10 lendas e jogadores míticos do Sporting Clube de Portugal

Sporting Clube de Portugal

 

Estando o Sporting na ordem do dia, muito devido as polémicas declarações do seu dirigente máximo Bruno de Carvalho, o melhor de 10 resolveu referir um pouco a história deste grande clube português, tendo em conta 10 grandes jogadores que por lá passaram e celebrizaram o clube.

 

1. José Travassos

José Travassos

 

José António Barreto Travassos, nasceu em Lisboa, a 22 de fevereiro de 1926, tendo falecido também em Lisboa a 12 de fevereiro de 2002. Ficou conhecido por “Zé da Europa” por ter sido o primeiro jogador de futebol português a jogar na selecção da Europa, em 1955, contra a Grã-Bretanha e Irlanda do Norte.

Travassos jogou como médio interior-direito, e juntamente com Albano, António Jesus Correia, Peyroteo e Vasques formaram os famosos Cinco Violinos. Também é reconhecido pelo seu famoso golo, que marcou no seu primeiro jogo contra o F.C.Porto, num remate de moinho.

A sua estreia no Campeonato Nacional a 16 de Fevereiro de 1947 ficou marcada pelos seus 3 golos na goleada ao Benfica por 6-1, num jogo disputado no Estádio do Lumiar.

Do seu Palmarés contam 8 campeonatos nacionais pelo Sporting e 2 taças de Portugal. Também marcou um total de 172 golos em 457 jogos.

2. Jesus Correia

Jesus Correia

 

Outro elemento dos ilustres 5 violinos, António Jesus Correia, nascido em Oeiras, Paço de Arcos, 3 de Abril de 1924 e falecido a 30 de Novembro de 2003, foi um grande desportista, destacando-se não só no futebol, como também no hóquei em patins. Foi caracterizada pela sua grande versatilidade. Era sem dúvida um desportista de dois amores, praticando ambas as modalidades ao mais alto nível.

No futebol, jogava a extremo-direito, conquistou pelo Sporting Clube de Portugal 7 campeonatos nacionais e 3 taças de Portugal ao longo de 9 épocas. tendo marcado 978 golos em 215 jogos, o que o definiu como o oitavo melhor marcador da história do clube. Em Espanha contra o Atlético Madrid a 5 de Setembro de 1948 faz provavelmente a sua maior exibição ao apontar 6 golos na vitória por 3-6.

Chegou à Selecção Portuguesa de Futebol em 1947, onde jogou até 1952, com um total de 13 internacionalizações e 3 golos. Fez parte da Selecção Portuguesa de Futebol que primeiro derrotou a Espanha (4-1), a 26 de Janeiro de 47, e também inaugurou o marcador no primeiro triunfo para Portugal como visitante, na República da Irlanda em Dublin nesse mesmo ano.

Para além do futebol também jogou Hóquei em Patins, tendo vencido o primeiro Mundial  pela Selecção Nacional em 1947, em Lisboa, no Pavilhão dos Desportos.

Do seu palmarés como jogador de hóquei em patins também viram a constar 5 títulos mundiais e 6 títulos europeus, enquanto coleccionava títulos nacionais (todos pelo Clube Desportivo de Paço de Arcos) onde foi 8 vezes campeão nacional, entre 1942 e 1955. Fez mais de 290 golos em 172 jogos

Mais tarde, foi seleccionador da Selecção Portuguesa de Hóquei em Patins pela qual atingiu 2 títulos mundiais em 1958 e 1960.

3. Manuel Vasques

Manuel Vasques

 

Manuel Soeiro Vasques, nascido no Barreiro a 22 de Fevereiro de 1926 e falecido a 10 de Julho de 2003) foi um futebolista português, que também pertenceu ao plantel de futebol do Sporting Clube de Portugal nas décadas de 1940 e 1950, e aos chamados “Cinco Violinos”.

Jogou como médio ofensivo tendo-se estreado com a camisola “verde e branca” no dia 8 de Setembro de 1946 e em oito anos de “leão” ao peito ganhou oito campeonatos portugueses, incluindo um tricampeonato e um “tetra”, e duas Taças de Portugal, entre 1946 e 1954.

 

4. Albano Pereira

Albano Pereira

 

Albano Pereira jogou como avançado e Fez parte dos famosos Cinco Violinos que atuavam no Sporting Clube de Portugal.

