10 alimentos com muito mais sal do que parece

1. Queijo Cottage

O cottage com frutas é um dos favoritos da hora do lanche, recheado de proteína e cálcio. Mas se você está com o objetivo de reduzir o seu sódio, você pode querer pular estes queijo cremoso, já que ele é realmente um alimento rico em sódio. O queijo cottage tem pelo menos 400 mg de sódio por meia xícara. Para um substituto saboroso, experimente o iogurte grego. Você obterá mais proteína, cálcio, vitamina D e, como bônus, alguns probióticos bons para o seu intestino. A maioria dos iogurtes gregos tem apenas 70 mg de sódio por meia xícara. O iogurte grego pode ser parte de um desses saudáveis cafés da manhã ricos em proteínas que você vai querer começar a comer.

 

2. Bebidas isotônicas

Mesmo depois de uma sessão de suor pesada no ginásio, você provavelmente não precisa de uma bebida esportiva para substituir suas reservas de sódio. “Essas bebidas são criadas para atletas treinando em alto nível por um período prolongado”, diz Alysha Coughler. Água, água de coco ou água de bordo vão saciar sua sede e mantê-lo dentro do seu limite diário de sódio.

 

3. Hamburguer vegetariano

Uma dieta vegetariana ou vegana é conhecida por ser excepcionalmente saudável, então você pode ficar chocado ao saber que um hambúrguer vegetariano pode ser um alimento com alto teor de sódio. “Muitos substitutos da carne são tão ricos, ou ainda mais, em sal do que o normal, para melhorar o sabor e a textura”, diz Coughler.

 

4. Cookies

Ao satisfazer aquele desejo doce, você provavelmente está mais preocupado com açúcar do que com sal. “Mas só porque um produto é doce não significa que não seja rico em sódio”, diz Coughler. Além dos produtos de panificação embalados que podemos colocar em nosso carrinho de compras, Coughler nos alerta a procurar por fontes mais saudáveis de menor teor de sódio, como versões integrais e saudáveis de biscoitos e brownies.

 

5. Vegetais enlatados

Quando os produtos enlatados estão em promoção em seu supermercado, é tentador estocar legumes e feijões enlatados, mas essa pode não ser a melhor estratégia – na verdade, são alimentos ricos em sódio. “Comprar esses itens frescos ou congelados sem adição de sal é uma opção melhor”, diz Asvini Mashru, da Wellness Nutrition Concepts. “Mas se você quiser ficar com as latas, procure por ‘sem adição de sal’ ou com variedades de ‘sódio reduzido’.” Se o sal integral for sua única opção, escorra e enxágue bem os legumes ou feijões com água fria antes de comê-los ou cozinhá-los. Com uma lata de Feijão Verde, por exemplo, a drenagem e o enxágue chegam a poupar 200 mg de sódio.

 

 

6. Queijos

Nós particmos, cortamos, rasgamos, derretemos e polvilhamos uma variedade de alimentos… Como não amar queijo? Mas, infelizmente, o sal é um ingrediente básico no queijo. Ele mantém as bactérias sob controle, controla a umidade, age como um conservante e melhora a textura e o sabor. Algumas variedades são mais salgadas do que outras. Por exemplo, uma porção de feta tem 312 mg de sódio, enquanto que o queijo azul tem 391 mg e o queijo processado pasteurizado tem 428 mg. Você pode certamente optar por queijos com baixo teor de sódio ou procurar por queijos macios, que geralmente têm menos sódio que os queijos duros. Quando você cozinhar com queijo, poupe o saleiro, porque o queijo é um ingrediente salgado o suficiente por conta própria.

 

7. Fumados

Os fumados podem ser essenciais no sanduíche, num petisco ou mesmo numa refeição, mas é uma verdadeira bomba de sal. “Apesar de ser uma fonte conveniente de proteína, fumados podem acumular até 700 mg de sódio por porção”, diz Coughler. Procure alternativas com baixo teor de sal ou use restos de frango assado, atum em lata ou ovos cozidos para seu sanduíche. Você também pode usar menos carne e compensar a diferença em vegetais para um almoço cheio de fibra que o levará até o jantar.

 

8. Cereais Matinais

A maioria dos fãs de cereais matinais deve estar preocupada com o teor de açúcar, especialmente se você tem filhos. “Pouco percebemos quanto sal está à espreita em opções de cereais aparentemente saudáveis”, diz Coughler. Muitas vezes somos enganados por termos como “natural”, “grãos integrais” ou “ricos em fibra”, por isso deixamos de verificar o rótulo de sódio. Os números parecem pequenos em relação ao nosso máximo sugerido de 1.500 mg diários, mas a maioria de nós duplica ou triplica o tamanho da porção listada na caixa, então é provável que comamos um terço do nosso consumo diário de sódio às 9 da manhã.

9. Molho de tomate

Ingredientes típicos de molho para a massa – tomate, cebola, pimentão, alho e temperos – parecem bastante saudáveis, mas a maioria das variedades compradas nas lojas pode prejudicar bastante seu limite de sódio.

 

 

10. Pão

Fermento, farinha, açúcar, óleo e um pouco de sal é o que o pão caseiro de sua avó pede, mas quando você vai comprar uma loja, você acaba por dobrar, triplicar ou mesmo quadruplicar o sal. “Alguns pães têm mais de 325 mg de sódio por fatia”, diz Bobby Maknoon. Mesmo que os números sejam mais baixos no rótulo nutricional, tenha em mente o tamanho da porção. “A maioria das pessoas come duas fatias de pão de cada vez, mas os fabricantes costumam listar o tamanho da porção como uma fatia”, diz Maknoon.



Mais: , , , , , | Por: prisca