10 melhores carrinhas dos anos 90 e que ainda são excelentes em 2018

Volkswagen Passat GT 16v

1. Volkswagen – Passat GL

Equipada com um motor de 2.0 e 116 cv, chega aos 100 Km/h em 8,7 segundos e atinge os 220 Km/h. Esta Passat já vinha com ar-condicionado, os quarto vidros elétricos, bancos em couro, airbag duplo, travões ABS. Saiu também uma versão com mudanças automáticas. Nos dias de hoje não é uma lista impressionante de extras, mas nos anos 90 era o que de melhor se podia ter para uma carrinha de gama média. Foi a quarta geração da Passat e começou a ser considerada carrinha de luxo. As suas linhas de carroçaria eram retas e bem sulcadas, dando lugar a formas mais arredondadas e fluidas nos dias de hoje.

 

2. Peugeot – 405 SRi Break ABS

A grande aposta das marcas de automóveis nos anos 90 foi apostar em modelos de carrinhas que fizessem um combinação de carro familiar com desportivo. Dos 10 modelos que vamos apresentar nesta lista, vamos reparar que estas marcas o conseguiram com grande sucesso. A Peugeot conseguiu na época apresentar esta carrinha com linhas rurais e modernas na sua carroçaria. Equipada com um motor de 1.9 e 123 cv. Este modelo trouxe muito conforto e luxo para a gama média, e por um preço bem mais aceitável que a de gama alta 505.

 

3. Opel – Astra F

A Opel Astra F veio para substituir a Opel Kadett. Equipada com um potente motor Isuzu 1.7 Turbo Intercoler, airbag duplo, teto de abrir. Uma carrinha com um design bem moderno para a altura, espaço interior, conforto e já com preocupações ambientais nos que diz respeito ao motor, pois pela primeira vez já tinham integrado o catalisador no sistema de escape.

 

4. Mercedes – Classe E (W124) Touring

Já as conhecemos bem como os táxis das nossas cidades. No entanto não foi tão famosa com as futuras gerações. Foi a primeira a ser chamada E pela Mercedes. A sua carroçaria tem um estilo inconfundível, design ainda atual nos dias de hoje e com a mesma robustez de sempre. É equipada com o robusto motor M104 que atinge os 230 Km/h, para além de ar-condicionado, direção assistida, vidros elétricos, encostos de cabeça retrateis e teto solar, por exemplo. Existiram duas versões uma de mudanças manuais e automáticas. Escusado será dizer que era a carrinha de luxo da época de 90.

 

5. Honda Civic – Quarta geração Wagon

A quarta geração do Civic ficou em linha entre os anos de 1988 e 1991. A versão LX já trazia vidros elétricos, enquanto no Japão chegavam os travões ABS e controlo da tração. A primeira geração dos motores VTEC, com comando variável, foi apresentada em 1989. Esta geração de carrinhas Civic destacou-se pela qualidade de construção e motorização ser já de injeção eletrónica. As suas linhas de design ainda eram sobre o retilíneo. Não foi das carrinhas mais bonitas dos anos 90, mas o seu motor Honda é bastante fiável e de longa duração.

 

 

6. Volvo – 850 Estate

Esta carrinha apresentou um aspeto de design típico das carrinhas Volvo, a sua porta da retaguarda, praticamente vertical, uma caraterística típica com o objetivo de maximizar o seu espaço interior. Formam poucas as carrinhas que obtiveram tantos prémios como a 850 Estate, tendo recebido entre eles o prestigiaste prémio japonês “1994 Good Design Grand Prize”. A Volvo 850 Estate foi a primeira carrinha do mundo a vir com airbags laterais.

 

7. Audi – RS2 Avant

Foi lançada 1994, a plataforma da Audi 80 serviu como base para a sua construção e com a parceria da Porsche. O seu motor e detalhes de acabamentos de carroçaria ficaram a cargo da Porsche. Motor Turbo e intercooler, chega aos 100 Km/h em apenas 5,4 segundos. Extras como direção hidráulica, bancos Recaro ergonômicos, ar condicionado e acabamentos em couro. As suas linhas de design ainda estão atuais nos dias de hoje.

 

8. BMW Série 5 (E34) Touring

A primeira carrinha da BMW neste segmento uniu os elementos práticos deste tipo de carroçaria, com acabamentos em alumínio para um comportamento desportivo que até aqui não existia com este tipo de automóveis, e a sua resistência beneficiou da preparação para melhores performances. Foi a última a ser construída à mão.

 

9. Citroën – XM

A carrinha XM foi a última grande Citroën com o seu design clássico e excêntrico, antes de render ao design atual do C6. A antecessora XM teve a dura missão de substituir o mítico DS. Para tal, herdou as suas inovações e sua essência, mas o visual da carroçaria era mais quadrada e mais aerodinâmica, porém menos harmoniosa esteticamente falando. O desempenho também não foi dos melhores. A XM era um grande “hatchback” com uma silhueta que lembra uma flecha. Com áreas envidraçadas o que parece que é construída a partir de uma única peça, muitos vincos e traseira cortada. Um projeto feito por Marcello Gandini, que também desenhou o Lamborghini Countach. O seu motor é um 2.0 com 121 cv, injeção eletrónica e de grande fiabilidade. O seu maior atrativo é o facto de a sua suspensão ser hidropneumática, que se traduz em conforto e segurança.

 

 

10. Ford Mondeo Ghia

A Mondeo é produzida na Bélgica em Genk, desde 1993, o seu destaque vai para a carrinha Ghia. Equipada com airbag duplo, ar condicionado, banco do condutor elétrico, travões em disco ABS nas quatro rodas, jantes de liga leve, e acabamento mais primoroso, tendo como opcionais bancos em couro. Motor 1.8 V6 136cv de grande fiabilidade.



Mais: , , | Por: João Baganha