10 doenças que ainda não têm cura

Alzehimer

1. Alzheimer

Os seus sintomas aparecem quando os doentes começam a apresentar alterações na sua personalidade ou quando começam a ficar confusos. Com o passar do tempo surgem sintomas mais graves como: distúrbios na conduta, começam a deixar de reconhecer os seu familiares, deixam-se de reconhecer a si mesmos quando colocados em frente a um espelho por exemplo. Aquando a evolução da doença tornam-se cada vez mais dependentes de terceiros. A investigação científica tem evoluído neste campo, mas ainda não tem cura.

 

Lúpus

2. Lúpus

As suas manifestações são variadas, é uma doença multisistémica e autoimune. É detetada pelas suas caraterísticas clínicas típicas desta doença. Esta doença afeta o sistema imune. Este sistema é contemplado por linfócitos e anticorpos, que servem para proteger o nosso corpo. Esta doença provoca uma reação no sistema imunitário, que causa uma inflamação e alteração nos órgãos afetados. A inflamação costuma provocar dor, calor ou inchaços.

 

Miastenia

3. Miastenia

É denominada por Miastenia Gravis, que consiste numa doença crónica que provoca fadiga e fraqueza de forma mais rápida nos músculos voluntários. Este fenómeno acontece devido à falta de transmissão dos impulsos dos nervos para os músculos. Raramente é fatal, mas por vezes pode por em risco a vida quando a fraqueza atinges músculos importantes como o de deglutição ou da respiração. Existe um tratamento para a maioria dos doentes. Depois de acompanhados os doentes apresentam uma considerável melhoria dos sintomas e muitos levam uma vida normal.

 

Crohns

4. Doença de Crohn

Esta é uma doença crónica do intestino. A doença causa uma inflamação que pode afetar qualquer parte do tubo digestivo. Normalmente as zonas mais afetadas são as porções terminais do Intestino Delgado. Esta doença espalha-se por toda a parede do intestino. Atualmente ainda não existe nenhum medicamento para a cura de Crohn. No entanto já existem alguns tratamentos que permitem melhorar os doentes.

 

Morgellons

5. Doença de Morgellons

É uma doença que afeta a pele. Os seus sintomas são variados e os seus doentes têm sensações irritantes tais como: formigueiro, mordidelas e sensação de picadas. Os médicos mais especializados como os psiquiatras e dermatologistas ainda não encontraram explicação para esta doença. Ainda sem cura, mas estudos indicam que terapias relacionadas ao treino mental vão ajudando a superar a doença de Morgellons.

 

 

Doença celíaca

6. Doença celíaca

Mais uma doença auto-imune, mas desta vez causada para intolerância a certos produtos alimentares. Neste caso mais preciso a intolerância ao glúten. O glúten é uma proteína que podemos encontrar no cereais como trigo e centeio essencialmente, em menor grau, na cevada e na aveia. Para os doentes de celíaca o glúten faz com que o intestino delgado fique atrofiado ou mesmo plano. O que provoca dores e mau estar. Ainda não se encontrou cura para a doença.

 

Espondilite Anquilosante

7. Espondilite Anquilosante

Costuma surgir nas articulações da coluna vertebral, com menor frequência nas articulações periféricas ou estruturas extra-articulares. É uma doença inflamatória crónica. Não tem cura, mas quando detetada na altura correta pode ser bem tolerada.

 

Esquizofrenia

8. Esquizofrenia

Trata-se de uma doença do cérebro grave a forma de pensar da pessoa, o seu comportamento emocional e geral é alterado. É uma doença psiquiátrica gravem crónica e incapacitante. É conhecida pelos sintomas de ouvir e ver coisas que na verdade, não existem. O doente passa a ter uma dificuldade social de se relacionar com as pessoas. A esquizofrenia é uma perda de contato com a realidade e, basicamente, quem tem essa doença apresenta alucinações e delírios, que são construções de ideias falsas sobre a realidade. Ainda não existe cura para esta doença.

 

Psoríase

9. Psoríase

Mais uma doença doença crónica e de natureza auto-imune. É bastante comum e não é contagiosa. Pode-se manifestar em qualquer idade, mas segundo estatísticas, na maior parte dos casos manifesta-se entre os 15 e os 30 anos de idade. As áreas mais afetadas são os cotovelos, joelhos, couro cabeludo, unhas e a região lombar.

 

 

Hipertensão

10. Hipertensão

A hipertensão é uma doença crónica e que não tem cura. Esta doença caracteriza-se por as artérias obterem elevados níveis de pressão, isto faz com que o coração exerça uma força muito maior ara fazer circular o sangue. Nos dias de hoje há medicação que pode ajudar a controlar a tensão arterial, mas a doença ainda não tem cura.



Mais: , | Por: João Baganha