Foi internacional 13 vezes tendo marcado 3 golos ao serviço da Selecção Nacional, na qual se estreou a 5 de Janeiro de 1947, contra a Suíça, no Jamor, num célebre jogo da chuva que ficou empatado a dois golos

Pelo Sporting jogou 242 jogos entre 1943-1957 tendo marcado 117 golos, e tal como os seus companheiros e restantes elementos dos 5 violinos (Travassos, Correia, Vasques e Peyroteo), do seu Palmarés contam 8 campeonatos nacionais pelo Sporting e 2 taças de Portugal.

5. Fernando Peyroteo

Fernando-Peyroteo-Sporting

 

Fernando Baptista de Seixas de Vasconcelos Peyroteo, nasceu em Humpata-Angola a 10 de Março de 1918 e faleceu em Lisboa a 28 de Novembro de 1978, e foi um jogador português do Sporting Clube de Portugal, tendo formado  com Albano, António Jesus Correia, José Travassos e também Vasques, os famosos Cinco Violinos.

Fez a sua estreia com a camisola do Sporting a 12 de Setembro de 1937 num Torneio contra  o Benfica (Taça Preparação), jogo que venceu por 5-3 com 2 golos de sua autoria.

Neste primeiro ano também ajudou o Clube a conquistar mais um Campeonato de Portugal e contribuiu decisivamente para a conquista de 5 campeonatos nacionais, 4 Taças de Portugal e 7 campeonatos de Lisboa.

Peyroteo  vezes o melhor marcador do campeonato nacional, tendo marcado 332 golos em 197 jogos, uma média fantástica de mais de 1,68 golos por jogo. Realizou 334 jogos com a camisola «leonina» (1937-1949) tendo marcado 544 golos (média de 1,61 por jogo) e ao longo da carreira disputou 354 jogos marcando 559 golos (1,62 por jogo).

 

6. Vítor Damas

Vitor-Damas

 

Vítor Damas foi um dos melhores guarda-redes portugueses de sempre.

Defendeu as redes do Sporting entre 1966/67 e 1974/75, tendo-se transferido, posteriormente, para a equipa espanhola do Racing de Santander, onde jogou entre 1975/76 e 1979/80, tendo sido por uma vez considerado o melhor estrangeiro a jogar em Espanha.

Voltou a Portugal jogando pelo Vitória de Guimarães entre 1980/81 e 1982/83, e pelo Portimonense, em 1983/84. Mais tarde regressou ao seu clube do coração, o Sporting, entre 1984/85 e 1988/89, onde terminou a sua carreira.

Também jogou 29 vezes pela equipa nacional, pela qual se estreou a 6 de abril de 1969. Realizou o último jogo pela selecção em 11 de julho de 1986. Porém na selecção foi segundo guarda redes  no Campeonato da Europa de 1984 e jogou no Campeonato do Mundo de 1986, substituindo Manuel Bento, quando este fracturou uma perna.

7. Hector Yazalde

Hector Yazalde

 

Héctor Casimiro Yazalde, nascido em Buenos Aires-Argentina a 29 de maio de 1946 e falecido a 18 de junho de 1997 foi um jogador de futebol argentino, apelidado de “Chirola”.

Pertenceu ao Sporting Clube de Portugal onde se sagrou bota de ouro, com 46 golos em 30 jogos, tendo jogado entre 1971 e 1915. Foi campeão nacional em 1973/1974 e ganhou a taça de Portugal em 1972/1973.

Anteriormente jogou pelo Independiente da Argentina pelo qual foi campeão em 1967 e 1970. Posteriormente a ter jogado no Sporting, jogou no Olimpique de Marselha na época 1976/1977, e voltou a Argentina onde jogou no Newell´s Old Boys tendo ainda marcado 54 golos em 120 jogos, tendo terminado a sua carreira no Huracan.

Pela Selecção da Argentina tem apenas 10 internacionalizações entre 1970 e 1974.

 

8. Krassimir Balakov

Krassimir Balakov

 

Krasimir Genchev Balakov , nascido em Veliko Tarnovo – Bulgária a 29 de março de 1966 foi um jogador de futebol da Bulgária, que jogava como médio onfensivo.

Foi uma das peças fundamentais da seleção Bulgara que alcançou a 4ª posição do Campeonato do Mundo de 1994. depois de Hristo Stoichkov, na altura craque do Barcelona. Foi um dos grandes jogadores da sua geração.

Iniciou a sua carreira no clube local, o FC Etar Veliko Tarnovo, antes de se tranferir para o Sporting em 1990, onde venceu a Taça de Portugal na época 1994/1995. Efectuou 138 jogos tendo marcado 43 golos.

Em 1995, transferiu-se para a Liga Alemã para o VfB Stuttgart, onde ganhou a Taça Intertoto em 2000 e 2002, bem como a Copa da Alemanha em 1997. Retirou-se em 2003.

