventes são um grupo de rapazes. Inicialmente, tudo parece muito bem e belo, dada liberdade total apresentada, festejando a ausência de adultos. Porém começam a unir forças e a cooperar na procura de alimentos, na construção de abrigos e na manutenção de sinais de fogo. À medida que o controlo do sistema e ordem implementada se começa a desmoronar devido ao medo e fraqueza psicológica, também os seus medos começam a tomar sinistras e primitivas formas e o bando de rapazes começa a ter de enfrentar uma realidade muito mais urgente – a sobrevivência – e com o aparecimento de um ser terrível que lhes assombra os sonhos…

 

7. James Herbert – The Fog

James Herbert - The Fog

The Fog é uma novela de horror que relata os acontecimentos ocorridos numa pacata vila, em que após um tremor de terra é libertado um sapo que se encontrava enterrado há muitos anos. Tal facto faz com que o Sapo morto comece a apoderar-se dos humanos que nele tocam e toca, tornando-se suicidas ou homicidas em massa. As pessoas possuídas, que são de todo o tipo, desde padres, professores e outras profissões liberais, começam assim a cometer todo o tipo de crimes desde leves a mais graves como a pedofilia.

Para alem destes acontecimentos, também se verifica que o sapo se começa a multiplicar e começando-se a propagar por diversas aldeias e cidades, provocando o terror e o horror.

Resta assim o engenheiro ambiental John Holman, que se encontrava a trabalhar numa pequena base do ministério da defesa na pequena vila onde tudo começou, procurar expulsar o sapo da mente das pessoas afectadas e repor a normalidade.

 

8. Slade House – David Mitchell

David Mitchel - Slade House

Este romance do autor de Cloud Atlas (Atlas das Nuvens), publicado em 2015, desenrola-se em finais dos anos 70 (1979) relatando a história de Nathan Bishop e da sua mãe, que são convidados para a casa da respeitável Lady Grayer. Durante a estadia Nathan começa a ter alucinações e começa a pensar que o Vallium que roubou à sua mãe é responsável por tais efeitos. Entre estas alucinações parece ver-se com o seu pai num outro ambiente (Rodésia) onde conversam. Porém estas alucinaçoes sao todas obra do casal Grayer, que rouba as almas as todos os seus convidados para manter a sua juventude.

Esta é a primeira história do livro, que apresenta mais outras 4 histórias cuja ultima é no ano de 2015 e que também abordam diferentes pontos de vista do que se passa no interior da denominada mansão de escravos.

 

9. Day Four – Sarah Lotz

Sarah Lotz - Day FourQuatro aviões e três sobreviventes é o que vai encontrar neste excelente romance de Sarah Lotz, a magnifica sequela de The Three.
Este livro relata os acontecimentos ocorridos a partir do 4º dia de um conjunto de 5 dias, do que seria um belo cruzeiro no Mar das Caraíbas, no barco Beatiful Dreamer, se este não ficasse parado de repente, como que morto sem alguma razão aparente, encalhado no Golfo do México, sem electricidade e sinais celulares que permitam a comunicação e o pedido de auxilio.

No momento em que as casas de banho deixam de funcionar e a comida começa a escassear, começa a surgir o pânico entre os passageiros. E quando um cadáver de uma mulher aparece numa das cabines do navio? Será que existe alguma assassino no navio ou será algo ainda pior, como um vírus mortal?

 

 

10. Carsten Stroud – Niceville

Carsten Stroud - Niceville

Neste romance, considerado como uma espécie de encontro de Stephen King com o ambiente sinistro e alucinantes de Twin Peaks, o detective Nick Cavanagh, é chamado para investigar o misterioso desaparecimento do jovem de 10 anos Rainey Teague, deslocando-se como tal juntamente com a sua mulher para a pequena Niceville.

Neste misterioso romance para além da investigação sobre este desaparecimento, o leitor também é convidado a entrar no mundo sinistro e arrepiante da pequena vila, para além de também se confrontar com a possibilidade de Rainey não ser a única vitima e de muitas mais se seguirem.