10 coisas que achamos que nos fazem felizes, no entanto não fazem

Matthieu Ricard

 

Existem 10 coisas que hoje em dia muitos de nós achamos que são o caminho para a felicidade, no entanto não o são. Segundo um famoso monge budista francês Matthieu Ricard, que já é conhecido com “o homem mais feliz do mundo” e que também já fez várias apresentações sobre a felicidade no famoso TED.

Para além de monge, Matthieu Ricard é autor de diversos livros, não só sobre budismo mas sobre fotografia. O Melhor de 10 destaca então o “The Monk and the Philosopher” que se foca num diálogo com o seu pai, o filósofo Jean-François Revel. “The Quantum and the Lotus” e “Tibet, An Inner Journey” e o seu Pós-douturamento em Genética Molecular (realizado no Instituto Pasteur).

No entanto Matthieu Ricard deixou de se dedicar à vida académica para se dedicar então à tradução para francês do XIV Dalai Lama. Matthieu Ricard também é membro do Mind & Life Institute onde tem vindo a dedicar as suas pesquisas para a compreensão científica da mente. É também o principal coordenador da associação Karuna-Shechen que se dedica à educação e prestação de serviços de cuidado a pessoas mais velhas.

Vamos então ver a lista sobre o que acreditamos que nos faz felizes, mas que afinal não fazem segundo Matthieu Ricard.

1. Ser rico poderoso e famoso

2. Tratar o universo como se fosse um catálogo de pedidos para os nossos caprichos e desejos

3. Desejar obter a “liberdade para fazermos tudo o que nos vem à mente” (Isto não é ser livre, mas sim escravos dos nossos pensamentos).

4. Procurar constantemente as sensações de prazer. (No entanto as sensações de prazer rapidamente desvanecem e podem se tornar desconfortáveis).

5. Querer-mos nos vingar de forma maldosa de alguém que nos tenha magoado ou ferido. (Ao procurarmos a vingança, estamos a ser tão maus como essas pessoas e a envenenar a nossa mente).

6. Pensamentos como “Se eu tivesse tudo, ficaria feliz” ou “Se eu tiver isto ou aquilo, vou ser feliz” (No geral estas previsões não estão corretas).

7. Querer ser sempre lisonjeado e não aceitar críticas (isto não nos ajuda a evoluir).

8. Eliminar todos os inimigos (Animosidade não trás felicidade).

9. Não enfrentar as adversidades (Torna-nos fracos e vulneráveis).

10. Focar os nossos esforços a cuidar apenas de nós. (O verdadeiro amor e a compaixão são as raízes da verdadeira felicidade).

 

 

Matthieu Ricard no TED sobre os hábitos da felicidade:

Primeira parte:

Segunda parte:

Terceira parte:



Mais: , | Por: João Baganha