10 coisas que devemos saber sobre o nosso dinheiro

melhorde10

1. Calcular o seu património líquido

Esta é uma boa prática para a sua saúde financeira. O património líquido resulta da diferença entre os seus ativos totais e as suas responsabilidades. Esta prática deve ser feita pelo menos duas vezes por ano. Com isto podemos analisar detalhadamente onde andamos a gastar mais dinheiro, o que estamos a poupar ou o que podemos vir a poupar.

 

2. Como mudar a sua mentalidade em relação ao dinheiro

O conceito de “ser rico” muitas vezes não depende do tamanho do salário. Muitas vezes é necessário pensar no dinheiro como algo para investir em vez de o economizar ou gastar. Para empreendedores a única razão de economizar dinheiro é investir de seguida. Em primeiro lugar é necessário economizar o dinheiro numa conta segura para ter uma boa quantidade para investimento.

melhorde10

3. Saber onde estamos a gastar o dinheiro

Devemos fazer tabelas para verificar todas as despesas fixas e esporádicas. Com tabelas bem definidas podemos verificar quanto gastamos com água, luz, transporte, jantar fora, lazer etc. Com esta prática temos mais controlo sobre o nosso dinheiro.

 

melhorde10

4. Decidir quanto é necessário poupar mensalmente

Economizar o seu dinheiro garante que este cresça exponencialmente ao longo do tempo. Uma técnica de poupança é verificarmos quanto recebemos no salário por hora e quanto podemos economizar depois de pagarmos todos os custos fixos.

5. Quanto dinheiro você deseja economizar

É importante estabelecer objetivos a médio ou longo prazo. Para isso definimos uma meta e o valor desejado a poupar até atingirmos essa meta.

 

6. Contas de emergência

Convém sempre termos em conta uma poupança para eventuais emergências, pois durante a nossa vida podemos ter surpresas inesperadas, como o facto de termos de pagar algo que não estávamos a contar.

 

7. Dividir para conquistar

Hoje em dia todos os bancos têm diferentes ofertas de contas poupança e diferentes juros. Uma boa prática será criar contas em bancos diferentes e analisar as suas melhores ofertas.

 

8. Evitar dívidas

Dívidas geram dívidas e muitas vezes os juros também não são atrativos. Por vezes acabamos por perder mais do que estávamos a contar.

 

melhorde10

9. Educação financeira

É importante ter educação financeira, saber gerir o dinheiro, saber como poupar, assim como ter noções sobre impostos, juros, aplicativos financeiros, etc.

 

10. Assumir riscos

A economia está sempre a mudar. Costuma-se dizer que o dinheiro não dorme. Deste modo é importante estarmos constantemente a verificar se as nossas aplicações em bancos ou negócios estão a tomar o rumo certo.



Mais: , , , | Por: João Baganha