Pela Selecção da Bulgária foi internacional por 92 vezes entre 1988 e 2003, marcando um total de 16 golos. Participou no Campeonato Europeu de Futebol de 1996 em Inglaterra e no Campeonato do Mundo de 1998 em França.

9. Luís Figo

Luís Figo

 

Luís Filipe Madeira Caeiro Figo, nascido em Lisboa a 4 de Novembro de 1972, é um ex-futebolista português que dispensa qualquer tipo de apresentação, sendo considerando um dos melhores jogadores portugueses de futebol a par do actual melhor jogador do mundo Cristiano Ronaldo.

Figo venceu o Ballon d’Or em 2000, foi o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA em 2001 e está incluído no FIFA 100.

Jogou mais de 20 anos como futebolista profissional, em clubes de Portugal (Sporting Clube de Portugal), Espanha e Itália.

No Sporting fez 169 jogos tendo marcado 40 golos. Também ganhou uma taça de Portugal na época 1994/1995.

Tem 127 internacionalizações pela Seleção Portuguesa de Futebol, sendo o segundo jogador português com maior número de jogos pela seleção, apenas atrás de Cristiano Ronaldo.

É um dos poucos futebolistas a ter jogado pelos dois rivais espanhóis, Barcelona e Real Madrid, tendo alcançado diversos títulos individuais e coletivos, como uma Taça de Portugal, quatro Campeonatos Espanhóis de Futebol, uma Liga dos Campeões da UEFA, uma Taça das Taças, uma Supercopa Europeia, uma Copa Intercontinental, quatro Campeonatos Italianos, uma Coppa Italia, e três Supercopas Italianas.

Em 2003 assumiu o cargo de Presidente da Fundação Luís Figo, que possui várias academias de futebol em Portugal e por outros países no mundo, e faz um importante trabalho a nível social junto de crianças necessitadas.

 

 

 

10. Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo

 

Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro, nasceu no Funchal a 5 de fevereiro de 1985 e é um futebolista português que atua como extremo ou avançado. Atualmente defende o Real Madrid e a Seleção Portuguesa.

Actualmente é o melhor jogador do Mundo, ficando a frente de jogadores como Messi e Griezman. Também apresenta 5 bolas de ouro da fifa tal como o seu «rival» Leonel Messi, do Barcelona.

Iniciou a sua carreira como profissional de futebol no Sporting Clube de Portugal, onde jogou entre 2001 e 2003. Por este clube jogou 31 jogo tendo marcado 5 golos.

Posteriormente foi transferido para o Manchester United, clube Inglês pelo qual jogou 6 anos, tendo efectuado 292 jogos e marcado 118 golos. Foi também por este clube que ganhou vários títulos, como a Taça de Inglaterra 2003/2004, a Taça da Liga 2005/2006, a Premier League 2006/2007, a Supertaça de Inglaterra 2007, a Premier League 2007/2008, a Liga dos Campeões 2007/2008, o Campeonato Mundial de Clubes da FIFA 2008, a Premier League 2008/2009, a Taça da Liga 2008/2009.

Em 2008, tornou-se no segundo jogador a conquistar, na mesma temporada, o prémio de Melhor Jogador do Mundo da FIFA, a Bota de Ouro e a Bola de Ouro da revista France Football, um feito só realizado pelo avançado brasileiro Ronaldo, em 1997.

Foi responsável em 2009 por umas das transferências mais caras do futebol mundial ao ser transferido para o Real Madrid por 98 milhões de euros. Foi neste clube que em 2011, Ronaldo tornou-se no maior marcador numa temporada na história do Real Madrid com 53 golos, superando o recorde anterior de 49 golos de Ferenc Puskás. Ronaldo superou o recorde de maior número de golos marcados numa temporada na Liga, com 40 golos, ultrapassando a marca de Telmo Zarra (38 golos), de 1951 e de Hugo Sánchez (38 golos), de 1990.

Jogou, até ao momento, 431 jogos pelo Real Madrid, tendo marcado 446 golos. Também pelo Real Madrid venceu por duas vezes o campeonato Espanhol (2011-2012 e 2016-2017) e três ligas dos Campeões (2013/2014, 2015/206 e 2016/2017).

É o jogador com mais participações na Selecção Nacional de Portugal (149 com 81 golos marcados), tendo alcançado como principais feitos, a final do Campeonato Europeu de Futebol de 2004, que perdeu para a selecção da Grécia e o titulo de Campeão Europeu de Futebol em 2016.



Mais: , , , , , | Por: Mário Rocha